dcsimg

Veja alguns modelos de currículo pra se inspirar

Conheça os formatos de CV mais utilizados por quem está em busca de uma colocação no mercado de trabalho!

Currículo

O currículo é o principal instrumento de acesso a uma vaga de trabalho. Quanto melhor o conteúdo e a forma de apresentação, maiores as chances de chamar a atenção do recrutador para as suas experiências e aptidões.

Montar um bom currículo não é uma tarefa fácil. Existem modelos e formatos indicados a diferentes situações que garantem uma ajuda neste processo. Mas para escrever um currículo efetivo é preciso ter atenção especial na hora de organizar as informações e descrever suas habilidades. Para alcançar melhores resultados, deve haver sintonia entre o que você oferece e o emprego que está buscando.

Conheça os principais modelos e as dicas de um especialista na área de recrutamento para montar o seu currículo da melhor forma!

Os diferentes modelos de currículo

Existem três principais formas de apresentar suas experiências profissionais num currículo: o modelo cronológico, o funcional e o misto. Eles são adequados a candidatos com diferentes perfis. Confira as características de cada um para encontrar o que mais combina com você:

1 – Currículo Cronológico

É o formato mais comum. Este currículo relaciona as experiências profissionais em ordem cronológica, desde o seu primeiro emprego até a contratação mais recente, com as datas do início e término do contrato. A lista pode começar com as experiências mais recentes e terminar com as mais antigas, ou vice-versa.

Funciona melhor para quem?

Este formato é indicado para os candidatos que têm algum histórico profissional e acumulam experiências na mesma área de atuação. A lista fica mais interessante quando o recrutador percebe uma evolução entre o primeiro emprego e a atividade mais recente. Quem ficou desempregado algum tempo ou mudou de trabalho com frequência deve buscar outro modelo. O currículo cronológico evidencia essas características.

Exemplo de tópicos para construir seu CV cronológico:

  • Dados Pessoais
  • Objetivos
  • Formação Acadêmica
  • Histórico Profissional (com datas de admissão e rescisão)
  • Idiomas
  • Informática
  • Cursos

2 – Currículo Funcional

O foco deste modelo está nas funções desempenhadas e nas qualificações profissionais dos candidatos. As experiências são relacionadas em ordem de importância, e não na ordem cronológica. Este tipo de currículo permite maior descrição dos cargos exercidos.

Funciona melhor para quem?

É o modelo ideal para candidatos que tiveram poucos empregos, ou que já trabalharam bastante mas em diferentes ramos de atividade. Este currículo vai enfatizar o que você fez de melhor nas funções profissionais que desempenhou, independentemente de quando esta experiência aconteceu. O modelo funcional é indicado também para candidatos que ficaram algum tempo sem trabalhar, pois este intervalo entre um emprego e outro não fica em destaque.

Exemplo de tópicos para construir seu CV funcional:

  • Dados Pessoais
  • Objetivos
  • Formação Acadêmica
  • Idiomas
  • Experiência Profissional com breve descrição das funções exercidas
  • Histórico Profissional com o nome das empresas e o tempo em que trabalhou em cada uma delas

3 – Currículo Misto

É o modelo mais completo, pois combina as características do currículo cronológico e do funcional. O misto relaciona os cargos na ordem em que foram exercidos ao longo da sua carreira, realçando também a experiência profissional adquirida em cada um.

Funciona melhor para quem?

O currículo misto é a melhor opção para candidatos que acumulam experiências profissionais significativas ao longo de uma carreira mais estável. Nestes casos a lista cronológica das atividades desempenhadas mostra evolução e crescimento, e a descrição das funções ressalta habilidades profissionais.

Exemplo de tópicos para construir seu CV Misto:

  • Dados Pessoais
  • Objetivos
  • Resumo da Carreira
  • Experiência Profissional (considerando datas e ordem cronológica e resumo das funções desempenhadas)
  • Formação Acadêmica
  • Idiomas
  • Cursos

Como montar um bom currículo

Além de escolher o modelo de currículo que mais combina com seu perfil profissional, é fundamental considerar se sua experiência é condizente com a função que pretende desempenhar.

“Quanto maior a sintonia entre as suas competências e aquelas exigidas para a função, maiores as chances de conquistar a vaga”, explica Eduardo Bahi, consultor de Carreira da Thomas Case & Associados.

Ele destaca ainda que o currículo é um instrumento bastante complexo. Os modelos dão conta de organizar a estrutura do documento, mas o conteúdo deve ser criteriosamente elaborado para que o candidato não corra o risco de realçar características que não correspondem à sua realidade profissional, nem aos seus objetivos. Destacar qualidades e habilidades de forma aleatória pode ser um tiro no pé na hora de buscar uma colocação no mercado.

“Um currículo bem elaborado, feito com uma análise cuidadosa das aptidões e dos objetivos do candidato, garante uma colocação com melhores resultados para a empresa e o trabalhador”, explica Bahi. Confira outras dicas importantes do consultor relacionadas à estrutura do currículo:

  • O currículo deve ter entre duas e três páginas.
  • O texto deve ser simples e fácil de ler.
  • A descrição dos objetivos deve ser breve e precisa.
  • O resumo de cada qualificação não deve ultrapassar três linhas.
  • O ideal é destacar até oito qualificações.

Veja também:

Como escrever o primeiro currículo? Saiba mais

Você entendeu as diferenças entre os modelos de currículo? Qual deles é mais adequado ao seu perfil? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin