dcsimg

Como procurar emprego?

Descubra aqui quais os melhores canais para procurar emprego hoje em dia. Sistemas de cadastro, programas de formação, cursos gratuitos e a distância: conheça as várias maneiras de começar a trabalhar já!

Quem está à procura de emprego pode contar com a ajuda da internet, ferramenta que une empregadores e empregados com muita rapidez. Por meio dela é possível pesquisar postos de trabalho, vagas disponíveis, cadastrar currículos online e acompanhar processos seletivos de estágio e trainee, por exemplo.

Digital data

Seja na busca online ou nas agências de emprego é importante que o candidato invista em marketing pessoal, principalmente por conta da grande concorrência e do número de desempregados no país. Porém, ao falar bem de si mesmo, através do currículo ou por meio da entrevista, quem está à procura de emprego não pode mentir; para um marketing eficiente é essencial investir na sua formação, por intermédio de cursos.

Para começar a procurar um emprego, organize-se!

Identifique seus pontos fortes e fracos

Grande parte das entrevistas de emprego e dinâmicas de seleção de candidatos pedem que o interessado na vaga fale sobre si mesmo. Para não passar vergonha neste momento, prepare-se antes, analisando suas qualidades e os pontos em que você precisa melhorar; avalie sua personalidade, experiências anteriores ou o que amigos e familiares pensam sobre você.

Foque na função desejada

Escolha empresas, órgãos e instituições que tenham vagas nas áreas em que você tem interesse. Isso ajuda, inclusive, na busca de cursos de qualificação e especialização. Mandar currículo para áreas com as quais você não tem afinidade vai gerar uma insatisfação pessoal a médio e longo prazo.

Organize seus documentos

Se a cada processo seletivo você ficar desesperado à procura dos documentos, comprovantes escolares e diplomas, corre o risco de esquecer algum documento importante. Deixe tudo previamente separado em uma pasta e faça cópias simples e autenticadas de seu currículo, cartas de recomendação, diplomas, certificados e prêmios.

Ter uma rede de contatos ajuda na hora de procurar um emprego, mas também é importante procurar as redes de cadastro, tais como o Sistema Nacional de Emprego (SINE), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Cada cidade possui uma sede onde é possível se cadastrar e acompanhar a divulgação de vagas. Cada estado também tem sua rede, como a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho (SEDE), que fica em São Paulo. Nela também é possível visualizar as empresas e cargos com vagas em aberto.

Ingressar no mercado do trabalho ou procurar uma recolocação pode não ser tarefa fácil caso você não tenha uma qualificação suficiente. Mas uma boa notícia é que existem várias formas de você colocar seus estudos em dia. Conheça agora algumas delas:

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI)

O programa oferece cursos para jovens e adultos em diversas áreas ligadas à indústria, com foco no mercado de trabalho. O SENAI é responsável pela formação profissional de recursos humanos para a indústria, pela prestação de serviços como assistência técnica e tecnológica ao setor produtivo, por serviços de laboratório, por pesquisa aplicada e por informação tecnológica.

Nas unidades distribuídas nos estados brasileiros, o SENAI oferece cursos nas áreas de educação profissional de serviços tecnológicos, que visam solucionar problemas tecnológicos de forma a fortalecer a competitividade da indústria.

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC)

Programa de educação profissional voltado para o setor do comércio de bens, serviços e turismo. Existem mais de 4 mil municípios com uma sede do SENAC onde é possível se qualificar com formação inicial e continuada, cursos técnicos, graduação, pós-graduação e com cursos a distância.

Você pode contar com o Programa Senac de Gratuidade, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do Governo Federal, para estudar gratuitamente. Neste programa o aluno recebe material didático gratuito, auxílio financeiro para alimentação, uniformes e locomoção até o curso.

O foco do SENAC é facilitar a inserção do aluno no mercado por meio do Banco de Oportunidades ou Banco de Empregos. Neste banco ficam disponibilizados para as empresas currículos e informações dos candidatos à vaga, de acordo com o perfil desejado.

Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC)

Criado pelo Governo Federal em 2011 o programa busca ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Ele atua em parceria com o SENAI e o SENAC oferecendo cursos para quem concluiu o ensino médio, para quem ainda está matriculado no ensino médio, e cursos de qualificação profissional.

As áreas de atuação dos cursos do Pronatec são: alimentos e bebidas; automação; automotiva, construção, couro e calçados; eletroeletrônica; gemologia; gestão; gráfica e editorial; logística; meio ambiente; metalomecânica; mineração; petróleo e gás; polímeros; química, refrigeração e climatização; segurança e trabalho; tecnologia da informação; telecomunicações; têxtil e vestuário e transportes.

Os cursos estão distribuídos nos seguintes eixos tecnológicos:

  • Ambiente e Saúde;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Desenvolvimento Educacional e Social;
  • Gestão e Negócios;
  • Informação e Comunicação;
  • Infraestrutura;
  • Militar;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Produção Industrial;
  • Recursos Naturais;
  • Segurança;
  • Turismo, Hospitalidade e Lazer.

Universidade Aberta do Brasil (UAB)

Diversas universidades públicas do país estão unidas num sistema integrado e ofertam cursos de nível superior para quem mora longe dos polos educacionais do Brasil. Por meio da UAB você pode estudar na modalidade a distância em instituições federais, estaduais e municipais.

Com um curso superior, seja bacharelado, licenciatura, tecnólogo ou especialização, você amplia suas possibilidades no mercado de trabalho.

Agora, por meio destas dicas, você pode começar a procurar emprego com mais eficiência e conquistar seu sucesso profissional!

Interessou-se? Deixe aqui seu comentário.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin