dcsimg

Como está o mercado de trabalho pra quem faz Direito?

Descubra onde estão as melhores oportunidades de trabalho para quem quer seguir a carreira de advogado ou jurista!

Como está o mercado de trabalho pra quem faz Direito?Direito tornou-se a profissão mais desejada dos brasileiros. As salas de aula deste curso comportam, atualmente, mais de 800 mil estudantes espalhados por todo o território nacional, de acordo com o último Censo do Ensino Superior.

As oportunidades de trabalho para quem opta por esta graduação cresceram rapidamente nos últimos anos, o que fez subir ainda mais a procura pelo curso nos vestibulares e processos seletivos que usam a nota do Enem, como Sisu e ProUni. No mesmo passo, aumentou também o número de profissionais na ativa – tornando a concorrência por uma vaga de emprego ainda mais acirrada.

Por sorte, o mercado é grande e continua se expandindo, tanto na iniciativa privada quanto no serviço público. O Direito permite ainda que o profissional trabalhe de forma autônoma, se quiser.

Veja a seguir todos os detalhes sobre o mercado de trabalho para quem faz Direito e onde descolar as oportunidades mais interessantes para o seu currículo profissional!

Sobre a carreira em Direito

A carreira em Direito tem diversos ramos de atuação. Quem se forma neste curso pode optar por atuar nas inúmeras funções da carreira jurídica ou da advocacia, além de seguir o caminho de professor ou consultor.

É uma carreira tradicional, respeitada no mercado, que pode render bons salários.

Só que a área está saturada, especialmente na região Sudeste, onde vive a maioria dos profissionais atualmente. Para conseguir um bom emprego, quem se forma em Direito precisa se destacar. E para que isso aconteça, será imprescindível investir em conhecimento.

Pós-graduações, especializações e formação de alto nível são essenciais no mercado de hoje.

Mercado de trabalho para quem faz Direito

O mercado de trabalho para quem faz Direito é forte, tanto em órgãos públicos quanto na iniciativa privada. O profissional que está entrando no mercado pode optar por seguir carreira jurídica ou atuar na advocacia.

A carreira jurídica é desempenhada por bacharéis em Direito e o acesso, geralmente, acontece por concurso público. O mercado é concorridíssimo. Uma mesma vaga para promotor ou juiz, por exemplo, chega a ser disputada por mais de 200 pessoas, sendo que muitos candidatos já vêm estudando há anos para o concurso. Ou seja: entrar na carreira jurídica vai exigir uma boa dose de estudo e investimento.

Os principais cargos do serviço público são:

  • Juiz de Direito – Toma decisões, julga e sentencia casos. Pode atuar em diversas frentes, como Trabalho, Família, da Criança e do Adolescente, etc.
  • Procurador da República – Promove ações penais, instaura inquéritos e ações públicas. Controla a atividade policial e deve, por exigência, ser um bom conhecedor dos Direitos Humanos.
  • Defensor Público – É o profissional designado pelo Estado para ajudar quem não tem condições financeiras de contratar um advogado.
  • Delegado – Conduz investigações policiais, planeja e comanda operações de caráter sigiloso e executa medidas de segurança.

Há alguns anos, a ampliação no número de concursos nesta área ajudou a turbinar a procura pelo curso de Direito em todo o País. Ultimamente, a situação econômica pela qual o Brasil vem passando forçou o poder público a diminuir o ritmo de contratações. A oferta de concursos está menor e, com isso, a concorrência aumentou ainda mais.

Passar num concurso é o sonho de muitos estudantes e profissionais do Direito que buscam, dentre os tantos benefícios de uma carreira pública, bons salários e estabilidade profissional pelo resto da vida.

Quem quiser se enveredar no mercado como advogado na iniciativa privada vai encontrar boas oportunidades de trabalho. Os advogados trabalham defendendo os interesses dos seus clientes em casos que envolvam ações jurídicas. Para isso, precisam passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Já para quem tiver interesse em fazer parte da área de ensino, atuando como professor, existem milhares de faculdades e cursinhos voltados a concursos públicos que buscam profissionais com bons conhecimentos na área.

Melhores oportunidades para quem faz Direito

A Revista Exame ouviu especialistas de mercado para saber quais carreiras estarão em alta nos próximos anos, considerando a economia em recessão e o cenário político atual do Brasil.

Na lista estão várias carreiras do Direito, todas na iniciativa privada. Quem se especializou nestas áreas está sendo disputado a peso de ouro pelas empresas. Conheça:

  • Advogado Trabalhista – Trata de todos os assuntos ligados a relações de trabalho no âmbito jurídico: contratações, demissões, processos trabalhistas, etc. Representa a empresa em negociações. Está entre as áreas que mais crescem ultimamente.
  • Advogado Tributário – Tem por missão garantir a segurança da empresa em caso de processos administrativos e judiciais envolvendo obrigações tributárias. Também trabalha com fusões e aquisições junto a outros departamentos e ajuda a reduzir a carga fiscal.
  • Advogado de Recuperação Judicial – Muitas empresas precisam de uma boa representação jurídica para negociar prazos, pagamentos, quitar débitos e, finalmente, solicitar sua recuperação judicial, evitando assim a falência. O advogado especializado nesta área tem papel fundamental nesse processo.
  • Advogado de Contencioso Cível Empresarial – Com a economia desacelerada, é comum haver quebra de compromisso entre uma empresa e seus fornecedores ou clientes. O papel deste advogado é representar a companhia em tribunais e órgãos administrativos.
  • Advogado de Arbitragem – É o advogado conciliador, que tenta chegar a um acordo entre as partes envolvidas antes que o processo siga para estâncias judiciais superiores, evitando assim o desgaste de tempo e dinheiro com ações de longo prazo.

Segundo a revista, os profissionais mais buscados são aqueles que têm perfil de liderança, visão comercial, boa comunicação e inglês fluente.

Outros cargos do Direito que estão em alta no mercado:

  • Diretor Jurídico
  • Advogado Empresarial
  • Advogado Consultivo
  • Advogado Imobiliário

Onde estudar Direito

O curso de Direito é um bacharelado de cinco anos de duração e está disponível na grande maioria das instituições de ensino superior públicas e privadas de todo o Brasil.

É importante que você observe bem se a faculdade que está oferecendo o curso tem o reconhecimento e autorização do Ministério da Educação (MEC), pois só assim o seu diploma terá validade no mercado.

Confira instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Direito.

Veja também:

Conheça as áreas mais bem pagas do Direito

E aí, o que achou do mercado de trabalho para quem faz Direito? Vai seguir esta carreira? Conte seus planos para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin