dcsimg

Descubra como é a carreira em Psicomotricidade

Saiba como se tornar um profissional da área de Psicomotricidade. Veja quais são os campos de atuação e confira os cursos que preparam para esta carreira!

Brinquedos, jogos, desafios. Essas são algumas das ferramentas utilizadas pelos profissionais que atuam com Psicomotricidade. Seu campo de estudo é o ser humano e a forma como ele se relaciona com o mundo e consigo mesmo por meio do corpo em movimento.

O psicomotricista observa seu paciente, estimula-o a alcançar novos limites e trabalha de forma lúdica a fim de entender os aspectos emocionais que possam ter impacto no desenvolvimento. Além de escolas, os psicomotricistas atuam em hospitais e clínicas, com crianças, jovens, adultos e idosos.

Os estudos sobre a Psicomotricidade chegaram ao Brasil no final dos anos 1960 e hoje integram o currículo de muitas graduações. A formação profissional se dá principalmente a partir de cursos de pós-graduação.
Conheça mais sobre a Psicomotricidade e as possibilidades desta profissão. Veja como ingressar nessa carreira e confira algumas opções de universidades onde estudar!

O que é Psicomotricidade

Psicomotricidade é a ciência que busca entender os aspectos emocionais, cognitivos e motores nas diversas etapas da vida do ser humano. O ponto de partida é uma visão global pessoa e busca entender especialmente três aspectos: o movimento do corpo, o desenvolvimento intelectual e o lado afetivo e emocional.

A base científica da Psicomotricidade é construída sobre conhecimentos de disciplinas como Biologia, Psicologia, Psicanálise, Sociologia, Linguística e outras. O surgimento foi na França, há mais de um século.

No Brasil, a Psicomotricidade chegou no final da década de 1960 e passou a ganhar cada vez mais espaço a partir dos anos 1970.

A atuação dos psicomotricistas pode se dar em diferentes linhas, como por exemplo: educativa, reeducativa, terapêutica, relacional, aquática e outras. Saiba mais a seguir.

Quais são os campos de atuação profissional em Psicomotricidade

De acordo com a Associação Brasileira de Psicomotricidade, os campos de atuação profissional para quem tem formação na área são:

  • Psicomotricidade Educacional: ensino básico e ensino superior, incluindo educação especial e outras modalidades.
  • Psicomotricidade Hospitalar: UTI, ambulatórios, enfermarias e brinquedotecas.
  • Psicomotricidade Empresarial: ergomotricidade e psicomotricidade aquática.
  • Terapia Psicomotora: saúde mental e gerontopsicomotricidade.

Na Educação, as ações de Psicomotricidade estão relacionadas a dificuldades de aprendizagem – inibição, instabilidade e Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), por exemplo. Na educação especial, os profissionais procuram ampliar as possibilidades de seus pacientes. Na saúde, a Psicomotricidade pode ajudar a reabilitar movimentos e a reação psicomotora.

A profissão de psicomotricista ainda não está regulamentada. Mas já existe um projeto de lei, em tramitação na Câmara dos Deputados, que tem por objetivo regulamentar a profissão e criar os conselhos regionais e federal de Psicomotricidade.

Como ingressar na carreira em Psicomotricidade

Para atuar na profissão de psicomotricista, você pode percorrer diversos caminhos – todos irão passar por um curso de graduação e uma pós-graduação. Confira os passos necessários:

Graduação

Na base de dados do Ministério da Educação (MEC) há apenas um curso de graduação em Psicomotricidade, no Centro Universitário Hermínio da Silveira (UNI IBMR), que não tem oferta de turmas no momento.

A disciplina de Psicomotricidade faz parte do currículo de cursos de graduação como Dança, Educação Física, Fisioterapia, Fonoaudiologia e Pedagogia, por exemplo. Esses cursos superiores podem ser o ponto de partida para a formação em Psicomotricidade. A carreira também pode ser seguida por profissionais com formação em Enfermagem, Medicina, Música-Musicoterapia, Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e outras.

Pós-graduação em Psicomotricidade

Há mais de 70 cursos de especialização em Psicomotricidade autorizados pelo MEC. A carga horária varia de 360 a 640 horas/aula, dependendo da instituição.

Além disso, existem cerca de 30 tipos de cursos de pós-graduação que enfocam o tema de forma combinada a outras áreas do conhecimento, principalmente Educação. Veja alguns exemplos:

  • Educação Especial e Psicomotricidade
  • Educação Física Escolar, Psicomotricidade e Ludopedagogia
  • Educação Infantil e Psicomotricidade Escolar
  • Gestão Esportiva: Ênfase em Psicomotricidade e Inclusão
  • Neuropsicomotricidade
  • Neuropsicopedagogia e Psicomotricidade
  • Psicomotricidade e Neurociências
  • Psicomotricidade Educacional
  • Psicomotricidade Funcional
  • Psicomotricidade – Abordagem Clínica e Institucional
  • Psicomotricidade Relacional
  • Psicomotricidade, Corpo e Movimento

As disciplinas podem variar de acordo com o curso, mas de um modo geral combinam uma base teórica com práticas utilizadas nos tratamentos, além de estágio supervisionado.

Confira algumas disciplinas que podem ser encontradas nos currículos de pós-graduação em Psicomotricidade:

  • Análise e Intervenção nas Alterações do Movimento: da Neonatologia à Gerontomotricidade
  • Avaliação Psicomotora
  • Desenvolvimento Psicomotor
  • Dinâmica de Entrevistas para Crianças, Adolescentes e Adultos
  • Educação Psicomotora
  • Epistemologia da Psicomotricidade
  • Estágio Supervisionado
  • Fisiologia do Movimento
  • Fundamentos de Psicanálise
  • Neuropsiquiatria
  • Oficina de Consciência Corporal
  • Oficina do Lúdico e o Brincar
  • Práticas em Sensibilização Corporal
  • Psicomotricidade e a Família
  • Psicomotricidade Hospitalar
  • Técnicas de Respiração e Relaxamento
  • Terapia Psicomotora

Qual faculdade fazer para seguir carreira em Psicomotricidade

Como mencionamos, apenas uma universidade está credenciada pelo MEC para oferecer graduação em Psicomotricidade, mas não há turmas abertas no momento.

Isso não impede de você começar sua formação a partir de outras graduações que têm ligação com a área, como por exemplo: Medicina, Fisioterapia, Educação Física, Fonoaudiologia, Psicologia ou Pedagogia, entre tantas outras.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores que podem ser o trampolim para sua especialização em Psicomotricidade:

Onde fazer a especialização em Psicomotricidade

Existem centenas de instituições credenciadas pelo MEC para oferecer curso de pós-graduação em Psicomotricidade. Confira alguns exemplos:

Veja também:

4 profissões em alta na área da saúde

Pretende se especializar em Psicomotricidade? Em qual graduação pretende entrar? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin