dcsimg

Saiba tudo sobre o curso de Fisioterapia da Anhanguera

Veja como funciona a graduação em Fisioterapia da Anhanguera. Confira o currículo, onde estudar e como financiar seus estudos!

Fisioterapia Anhanguera

A graduação em Fisioterapia prepara profissionais capazes de diagnosticar e tratar problemas relacionados ao movimento do corpo humano. O estudante aprende a prevenir doenças, reabilitar pacientes e prestar atendimento junto a profissionais de diversas áreas da Saúde, como Ortopedia, Traumatologia, Cardiologia e Pneumologia, entre outras.

A profissão é regulamentada. Para exercê-la é preciso ter diploma de um curso superior em Fisioterapia reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e fazer o registro profissional no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito).

O Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) tem autorização do MEC e toda a infraestrutura necessária para oferecer a graduação em Fisioterapia.

Conheça mais sobre o curso de Fisioterapia da Anhanguera, as matérias que fazem parte do currículo e as atividades práticas. Veja também onde estudar e quanto é preciso investir para ingressar nesta carreira!

Quanto tempo dura o curso de Fisioterapia da Anhanguera

Na Anhanguera, a graduação em Fisioterapia tem duração de cinco anos. Os cursos são oferecidos apenas na modalidade presencial, em cidades de sete estados brasileiros. Dependendo da unidade, pode-se encontrar turmas matutinas ou noturnas.

O que se estuda no curso de Fisioterapia da Anhanguera

O curso de Fisioterapia é do tipo bacharelado, ou seja, proporciona uma formação generalista com a qual o estudante poderá atuar em diversas áreas da profissão.

Uma das características do curso de Fisioterapia é equilibrar matérias teóricas e práticas, afinal o trabalho do fisioterapeuta é estar em contato próximo com seus pacientes.

O curso de Fisioterapia da Anhanguera atende às diretrizes curriculares do MEC, que determina que as matérias desta graduação cubram as seguintes áreas:

  • Biológicas: estudam o corpo humano, sua anatomia, fisiologia, órgãos e sistemas.
  • Humanas e Sociais: tratam do contexto social, cultural, antropológico e psicológico do ser humano.
  • Biotecnológicas: abordam os recursos tecnológicos voltados à Fisioterapia.
  • Fisioterapêuticas: são as matérias específicas da Fisioterapia, seus métodos de diagnóstico e tratamentos.

Os primeiros anos de Fisioterapia são repletos de matérias das áreas de Biologia e Saúde. Por isso, a base teórica traz conteúdos como:

  • Formação Integral em Saúde
  • Genética e Qualidade de Vida
  • Políticas Públicas
  • Primeiros Socorros
  • Saúde Coletiva

Além de aprender sobre moléculas, células e genética, o estudante terá contato com matérias teóricas e práticas sobre a anatomia e fisiologia de diferentes aparelhos e sistemas do corpo humano. Confira as matérias deste campo:

  • Aparelho Locomotor – Membros Inferiores e Coluna Vertebral
  • Aparelho Locomotor – Membros Superiores, Cabeça e Tronco
  • Sistemas Digestório, Endócrino e Renal
  • Sistemas Imune e Hematológico
  • Sistemas Nervoso e Cardiorrespiratório
  • Sistemas Tegumentar, Locomotor e Reprodutor

Tratar um atleta é bem diferente de atender um idoso ou um paciente de UTI. Por isso, o curso traz matérias específicas para cada uma dessas situações, como por exemplo:

  • Fisioterapia Cardiopulmonar na Saúde do Adulto
  • Fisioterapia em Unidade Hospitalar
  • Fisioterapia Musculoesquelética na Saúde do Adulto
  • Fisioterapia na Saúde da Criança e do Adolescente
  • Fisioterapia na Saúde da Mulher
  • Fisioterapia na Saúde do Adulto na Atenção Primária, Secundária e Terciária
  • Fisioterapia na Saúde do Atleta
  • Fisioterapia na Saúde do Idoso
  • Fisioterapia na Saúde do Neonato
  • Fisioterapia na Saúde do Trabalhador

Além de aprender a diagnosticar disfunções no movimento, o estudante vai dedicar boa parte de sua formação às práticas terapêuticas, em matérias como:

  • Práticas Fisioterapêuticas na Atenção Primária
  • Práticas Fisioterapêuticas na Atenção Secundária e Terciária
  • Recursos Terapêuticos Bioelétricos/Térmicos/Mecânicos
  • Recursos Terapêuticos Manuais
  • Prótese e Órtese

O trabalho do fisioterapeuta envolve o contato direto com as pessoas, lidando com expectativas e ansiedades, buscando compreender e minimizar as frustrações de seus pacientes. Por isso, o curso traz matérias que abordam a formação em humanidades:

  • Ética, Política e Sociedade
  • Homem, Cultura e Sociedade
  • Responsabilidade Social
  • Psicologia Aplicada à Saúde

Como funciona o estágio em Fisioterapia da Anhanguera

Se o curso de Fisioterapia já é marcado pelo lado prático, os estágios são mais uma oportunidade de ter contato com o dia a dia da profissão. Na Anhanguera, são quatro disciplinas voltadas ao estágio em diferentes áreas:

  • Ambulatorial I
  • Ambulatorial II
  • Hospitalar
  • Atenção Básica

Os estágios podem ser realizados nas clínicas-escolas das próprias unidades de ensino. O estudante tem à disposição toda a estrutura necessária para aprender e praticar o atendimento aos pacientes, sempre com acompanhamento e supervisão de professores.

Como é o trabalho de conclusão do curso de Fisioterapia na Anhanguera

Para se formar, o estudante deve passar por um processo de pesquisa, execução e defesa do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). O currículo destina duas disciplinas específicas para isso:

  • TCC 1: aqui o estudante aprende a montar seu trabalho, desde a escolha do assunto, localização de livros e mapeamento de fontes. Já começa até a escrever a parte introdutória, na linguagem dos trabalhos científicos.
  • TCC 2: nesta etapa o estudante coleta e analisa os dados de sua pesquisa. Depois, termina de escrever o trabalho e apresenta os resultados a uma banca de professores.

Aprovado o trabalho, é só partir para a formatura!

Onde encontrar o curso de Fisioterapia da Anhanguera

Se você se interessou em estudar Fisioterapia na Anhanguera, a boa notícia é que o curso está disponível em vários estados brasileiros. Veja só:

  • Distrito Federal: Brasília e Taguatinga
  • Goiás: Anápolis
  • Mato Grosso do Sul: Campo Grande
  • Rio de Janeiro: Niterói
  • Rio Grande do Sul: Caxias, Pelotas, Porto Alegre e Rio Grande
  • Santa Catarina: Joinville e São José
  • São Paulo: Bauru, Campinas, Guarulhos, Indaiatuba, Limeira, Osasco, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santa Bárbara d’Oeste, Santo André, Sorocaba, Sumaré, São Bernardo do Campo, São José dos Campos, São Paulo, Taboão da Serra e Taubaté

Quanto custa estudar Fisioterapia na Anhanguera

A faculdade de Fisioterapia na Anhanguera tem mensalidades entre R$ 700 e R$ 1.200, dependendo da região onde o curso é oferecido.

Para saber exatamente quanto você terá que investir, entre em contato com a unidade de ensino onde quer estudar.

Como financiar seu curso de Fisioterapia na Anhanguera

A Anhanguera oferece várias alternativas que podem ajudar você a encaixar as mensalidades de Fisioterapia no orçamento:

  • Bolsas de estudos: são convênios com empresas e organizações para conceder bolsas de estudos condicionadas ao desempenho acadêmico.
  • Parcelamento Estudantil Privado (PEP): é uma alternativa de financiamento para quem já está matriculado na Anhanguera. O estudante pode financiar até 70% dos cursos e pagar depois de se formar.

Além disso, vale conferir os programas do Governo Federal de acesso ao ensino superior, voltados a estudantes de baixa renda:

  • ProUni: oferece bolsas integrais e parciais em faculdades privadas. Para participar, é preciso atender aos requisitos mínimos de escolaridade e renda familiar. É obrigatório ter participado do Enem mais recente com pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. O ProUni é destinado a quem ainda não tem diploma de nível superior.
  • FIES: é um programa de financiamento estudantil a juros baixos. O estudante só começa a pagar a dívida depois de se formar. Para ter acesso é preciso atender aos requisitos de renda e ter realizado alguma prova do Enem a partir de 2010, com pelo menos 450 pontos na média geral e nota maior que zero na redação.

Como ingressar no curso de Fisioterapia da Anhanguera

A Anhanguera oferece várias formas de ingresso no curso de Fisioterapia:

  • Vestibular “Portas Abertas”: é uma forma flexível em que o candidato agenda a prova no site da Anhanguera, paga uma taxa e vai até a unidade de ensino fazer o exame. O resultado sai em poucos dias e, obtida a pontuação necessária, basta fazer a matrícula.
  • Nota do Enem: o estudante pode utilizar sua nota do Exame Nacional do Ensino Médio para ingressar no curso. Cada unidade determina a pontuação mínima.
  • Transferência: se você já cursa Fisioterapia, pode pedir transferência para a Anhanguera e receber uma série de benefícios, como abono na matrícula. Confira as datas e as regras no site.

Mais informações sobre o curso de Fisioterapia da Anhanguera

Para obter mais informações sobre o curso de Fisioterapia, acesse o site da Anhanguera.

Veja também:

Quanto ganha um fisioterapeuta

E então, gostou de conhecer o curso de Fisioterapia da Anhanguera? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin