dcsimg

Cursos técnicos que vão estar em alta para 2017

Conheça algumas formações rápidas que podem garantir entrada mais fácil no mercado de trabalho!

Entra ano, sai ano e os cursos técnicos estão sempre em alta no Brasil. Com uma formação rápida e focada nas necessidades do mercado de trabalho, boa parte dos profissionais deixam as salas de aula já com um emprego em vista.

Essa tendência deve continuar em 2017, mas agora com um porém: as empresas andam mais exigentes quanto ao nível de formação dos profissionais. Devido ao atual cenário político e econômico, aumentaram os requisitos para contratações – vamos explicar quais são mais adiante.

Se você está pensando em fazer um curso técnico em 2017, fique atento à lista a seguir. Nela mostramos quais estão em alta no mercado atualmente e traremos algumas sugestões de formação para que seu currículo se destaque na disputa por um emprego. Confira!

Setores que estarão em alta em 2017

Estudos de tendências realizados por algumas das consultorias mais prestigiadas do Brasil, que inclui nomes como Robert Half, Michael Page e Page Personnel, indicam que em 2017 o mercado estará aquecido em departamentos como:

  • Contabilidade e Finanças
  • Desenvolvimento organizacional
  • Desenvolvimento tecnológico
  • Gestão
  • Marketing

 

Essas cinco áreas devem agregar a maioria das contratações em empresas de todo o país.

Existem, em paralelo, alguns setores que estão sempre em alta, independentemente do cenário econômico brasileiro. São eles:

  • Saúde
  • Infraestrutura
  • Educação

Veja a seguir quais são os cursos técnicos em alta em todas essas áreas.

Cursos técnicos que vão estar em alta para 2017

Anote aí os cursos técnicos que vão estar em alta em 2017. São 15 formações em diferentes áreas do conhecimento.

  1. Técnico em Enfermagem: O curso prepara o profissional para realizar atividades como curativos, administração de medicamentos, vacinas, nebulizações e banho de leito. Duração: um ano e meio.
  1. Estética: Mesmo em tempos de crise, os profissionais de Estética sempre encontram trabalho. No curso técnico, o aluno aprende a avaliar as condições da pele, fazer procedimentos faciais e corporais e utilizar tecnologias diversas. Duração: um ano e meio.
  1. Farmácia: O técnico em Farmácia realiza as principais operações farmacotécnicas, como classificação de produtos, operações de compra e venda, fiscalização de estoque e testes de controle de qualidade. Duração: um ano e meio.

  1. Nutrição e Dietética: A área de Nutrição como um todo está em alta. O técnico faz preparação de alimentos, estudas necessidades nutricionais das pessoas, elabora cardápios, faz o controle de qualidade de gêneros alimentícios e participa de programas de reeducação alimentar. Duração: um ano e meio.
  1. Radiologia: Um dos cursos técnicos mais famosos, ensina o aluno a realizar exames radiológicos, processar imagens, orientar os pacientes e preparar o ambiente para execução de exames. Tem ampla área de atuação em instituições de saúde e indústrias. Duração: um ano e meio.
  1. Mecânica: Faz controle de qualidade e manutenção de máquinas e equipamentos mecânicos. O técnico em Mecânica instala, opera e altera maquinários diversos. Duração: um ano e meio.
  1. Administração: O técnico em Administração trabalha com protocolos, arquivos, expedição de documentos e controle de estoques. Pode também executar tarefas ligadas à gestão geral, de pessoas e de materiais. Duração: um ano.
  1. Contabilidade: Quem faz o curso de técnico em Contabilidade aprende a lidar com as principais transações financeiras, examinar documentos fiscais, atividade contábil, movimentações, débito e crédito. Duração: um ano.
  1. Finanças: Aqui o aluno aprende a realizar as principais operações financeiras e bancárias, além de lidar com fluxo de caixa, lançamentos contábeis, ordens de pagamentos, contas a pagar, etc. Também é habilitado a analisar demonstrativos financeiros, contratos, mercado e legislação. Duração: um ano.
  1. Marketing: Habilita o profissional a trabalhar na área de Marketing das empresas, realizando análise de vendas, desenvolvendo projetos de comunicação, captando novos clientes e melhorando o relacionamento com fornecedores. Duração: um ano.
  1. Recursos Humanos: Esse é outro curso que nunca sai de moda. Com ele, o estudante aprende a trabalhar com gestão de pessoas em empresas de diversos portes, analisar benefícios, lidar com direitos trabalhistas, contratação e demissão, etc. Duração: um ano.
  1. Edificações: O profissional de Edificações elabora orçamentos, acompanha a execução de projetos, faz pesquisa de tecnologias na área e promove a manutenção de equipamentos. Duração: um ano e meio.
  1. Transporte de Cargas: Com a recessão, a área de Logística passou a receber atenção especial. O curso treina o profissional para encontrar formas de economizar no transporte e armazenamento de produtos. O técnico acompanha o movimento de cargas, apoia a gestão operacional e pode colaborar na negociação de preços. Duração: um ano e meio.
  1. Multimídia: Profissionais da área de multimídia especializados na criação de produtos mobile têm grandes chances de se dar bem em 2017. O curso ensina a desenvolver projetos para meios eletrônicos móveis diversos (celulares, tablets, etc.), criar interfaces interativas, jogos e aplicativos. Duração: um ano.
  1. Segurança do Trabalho: É outro curso que está sempre em alta. O técnico em Segurança do Trabalho identifica fatores de risco no ambiente de trabalho, propõe medidas de redução de danos, elabora políticas de segurança, divulga normas e procedimentos técnicos. Duração: um ano e meio.

Vantagens e desvantagens de fazer um curso técnico – e as alternativas que você pode buscar

Uma das características mais importantes dos cursos técnicos que você precisa saber é que eles não são de grau superior. Os profissionais que se formam aqui são de nível médio.

A grande vantagem dos cursos técnicos são: o tempo de formação reduzido (varia de um ano a dois) e a entrada facilitada no mercado de trabalho.

Porém, antes de se matricular em um desses é necessário se perguntar se é isso mesmo que você procura.

Por que estamos falando isso? Bom, lembra lá no começo do texto quando citamos que as empresas estão mais exigentes para contratar funcionários? Isso significa que muitas delas têm dado preferência a profissionais de nível superior, com uma formação mais ampla na área de trabalho em questão.

Por isso, uma alternativa bem interessante aos cursos técnicos são os tecnólogos – cursos superiores que também têm tempo de formação curto (entre dois e três anos) e alta procura no mercado de trabalho.

Com o diploma de nível superior obtido em um curso de tecnólogo, o profissional pode ocupar vagas que exijam esse grau de formação, dar sequência aos estudos em cursos de pós graduação ou até mesmo concorrer a cargos públicos de nível superior.

E olha que interessante: quase todos os cursos técnicos que estarão em alta em 2017 têm uma versão em grau de tecnólogo. Conheça alguns:

  • Estética e Cosmética
  • Radiologia
  • Automação Industrial
  • Processos Gerenciais
  • Gestão Financeira
  • Gestão Comercial
  • Marketing
  • Gestão em Recursos Humanos
  • Construção de Edifícios
  • Logística
  • Produção Multimídia
  • Segurança no Trabalho

Outra vantagem é que muitos dos cursos listados aqui podem também ser feitos na modalidade a distância, o que facilita a vida de quem precisa conciliar os estudos com o trabalho e outras atividades do dia a dia.

Onde encontrar cursos técnicos e de tecnólogo

Os cursos técnicos podem ser encontrados em centros de formação profissionalizante, disponíveis por todo o Brasil. Alguns são bem conhecidos, como o Senac e o Senai.

Eles também podem ser encontrados em algumas faculdades públicas e privadas pelo país.

Agora, se você decidiu optar por um curso de tecnólogo, as opções são muito mais amplas. Os tecnólogos podem ser encontrados com facilidade em universidades públicas, faculdades particulares e institutos federais de ciência e tecnologia (os IFs).

O importante, nesse caso, é certificar-se de que a instituição escolhida é credenciada pelo Ministério da Educação (MEC). É isso que vai garantir a validade e a boa recepção do seu diploma no mercado.

Para facilitar sua busca, separamos algumas faculdades bem avaliadas que oferecem cursos de tecnólogo e também, em muitos dos casos, cursos técnicos:

Veja também:

O que é curso técnico e porque ele é tão interessante?

O que achou dos cursos técnicos em alta para 2017? Vai optar por um deles ou tentar um tecnólogo? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin