dcsimg

3 Dicas essenciais para abrir uma startup

Você já pensou em dar uma guinada na sua carreira através das suas ideias? O mercado de startups está bastante aquecido e você também pode aproveitar desse cenário para ter grandes oportunidades.

Uma nova geração de empresas

startup

A definição mais atual para o termo startup seria algo em torno da elucidação, aprofundamento e manutenção de uma ideia, e isso ocorre por parte de uma ou mais pessoas que pretendem lapidar essa ideia para torná-la um modelo de trabalho interessante e que gere retornos. De modo mais abrangente, uma startup é uma pequena empresa em período inicial de formação com manutenção baixa além de incertezas em relação ao mercado geral.

Esse tipo particular de empreendimento surgiu nos Estados Unidos logo após a Bolha da Internet, período no qual houve o surto de popularização da rede. No geral, essas empresas estão ligadas a tecnologia, mais isso está longe de ser uma regra. Se você tem interesse em criar uma startup seja para por em prática alguma ideia que considere importante, ou até mesmo para entrar no grupo de pessoas que desejam abrir uma empresa e fugir do mercado tradicional, confira algumas dicas importantes:

1º- A ideia é o seu principal negócio

Antes de tudo, é necessário deixar bem claro que a principal característica de uma startup é estar envolto a uma ideia principal. Criatividade, usabilidade e inovação são os fatores chaves que tornarão as suas ideias passíveis de um sucesso grandioso, o que poderá implicar em retornos interessantes. Ideias não surgem do nada e, ao menos que você já tenha uma ideia excepcional, é sugerido que você comece atentar ao seu redor em busca de oportunidades. Ampliar a sua capacidade de percepção aos detalhes é fundamental para que você consiga visualizar sugestões que possam facilitar as ações do dia a dia, enxergando através dessas ações boas ideias.

Depois disso é altamente recomendado que você explore as suas ideias indo bem ao fundo de suas prospecções. Com isso, você estará lapidando-a de modo a tornar sua ideia cada vez mais concisa e realizável como uma empresa de fato. Crie um plano de negócio e comece a definir estratégias de implementação da sua startup.

2º- Um bom time faz a diferença

startup

Ter uma boa equipe é fundamental para a execução das suas ideias. Portanto, o segundo passo para a criação desse tipo de empresa sugere que você escolha as pessoas que o ajudarão nesta empreitada. Procure escolher o seu time de acordo com as habilidades de cada um, isso tornará sua equipe muito mais produtiva e eficaz nas tarefas que ela precisará desenvolver. Procure conversar com o pessoal do seu grupo, talvez alguém poderá indicar algum ponto que pode tornar sua ideia ainda mais especial, estenda essa conversa a especialistas e consultores.

3º- Apoio é fundamental

O próximo passo é buscar alternativas de apoio que possam tornar a sua startup ainda mais passível de se executar. Atualmente, no Brasil existem diversas opções de incubadoras e aceleradoras de empresas, que têm por objetivo. atuar justamente no suporte e colaboração de empresas em estágio inicial. Procure por essas entidades na sua proximidade para efetivar ainda mais as chances do seu negócio dar certo.

Outro fator importante e necessário para o sucesso de uma startup são os parceiros. Investidores vão muito além de apoio financeiro uma vez que possuem ampla rede de contatos (networking) e ainda dicas essenciais que podem colaborar na execução do projeto e que, por algum motivo ou outro, poderiam ter sido deixadas de lado nas etapas anteriores.

Por fim, persistência e perseverança nos trabalhos e na ideia principal serão as principais fontes de sucesso que o seu trabalho terá. Por isso não se esqueça das vantagens do trabalho árduo em prol da colheita de frutos posteriormente.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin