dcsimg

O que colocar no currículo

Saiba o que colocar no currículo para se destacar entre os demais e ser escolhido para a entrevista de emprego!

publicidade_600

Quando a gente participa de algum processo seletivo, nem imagina a quantidade de candidatos que pretendem entrar na mesma vaga. Às vezes, o recrutador recebe centenas, milhares de CVs!

Para que o seu currículo não se perca no meio de tantos outros, é importante saber estruturar o documento da forma correta. Dessa forma, o avaliador poderá, em poucos segundos, localizar suas qualificações, experiência e formação.

Antes de montar seu currículo, conheça alguns pontos fundamentais:

  • Ter o perfil correto para a vaga é fundamental, mas isso precisa estar muito claro no CV.
  • Conheça bem a empresa onde quer trabalhar e ajuste as informações de acordo com o perfil do lugar.
  • Jamais, em hipótese alguma, inclua informações ou experiências falsas.
  • Não exagere na quantidade de detalhes.
  • Preste bastante atenção aos erros de português (concordância, grafia). Eles podem causar má impressão.

Veja a seguir como estruturar corretamente as informações para ter um currículo perfeito:

1.    Dados pessoais

Deve ser a primeira informação do currículo. Coloque, em ordem, no início da página:

  • Nome completo
  • E-mail
  • Telefone de contato (fixo e celular)
  • Endereço do seu perfil em redes profissionais, como o LinkedIn (se tiver). Evite incluir perfil de redes sociais pessoais.
  • Cidade onde mora
  • Idade ou data de nascimento (opcional)

Não precisa colocar RG, CPF, dados de carteira de trabalho, etc. O endereço de e-mail deve trazer apenas seu nome (não use e-mails “engraçadinhos”, apelidos ou perfis usados em games e aplicativos).

2.    Área de atuação

Depois dos dados pessoais, inclua um campo com sua área de atuação, usando poucas palavras. Essa informação deve comunicar aquilo com o que você trabalha. Exemplo:

  • Recursos Humanos e Gestão de Pessoas

Jamais coloque cargos desejados nos objetivos (gerente de compras, assistente comercial, chefe de setor). Isso pode gerar uma interpretação negativa por parte do avaliador e fechar as portas para outras possibilidades.

3.    Formação

Descreva seus cursos de graduação e pós-graduação. Utilize os seguintes dados e use sempre a ordem do mais recente para o mais antigo:

  • Modalidade do curso
  • Título do curso
  • Instituição
  • Local do Curso
  • Período do curso (se já está concluído ou ainda em conclusão).

Exemplo:

  • Mestrado em Administração – Universidade Federal do Paraná (Curitiba/PR) – 2015 (em curso)
  • Graduação em Economia – Fundação Getúlio Vargas (São Paulo/SP) – 2011 a 2014.

4.    Qualificações

As qualificações representam, basicamente, aquilo que você está habilitado a fazer. Por exemplo:

  • Gestão de Pessoas: seleção de novos funcionários, desenho de plano de carreira, administração de pessoas.
  • Finanças: controladoria, fluxo de caixa, folha de pagamentos, relacionamento com fornecedores.

Não precisa fazer uma lista muito grande, mesmo que sejam importantes. Escolha apenas aquelas que têm a ver com a empresa onde você está concorrendo a uma vaga.

Veja também: O que colocar no perfil profissional do currículo

5.    Experiência Profissional

Aqui devem entrar suas experiências de trabalho mais recentes e as mais relevantes. Esta lista deve ter, no máximo, cinco ou seis tópicos. A ordem deve ser sempre da mais recente para a mais antiga.

Os dados que devem aparecer são:

  • Nome da empresa onde trabalha ou trabalhou
  • Período em que trabalhou nesta empresa (ou se ainda está nela)
  • Brevíssima descrição da empresa
  • Último cargo ocupado ou função realizada
  • Descrição das suas atividades nesta empresa

Exemplo:

Cia. Gestão Integrada de Pessoas Ltda. (2011-2015)

Empresa especializada em consultoria de recursos humanos para grandes corporações.

Cargo: Gestor de contratos

Atividades: Gerenciamento e execução de contratos da empresa.

–       Identificação de riscos, custos e atividades envolvidas.

–       Desenvolvimento de relatórios de produção, com análise crítica e recomendações.

Se você ainda não tiver experiência profissional, veja: Como escrever meu primeiro currículo.

6.    Idiomas

Especifique o idioma que você domina e o grau de proficiência falada e escrita. Se não tiver domínio de outro idioma além do português, não inclua este campo.

7.    Cursos e outras atividades

Inclua apenas os cursos técnicos, experiências no exterior, ou participação em eventos relevantes para a vaga. Basta colocar o título, a instituição, o local e a data. Exemplo:

  • Curso de formação em Gestão Corporativa, pelo Instituto Internacional de Gestão de Pessoas. Fortaleza (CE), 2014.
  • Curso avançado de gerenciamento de pessoas, pela Associação Brasileira de Recursos Humanos. Florianópolis (SC), 2015.

Baixe aqui o modelo de currículo sugerido pelo Guia da Carreira

Veja também:

Aprenda a escrever um currículo simples e eficiente

Gostou das dicas sobre o que colocar no currículo? Compartilhe suas ideias conosco nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin