dcsimg

Aquicultura

Entenda como funciona o curso de tecnólogo em Aquicultura e saiba onde estudar esta graduação!

aquicultura

Aquicultura é a ciência que estuda e desenvolve técnicas de cultivo e reprodução de organismos aquáticos, como peixes, moluscos, algas, crustáceos e até tartarugas ou jacarés.

Este cultivo deve ser realizado em condições adequadas, com controle de iluminação e temperatura da água, podendo ocorrer em água doce ou salgada (onde recebe o nome de maricultura). Um dos principais objetivos da Aquicultura é garantir produtos para o consumo com maior controle e regularidade.

O tecnólogo em Aquicultura é o profissional responsável pela produção de peixes e outros organismos aquáticos. Seu campo de atuação vai desde a produção até a distribuição dos produtos, passando pelas etapas de abate, processamento e comercialização.

Conheça o curso de tecnólogo em Aquicultura, entenda como está o mercado de trabalho para este profissional e veja onde estudar!

Sobre o Curso de Tecnólogo em Aquicultura

O curso de tecnólogo em Aquicultura tem a duração de dois e meio a três anos e é oferecido somente na modalidade presencial.

Nos primeiros semestres do curso, o estudante tem disciplinas básicas como Matemática, Física, Informática, Química, Estatística e Biologia. Essa base é importante, pois prepara o aluno para as disciplinas de formação específicas que envolvem vários aspectos do cultivo de organismos aquáticos, tais como:

  • Nutrição, doença e tratamento de animais aquáticos
  • Construção de viveiros e tanques
  • Abate e processamento de organismos aquáticos
  • Comercialização de peixes
  • Qualidade da água e do solo
  • Tratamento de resíduos

Além dos conhecimentos necessários para criar estes animais, o curso de tecnólogo conta com disciplinas sobre gestão de negócios voltados à Aquicultura, como por exemplo: Legislação Ambiental, Planejamento da Produção, Licenciamento e Elaboração de Laudos.

O curso também oferece conhecimentos sobre Ecologia ou Geologia do ambiente aquático, fundamentais para que as ações de gerenciamento e exploração dos tanques, açudes, lagoas ou viveiros sejam executadas de forma sustentável.

Dentre as possibilidades de atuação do tecnólogo em Aquicultura, podemos citar:

  • Piscicultura: criação de peixes
  • Ostreicultura: criação de ostras
  • Ranicultura: criação de rãs
  • Mitilicultura: criação de mexilhões
  • Carcinicultura: criação de camarões
  • Cultivo de peixes ornamentais

Os cursos superiores de tecnologia são focados em uma área específica de atuação e, por isso, grande parte de sua carga horária é voltada para disciplinas práticas.

Para que o estudante do curso de tecnólogo em Aquicultura possa colocar seus conhecimentos em prática, o MEC exige que as instituições de ensino possuam, em sua estrutura, os laboratórios de:

  • Informática
  • Biologia
  • Físico-Química
  • Microbiologia
  • Vida Aquática

Ao final do curso o aluno deve realizar um estágio supervisionado na área ou elaborar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), dependendo da instituição de ensino escolhida.

O que se estuda no curso de Aquicultura

A matriz curricular do curso tecnológico em Aquicultura depende da instituição de ensino que oferece esta graduação. De modo geral, as seguintes disciplinas fazem parte do curso:

  • Abate e Processamento de Organismos Aquáticos
  • Aquicultura Sustentável
  • Bioclimatologia
  • Bioquímica
  • Bromatologia de Organismos Aquáticos (estudo dos alimentos)
  • Carcinicultura (criação de camarões)
  • Construção de Açudes e Barragens
  • Criação Ornamental de Organismos Aquáticos
  • Cultivo de Plâncton e Vegetais Aquáticos
  • Doenças e Tratamentos de Organismos Aquáticos
  • Ecologia
  • Economia dos Recursos Naturais
  • Entomologia Aquática (estudo dos insetos)
  • Estatística
  • Física
  • Fisiologia
  • Geologia de Ambientes Aquáticos
  • Gestão do Negócio da Aquicultura
  • Hidráulica e Topografia
  • Ictiologia (estudo dos peixes)
  • Informática
  • Instalação e Construção de Tanques e Viveiros
  • Legislação Ambiental
  • Licenciamento e Elaboração de Laudos Profissionais
  • Limnologia (estudo dos lagos)
  • Matemática
  • Mercado e Comercialização de Organismos Aquáticos
  • Microbiologia
  • Nutrição Animal
  • Planejamento da Produção na Aquicultura
  • Piscicultura
  • Qualidade da Água
  • Qualidade do Solo
  • Química
  • Ranicultura
  • Tratamento de Resíduos Sólidos e Líquidos
  • Zoologia

Mercado de Trabalho para Tecnólogos em Aquicultura

Profissionais formados em Aquicultura encontram um mercado em crescimento e com boas oportunidades de trabalho. O Brasil é um país com grande extensão litorânea , uma malha hidrográfica igualmente importante e, portanto, oferece potencial para o cultivo de animais aquáticos.

Especialistas afirmam que faltam profissionais com qualificação para a construção e administração de fazendas aquícolas, capazes de minimizar os custos de produção e reduzir os impactos ambientais.

Além de trabalhar em unidades de criação de animais aquáticos, o tecnólogo em Aquicultura pode atuar em instituições de ensino  como pesquisador ou professor.

Onde encontrar o curso de tecnólogo em Aquicultura

Atualmente no Brasil existem seis instituições de ensino credenciadas pelo MEC e em atividade que oferecem o curso tecnológico em Aquicultura. São elas:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Qual a diferença entre tecnólogo e bacharelado?

Você já conhecia o curso tecnológico em Aquicultura? Ficou interessado em seguir carreira nesta área? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin