dcsimg

O que faz um engenheiro químico?

Descubra em quais áreas um engenheiro químico pode atuar e como é o trabalho deste profissional na prática!

tecnico-quimica

O engenheiro químico trabalha com a extração de matérias-primas e com a transformação físico-química de materiais para o desenvolvimento dos mais diversos produtos de nosso dia-a-dia.

Ele pode atuar, por exemplo, no sistema de tratamento de gases e líquidos em uma indústria de fertilizantes, desenvolver novas tecnologias para a produção de pisos cerâmicos, supervisionar o processo produtivo de medicamentos, planejar a construção de uma usina de mineração e muito mais.

Descubra em quais áreas um engenheiro químico pode atuar e como é o trabalho deste profissional na prática!

O que faz um engenheiro químico?

O mercado de trabalho para um engenheiro químico é bastante amplo. Isto se deve ao fato do engenheiro químico trabalhar basicamente com processos de industrialização, ou seja, na fabricação de praticamente todo tipo de produto.

O engenheiro químico projeta, constrói e opera plantas industriais. Também desenvolve e supervisiona os processos de fabricação de produtos nas indústrias dos mais diversos tipos, como por exemplo:

  • Alimentícia
  • Farmacêutica
  • De papel e celulose
  •  De tintas e vernizes
  • Petroquímica
  • De Biotecnologia
  • De polímeros
  • Cosmética
  • De Materiais de Construção
  • Têxtil
  • De Produtos de Limpeza

Independentemente do tipo de indústria em que o engenheiro químico irá trabalhar, podemos citar quatro áreas de atuação deste profissional:

Projetos

O engenheiro químico trabalha com processos químicos em grande escala. Ele projeta e dirige a construção de fábricas, usinas e estações de tratamento de resíduos.

Também determina procedimentos de segurança, logística, estocagem e movimentação de materiais conforme o tipo de indústria. Cuida também de projetos de expansão de indústrias químicas.

Além disso, quando uma empresa pretende lançar um novo produto é preciso o desenvolvimento de um projeto e a criação de um protótipo. O engenheiro químico pode atua na gestão de projetos de criação de novos produtos, além do aprimoramento de produtos existentes.

Desenvolvimento

Grande parte do trabalho de um engenheiro químico está no desenvolvimento de novos produtos. Ele realiza experimentos com os mais diversos tipos de materiais e testes de reação físico-química destes materiais com diferentes agentes químicos.

Com base nesses experimentos, cria novos produtos e realiza testes de qualidade e resistência para definir como e em quais situações ele pode ser utilizado.

O engenheiro químico é responsável também por verificar a viabilidade técnica e econômica do processo de fabricação destes novos produtos.

Além de criar novos produtos, o engenheiro químico está sempre buscando aperfeiçoar e aprimorar as técnicas de produção. Ele pesquisa tecnologias mais eficientes e econômicas para aplicar nos processos de fabricação e transformação de materiais.

Com produtos já existentes, o engenheiro químico verifica a possibilidade de novas utilizações.

Também faz parte do trabalho do engenheiro químico desenvolver novas tecnologias de extração de matérias-primas.

Processo Industrial

O engenheiro químico participa de todas as etapas do processo industrial de fabricação de um produto.

Seu trabalho inicia com o planejamento das operações industriais, definindo quais equipamentos serão utilizados em cada etapa da produção. O dimensionamento dos equipamentos é uma etapa importantíssima de qualquer processo industrial. O engenheiro químico realiza o planejamento da quantidade e tipo de equipamentos a serem utilizados, especifica o tipo, tamanho e condições das construções que servirão para armazenar os produtos.

Ele coordena as equipes de trabalho para conduzir os processos químicos dentro das normas de segurança, higiene, meio ambiente e qualidade. Orienta e supervisiona os processos de manuseio e estocagem de produtos e materiais para evitar qualquer risco de contaminação.

Representa a empresa junto a órgãos governamentais com o objetivo de obter autorizações e licenças no que diz respeito à produção e transporte de produtos químicos e instalações de indústrias químicas. Também atua na elaboração e aprovação da documentação necessária para importação e exportação de produtos químicos.

O engenheiro químico também estuda métodos para aumentar a produtividade e reduzir custos. Aplica estes métodos e avalia seu desempenho observando se houve alguma melhora na produção sem que isso afete a qualidade dos produtos.

Meio Ambiente

O engenheiro químico também deve estar atento à preservação do meio ambiente. Ele define normas e métodos de preservação em toda a cadeia produtiva de uma empresa.

Desenvolve e implementa tecnologias de reciclagem e tratamento de resíduos industriais. Faz também o reaproveitamento de alguns resíduos. Para aqueles itens que já não terão serventia nos processos produtivos, define o tratamento correto de modo a não afetar a região onde está instalada a indústria.

Além disto, ele desenvolve tecnologias limpas para todos os procedimentos dentro da indústria.

No que diz respeito à extração de matéria-prima, o engenheiro químico tem a responsabilidade de criar técnicas a fim de causar o menor impacto possível na biodiversidade do local, além de propor e aplicar medidas de recuperação destas áreas.

O engenheiro químico também é responsável por adequar os processos produtivos com o objetivo de controlar a emissão de poluentes.

Veja também:

  • Quanto ganha um engenheiro químico?

Ficou interessado na rotina de trabalho de um engenheiro químico? Deixe seu comentário aqui!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin