dcsimg

O que é Arquitetura, afinal? Descubra tudo sobre este curso

Veja o que se estuda, as modalidades de ensino e o que a carreira em Arquitetura reserva para os futuros profissionais!

Arquitetura

Projetar edifícios, pensar no desenho de praças, shopping centers, hospitais, intervenções urbanas, jardins, organização de interiores, desenhar fachadas: Arquitetura é mesmo para quem tem a mente criativa!

Em um país que cresce e se moderniza mesmo na crise, a profissão é cada vez mais valorizada. Há muita discussão a respeito do rumo das nossas cidades, ocupação dos espaços públicos, especulação imobiliária, etc., e isso não deve parar tão cedo!

O mercado também é forte nos ramos de decoração e design de interiores – duas áreas em que o conhecimento e envolvimento do arquiteto também são importantíssimos.

Com tantas oportunidades, o curso tem se tornado bastante popular. Hoje está entre os 15 mais procurados do Brasil, com mais de 160 mil alunos matriculados.

Para ajudá-lo a descobrir se Arquitetura é o que você procura, fomos atrás de tudo o que envolve essa graduação: disciplinas, alternativas de formação, faculdades e, principalmente, oportunidades no mercado de trabalho. Confira!

O curso de Arquitetura

O curso de Arquitetura – também chamado de Arquitetura e Urbanismo – é um bacharelado com cinco anos de duração.

Hoje é possível encontrá-lo em 352 faculdades espalhadas pelo Brasil. A maioria delas é particular – cerca de 83%.

São mais de 162 mil alunos matriculados: 13% nas públicas e 87% nas particulares.

Por falar em universidade pública, conseguir uma vaga aqui vai exigir muita, muita dedicação. A concorrência está entre as mais altas do Brasil. Para você ter uma ideia, a média nacional é de 33 candidatos por vaga – e a gente sabe que esse número pode ser bem maior em instituições mais prestigiadas!

Durante a graduação o aluno terá acesso a disciplinas que mesclam Ciências Exatas e Humanas. Ele irá conhecer desde a estrutura dos materiais de construção, especificações de relevo e dilatação, até a história da arte, do desenho e da arquitetura na humanidade.

Também terá que colocar muito a mão na massa! São diversas atividades em laboratórios de desenho, produção de maquetes, análise e teste de materiais, visitas a campo, etc.

Veja a seguir o que se estuda em Arquitetura:

Matérias do curso de Arquitetura

Repare como as disciplinas do curso de Arquitetura são diversificadas! A grade curricular pode mudar de acordo com a faculdade, claro, mas no geral o aluno irá se formar com os seguintes conhecimentos:

  • Acessibilidade na Construção Civil
  • Análise e Gestão Ambiental
  • Arquitetura de Interiores
  • Artes Plásticas
  • Cálculo
  • Climatização
  • Construções Sustentáveis
  • Desenho Artístico
  • Desenho Técnico
  • Engenharia de Avaliação
  • Gestão de Projetos
  • História e Teoria da Arquitetura
  • Introdução à Gestão de Projetos
  • Mecânica
  • Paisagismo
  • Patrimônio Cultural
  • Restauração
  • Planejamento Urbano e Regional
  • Projeto Arquitetônico
  • Projeto de Estruturas de Madeira
  • Projeto de Instalações Prediais
  • Resistência dos Materiais
  • Sistemas de Projeto CAD
  • Teoria das Estruturas
  • Urbanismo e Infraestrutura

Muitas disciplinas são desenvolvidas em laboratórios. Alguns dos que encontramos com mais frequência são:

  • Computação Gráfica
  • Maquetes e Modelos Físicos
  • Conforto Ambiental e Modelos Estruturais
  • Termoacústico
  • Luminotécnico
  • Instalações Hidráulicas
  • Instalações Elétricas
  • Arquitetura de Interiores
  • Construção, Revestimento e Acabamento

Formação alternativa em Arquitetura

Se você gosta de Arquitetura mas está interessado em apenas uma área específica da profissão, pode optar por uma formação mais rápida e focada nas necessidades do mercado de trabalho.

Estamos falando dos cursos superiores de tecnologia, também conhecidos como tecnólogos. Ligados à área de Arquitetura, encontramos dois:

  • Design de Interiores – para quem se interessa em trabalhar com projeto, criação e organização de espaços internos (empresas, residências, indústrias, espaços públicos, etc.).
  • Design de Produtos – para quem gosta de projetar móveis, eletrodomésticos e equipamentos em geral.

Tanto o curso de Design de Interiores como o de Design de Produtos são de nível superior. Isso significa que dá para usar o diploma para concorrer a uma vaga que exija esse nível de formação, inscrever-se em concursos públicos, dar aulas, entrar em pós-graduações, etc.

Ambos têm tempo médio de formação de dois anos. O curso de Design de Produtos está disponível apenas na modalidade presencial, enquanto o de Interiores pode ser feito também a distância.

Mercado de trabalho para arquitetos

O mercado de trabalho para arquitetos é bom, mas com um detalhe importante: aqui grande parte dos profissionais é autônoma, ou seja: trabalha por conta própria, muitas vezes por projeto.

Mesmo em escritórios de arquitetura, essa é uma prática comum.

Para se dar bem na área é preciso desenvolver um certo jogo de cintura e ter um forte olhar empreendedor. O destino de muitos profissionais é abrir o seu próprio escritório.

O mercado é bastante competitivo. Por sorte, a área de atuação é bem diversa. Podemos encontrar arquitetos em:

  • Projeção de edifícios comerciais e residenciais
  • Projeção de espaços públicos
  • Projeção de casas
  • Planejamento e gerenciamento de reformas
  • Execução e acompanhamento de obras
  • Paisagismo
  • Design de interiores
  • Decoração
  • Desenho de móveis planejados
  • Na administração pública, definindo políticas de uso e conservação dos espaços públicos

Quanto custa estudar Arquitetura

Estudar Arquitetura em uma faculdade particular requer um bom investimento. O valor médio das mensalidades em todo o País é de R$ 1.000. Com um pouco de pesquisa, é possível encontrar alternativas mais baratas, na casa dos R$ 700, ou bem mais caras, acima de R$ 3.000.

Há algumas opções interessantes para quem quer estudar a distância. Na Universidade Norte do Paraná (UNOPAR),  por exemplo, dá para fazer o curso na modalidade semipresencial. Lá, 46% das aulas podem ser feitas remotamente, por meio de um ambiente virtual de aprendizagem, e os outros 54% são feitos presencialmente, nos polos de apoio presencial que a faculdade disponibiliza em várias regiões do Brasil. As mensalidades costumam ser bem mais em conta que as dos cursos presenciais. Consulte o polo da mais próximo da sua casa para saber o valor exato.

Como se tornar arquiteto

Para atuar como arquiteto é obrigatório ter diploma de curso superior em Arquitetura e, com ele, obter o registro profissional no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU).

Há diversas opções de faculdades espalhadas pelo País, inclusive a distância (veja no tópico acima). O importante é verificar se a instituição tem o aval do Ministério da Educação (MEC) para funcionar – é o que garante a validade do diploma para poder atuar como arquiteto. Fique ligado.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Arquitetura e Urbanismo:

Veja também:

Qual é o salário de Arquitetura?

Está tudo claro a respeito da Arquitetura? Tem mais alguma dúvida? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin