dcsimg

Engenharia de Produção ou Administração: qual a melhor opção?

Engenharia de Produção ou Administração? Descubra qual profissão combina mais com você e veja onde estudar para se destacar no mercado de trabalho!

administrador_indice

Na hora de escolher uma profissão ligada à gestão de empresas, pode surgir esta dúvida: fazer Engenharia de Produção ou Administração? Afinal, as duas áreas têm muito em comum.

Apesar de ter a maior parte da grade curricular dedicada às Ciências Exatas, a Engenharia de Produção agrega várias disciplinas ligadas à gestão. Por outro lado, a Administração, que tem uma grande quantidade de matérias de gestão, também apresenta alguns conteúdos da área de Exatas.

A escolha vai depender muito do perfil de cada pessoa. Para facilitar, nada melhor do que ter dados sobre as duas áreas, saber quais as diferenças dos cursos de graduação e conhecer as possibilidades de atuação profissional.

É o que você vai ver a partir de agora e, de quebra, conhecer as principais universidades que oferecem os cursos. Vamos lá?

O que a Engenharia de Produção e a Administração têm em comum?

Engenharia de Produção e Administração têm muita coisa em comum. Os profissionais das duas áreas:

  • Atuam em empresas de todos os portes e nas mais variadas atividades.
  • Trabalham na organização e gestão de pessoas, setores e empresas.
  • Precisam desenvolver um conhecimento amplo em várias áreas, para estarem aptos a resolver problemas.
  • Trabalham para que a organização consiga fazer/produzir cada vez mais, de forma econômica e satisfazendo os seus clientes.
  • Precisam ter facilidade para trabalhar em equipe, com pessoas de diferentes perfis.

Quais são as principais diferenças entre Engenharia de Produção e Administração?

Existem várias diferenças entre Engenharia de Produção e Administração:

  • A Engenharia de Produção apresenta uma base técnica, com uma formação em matérias de Exatas, como Matemática, Física e Química.
  • O curso de Administração tem um fundamento na área das Ciências Humanas, com uma carga maior de matérias como Economia, Direito, Sociologia e Psicologia.
  • As ferramentas da Engenharia de Produção estão mais baseadas em métodos quantitativos do que os métodos qualitativos utilizados na Administração.
  • A Engenharia de Produção está mais direcionada a projetos. O conhecimento técnico habilita o profissional a projetar uma linha de produção ou criar sistemas logísticos, por exemplo.
  • O Administrador tem um enfoque maior nos campos de Gestão, seja de Recursos Humanos, Finanças, Produção ou Marketing.

Como é a graduação em Engenharia de Produção e em Administração?

Os cursos de Engenharia de Produção e de Administração têm suas semelhanças, mas também muitas diferenças. Os dois são do tipo bacharelado e podem ser encontrados em universidades públicas e privadas em todo o Brasil, nas modalidades presencial e a distância.

O curso de Administração pode ser oferecido com um foco específico em determinada área, como Administração Pública, Hospitalar, Rural ou Agroindustrial. O mesmo ocorre com a Engenharia de Produção, que pode ser encontrado como Engenharia de Produção Mecânica, Produção Civil, Elétrica ou Química.

Quando se fala na duração do curso, começam as diferenças. Administração é um curso de 4 anos em média, enquanto Engenharia de Produção dura no mínimo 5 anos. Outra diferença é que é possível ingressar na área Administração de uma empresa a partir de cursos Tecnológicos na área de Gestão e Negócios, que têm duração de dois anos e meio.

As duas carreiras apresentam conteúdos multidisciplinares, afinal os profissionais devem entender de várias áreas. Mas quando se observam os currículo dos cursos, as diferenças ficam mais evidentes.

A Engenharia de Produção atrai muita gente que pensa que o curso é uma espécie de Administração. No entanto, o grande número de matérias da área de Exatas não deixa dúvidas de que é um curso das engenharias, com uma base técnica muito grande. Nos dois primeiros anos o aluno verá matérias como Cálculo, Física, Química, Estatística e Informática. Nos anos seguintes vêm as matérias específicas, como Logística e Cadeia de Suprimentos. O estudante também tem contato com disciplinas da área de Gestão, como Administração, Economia e Recursos Humanos, mas aqui o enfoque é secundário.

Já o curso de Administração se fundamenta na área de Humanas. São abordados conhecimentos como Sociologia, Economia, Direito, Psicologia e Comunicação, disciplinas que ajudam a entender a sociedade como um todo e as pessoas com as quais uma organização se relaciona. As matérias específicas abordam as técnicas e estratégias de gestão de diferentes empresas. O currículo também apresenta matérias ligadas às Exatas, como Matemática, Finanças e Estatística, embora a carga horária seja bem menor, se comparada com Engenharia de Produção.

Na parte prática, os estudantes de Administração desenvolvem projetos, participam de jogos que simulam o gerenciamento de um negócio e fazem estágio (que não é obrigatório em todas as universidades). Já os estudantes de Engenharia de Produção participam de projetos multidisciplinares, de empresas juniores e são obrigados a passar pelo estágio supervisionado.

Como é o campo de trabalho para Engenharia de Produção e Administração?

Dada sua formação ampla, engenheiros de produção e administradores podem atuar em diversos campos do setor produtivo, seja em empresas de serviços ou indústrias, privadas ou públicas.

Veja algumas das atividades que os Engenheiros de Produção podem realizar nesses espaços:

  • Implantar e gerenciar a área de produção, buscando aumentar os níveis de produtividade.
  • Gerenciar a área de logística.
  • Elaborar projetos do setor elétrico, químico ou mecânico.
  • Realizar o controle de qualidade no processo produtivo de uma indústria.
  • Analisar e gerenciar finanças, fazer projeções e decidir a aplicação de investimentos.
  • Atuar em gestão organizacional, definindo a estrutura de funcionamento da empresa.
  • Gerenciar recursos humanos envolvidos no processo de produção.

Um dos setores que mais requisitam Engenheiros de Produção é a área financeira, em bancos e empresas de investimento, pela facilidade que o profissional tem de lidar com números, desenvolver indicadores e fazer projeções.

A versatilidade do profissional que se forma em Administração o habilita a realizar atividades como:

  • Estruturar equipes de funcionários, motivá-las, promover treinamentos e valorizar os talentos.
  • Gerenciar atividades financeiras, controlar fluxo de caixa e capital de giro, definir investimentos.
  • Criar novos produtos e serviços, fazer a divulgação e distribuir nos pontos de venda.
  • Ajudar a definir estratégias de marketing e vendas.
  • Supervisionar o processo produtivo, controlar estoque e gerenciar transporte.
  • Gerenciar projetos sociais em organizações do terceiro setor.

Vale lembrar que as duas profissões são regulamentadas. Por isso, para exercê-las o profissional precisa ter o diploma de uma faculdade reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e estar registrado junto à entidade profissional, que pode ser o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) ou o Conselho Regional de Administração (CRA), dependendo da carreira escolhida.

Onde estudar Engenharia de Produção e Administração?

Existem centenas de instituições credenciadas pelo MEC que oferecem os cursos de Engenharia de Produção e Administração. Confira algumas das principais:

Engenharia de Produção

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Administração é o curso com maior quantidade de estudantes no Brasil, de acordo com último Censo da Educação Superior. Confira algumas universidades privadas e públicas autorizadas a oferecer o curso:

Universidades Privadas:

Universidades públicas:

Veja também:

Quanto ganha um engenheiro de produção?

Qual dos cursos tem mais a ver com o seu perfil: Engenharia de Produção ou Administração? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin