dcsimg

Como está o mercado de trabalho para Serviço Social?

Veja quais são os campos de trabalho para assistente social e onde estão as melhores oportunidades desta carreira!

Serviço Social

Serviço Social é uma carreira que cresce a olhos vistos no Brasil. O campo de atuação, que antes costumava ficar restrito à esfera pública, agora se estende para empresas privadas de diversos portes.
De uns anos para cá, ficou mais fácil encontrar assistentes sociais nos setores de Recursos Humanos e Responsabilidade Social de indústrias, mineradoras, empresas de engenharia, de cosméticos e tantas outras.

O mercado de trabalho para Serviço Social também se expandiu pelo interior do País, onde os programas de erradicação da pobreza do Governo Federal atuam com mais força.

Conheça a seguir as inúmeras oportunidades de carreira de um assistente social e onde encontrar faculdades de qualidade para fazer seu curso!

Mercado de trabalho para Serviço Social

O mercado de trabalho para assistentes sociais tem se expandido bastante nos últimos anos, graças à diversificação de talentos dos profissionais da área. Se antes eles estavam muito focados no campo de atuação tradicional, agora há todo um mundo novo a ser explorado. Vamos conhecer cada um deles a seguir:

Campo de atuação tradicional de Serviço Social

O curso de Serviço Social forma profissionais capazes de atuar no amparo às pessoas que vivem socialmente marginalizadas.

Podemos incluir nesta lista os dependentes químicos, as crianças abandonadas, as populações de rua, prostitutas, presidiários, pessoas em situação de extrema pobreza, refugiados, etc.

Aqui, os profissionais têm basicamente três frentes de atuação:

  1. Assistência direta às pessoas marginalizadas.
  2. Formulação de políticas de assistência junto aos órgãos públicos.
  3. Pesquisa e elaboração de projetos para diminuição de problemas sociais.

No combate contra as históricas desigualdades existentes no Brasil, o assistente social é praticamente um herói na luta pelo bem-estar daqueles que há séculos são deixados de lado!

O mercado de trabalho tornou-se especialmente atrativo nas cidades mais pobres do interior do País ou nas áreas periféricas das grandes cidades, onde os problemas se agravam. Nesses locais, a presença do assistente social é mais do que necessária.

Outros setores tradicionais do assistente social são:

  • Entidades Filantrópicas
  • Escolas e Universidades
  • Presídios e Casas de Recuperação de Menores
  • Centros de Saúde
  • Sindicatos
  • Creches

Novo campo de atuação de Serviço Social

A partir do momento em que as empresas se deram conta de que era preciso valorizar seus funcionários e melhorar a qualidade de vida das pessoas impactadas pela atividade econômica da companhia, a presença de um assistente social tornou-se indispensável.

Melhor para o profissional da área, que agora tem mais uma opção de trabalho! E ela tem crescido bastante nos últimos anos.

A exigência de setores da sociedade para que as empresas tenham uma conduta mais responsável e minimizem o impacto socioambiental de suas atividades econômicas permitiu aos assistentes sociais trabalharem no desenho de projetos de apoio a essas populações. Podemos citar como exemplo a política de reassentamento rural das grandes mineradoras. Os assistentes participam desde o estudo de viabilidade até a transferência das famílias e adaptação ao novo ambiente.

No setor de Recursos Humanos, o assistente social pode trabalhar na definição de políticas de valorização de pessoas, retenção e atração de novos talentos, na prestação de auxílio às pessoas que foram demitidas, etc.

Campos em crescimento para Serviço Social

Mesmo com a estagnação da economia, dois campos de atuação têm se mostrado especialmente atraentes para os assistentes sociais. O primeiro são os hospitais.

As grandes redes privadas de saúde têm buscado profissionais que trabalhem no amparo aos doentes e às famílias, orientem sobre tratamentos mais pesados e ajudem na busca por auxílios na rede pública.

O outro são as empresas de engenharia, que têm grandes projetos de infraestrutura e impactam a vida de muita gente em todas as regiões do Brasil. Nessas duas áreas foram encontrados as médias salariais mais altas pagas a assistentes sociais em todo o País.

A consultoria também tem crescido, especialmente junto às empresas de pequeno e médio porte. Aqui, o assistente é chamado para desenvolver projetos pontuais.

Sobre a carreira de Serviço Social

No Brasil, a carreira de assistente social é regulamentada por lei desde 1957. Para atuar na área é preciso ter formação superior em Serviço Social e registro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

Órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de Saúde, Assistência e Previdência Social são os que mais empregam assistentes sociais no Brasil. Conseguir uma vaga nesses locais, no entanto, exige investir tempo e estudo para passar num concurso público.

Com 120 mil profissionais na ativa, o Brasil só perde para os Estados Unidos em número de assistentes sociais no planeta!

Curso de Serviço Social

Segundo dados do Censo da Educação Superior mais recente, Serviço Social aparece na lista dos 10 cursos com mais alunos matriculados no Brasil. A graduação ocupa o oitavo lugar nessa relação, com 180 mil universitários.

Somando-se aos 120 mil profissionais em atividade, nos próximos anos vamos praticamente triplicar o número de assistentes sociais no Brasil.

Para quem está interessado em entrar na área, o curso de Serviço Social tem quatro anos de duração e forma bacharéis. É possível cursar esta graduação no formato presencial e a distância (EAD).

Aliás, o curso de Serviço Social a distância é um sucesso no Brasil e já ocupa a terceira posição entre os que têm mais alunos, perdendo apenas para Pedagogia e Administração.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Serviço Social.

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

  • Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG)
  • Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Veja também:

Qual é o salário de Serviço Social?

Está interessado em fazer Serviço Social? O que achou do mercado de trabalho para quem já está na área? Comente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin