dcsimg

O que faz um Biomédico?

Veja como é o dia a dia dos profissionais de Biomedicina e descubra onde estudar para ingressar nesta carreira!

Biomedicina

O biomédico pesquisa as causas e a cura de doenças que afetam os seres humanos. É uma carreira que tem bastante conteúdo de Biologia, Medicina e Farmácia, além de inúmeras áreas de atuação. Dentre as mais conhecidas, podemos citar:

  • Análises Clínicas
  • Acupuntura
  • Biossegurança
  • Estética
  • Embriologia e Reprodução Humana
  • Genética
  • Microbiologia
  • Saúde Pública
  • Toxicologia

Para a maioria dos biomédicos em exercício atualmente, boa parte do trabalho diário é preenchida com atividades de pesquisa e análise. Eles detectam anomalias em amostras de sangue, de alimentos, de plantas, de tecido animal ou humano, enfim, qualquer material biológico que possa ser analisado em laboratório.

É uma carreira que vem se tornando muito popular no Brasil ao longo dos anos, impulsionada por novas descobertas científicas, pelo crescimento das pesquisas de tratamento genético (células-tronco), tratamentos de fertilidade, descoberta e cura de novas doenças e a necessidade de criar ou melhorar vacinas.

Descubra em detalhes o que faz um biomédico, quais são seus campos de trabalho e onde estudar para seguir esta carreira!

A profissão de Biomedicina

A Biomedicina é uma área bastante diversificada e oferece aos seus profissionais mais de 30 habilitações possíveis, que vão da Genética à Biossegurança, passando pela Estética, Hematologia (estudo do sangue) e Biofísica.

O biomédico pode acumular várias habilitações diferentes. Para isso, é preciso fazer estágios, pós-graduações, concursos, provas e seguir todas as exigências do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM)

A maior parte dos profissionais trabalha em laboratórios de Análises Clínicas, pesquisando, identificando e classificando microrganismos que causam doenças em seres humanos, animais e plantas. Outro ponto forte da carreira é o desenvolvimento ou aperfeiçoamento de tratamentos, remédios e vacinas. Mas outros campos de atuação do biomédico estão crescendo bastante no Brasil. Veja alguns:

  • Indústria Cosmética: o biomédico pesquisa fórmulas biológicas mais sofisticadas que possam ser aplicadas em tratamentos estéticos.
  • Indústria Alimentícia e de Laticínios: desenvolve análises químicas e biológicas para controlar contaminação nos alimentos.
  • Reprodução Humana: manipula embriões que posteriormente poderão ser fecundados. É uma área em destaque no Brasil.
  • Manipulação Genética: o biomédico pode fazer exames de DNA, investigar causas de doenças genéticas, fazer pesquisas com células-tronco.
  • Setor Público: em agências de vigilância sanitária (como a ANVISA, por exemplo), tem crescido a demanda por esses profissionais. Eles atuam no monitoramento de empresas e produtos para evitar riscos à saúde pública.

A Biomedicina é uma atividade regulamentada. Isso significa que somente aqueles que possuem um diploma superior na área e registro no conselho de classe podem exercer a profissão.

Dúvida: Biomedicina ou Farmácia?

Uma dúvida muito comum para quem está começando a se interessar por essa área é a diferenciação entre os cursos de Biomedicina e Farmácia.

Na prática, os dois têm muitas semelhanças: podem trabalhar em laboratórios, indústria cosmética e de alimentos. Também assumem pesquisa de novos medicamentos, analisam reações químicas, etc.

O que diferencia, na verdade, é a natureza da atividade. Enquanto o biomédico trabalha com uma forte base de Biologia, o farmacêutico vai mais pelo caminho da Química. O primeiro pode pesquisar e desenvolver uma vacina contra a gripe usando como base a reação entre diferentes agentes biológicos, por exemplo. No mesmo cenário, o farmacêutico desenvolveria um medicamento usando elementos químicos para aliviar os sintomas da gripe. Percebeu a diferença?

Como se tornar Biomédico

Para entrar nesta carreira, você vai ter que estudar por quatro anos em uma faculdade de Biomedicina. O curso é repleto de atividades de laboratório. É que o foco da profissão é a pesquisa, identificação e classificação de microrganismos que causam doenças, além da busca contínua por novas formas de tratamentos, remédios e vacinas.

Durante a graduação, prepare-se para dedicar bastante tempo também à leitura e à pesquisa acadêmica. É uma atividade para quem é curioso, paciente e criterioso. Veja um exemplo de disciplinas que você vai poderá ter ao longo do curso:

  • Análises Bioquímicas
  • Anatomia
  • Bacteriologia
  • Biofísica
  • Bioquímica
  • Biossegurança
  • Bromatologia (alimentos e suas composições químicas)
  • Diagnóstico por Imagem
  • Epidemiologia e Saúde Ambiental
  • Ética e Legislação Biomédica
  • Genética
  • Imunologia
  • Microbiologia

O curso de Biomedicina também pode ser feito a distância. Essa modalidade segue uma grade curricular semelhante à da graduação presencial e também tem muitas atividades de laboratório, que ocorrem nos polos de apoio da faculdade espalhados pelo País.

A formação é oferecida por apenas uma universidade, o Centro Universitário Claretiano (CEUCLAR). Para participar é preciso checar se a instituição oferece polo na sua cidade ou nas cidades próximas. O diploma tem a mesma validade de um curso presencial.

Onde estudar

O curso de Biomedicina está disponível nas principais faculdades particulares do Brasil. Nas públicas, a oferta ainda é pequena e a concorrência é alta. De qualquer forma, você deve sempre procurar uma instituição reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC).

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Biomedicina:

Veja também:

Quanto ganha um biomédico?

Ficou interessado em trabalhar como biomédico? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin