dcsimg

Curso de Engenharia Aeronáutica

Conheça o curso de Engenharia Aeronáutica, onde estudar esta graduação e como está o mercado de trabalho!

engenharia-aeronautica

O curso de Engenharia Aeronáutica é do tipo bacharelado, com duração de 5 anos. São apenas 8 cursos em todo o Brasil. A Engenharia Aeronáutica é o ramo da Engenharia que se ocupa do projeto e da manutenção de aeronaves e do gerenciamento de atividades aeroespaciais.

O engenheiro aeronáutico projeta e participa da construção de todos os tipos de aeronave, como aviões, helicópteros, foguetes e satélites. É também responsável pela manutenção, reparos e inspeções periódicas da estrutura e dos equipamentos, como asas, motores e fuselagem. Cuida também dos sensores e instrumentos de controle. Pode gerenciar obras e serviços ligados à infraestrutura aeronáutica, como a construção de aeroportos e o gerenciamento de tráfego aéreo.

Saiba mais sobre o curso de Engenharia Aeronáutica, descubra onde estudar e como está o mercado de trabalho para quem se forma neste curso!

O curso de Engenharia Aeronáutica

Ao longo do curso de Engenharia Aeronáutica, o aluno estuda aerodinâmica, estruturas, mecânica do voo, motores e turbinas, além de desenvolver projetos de aviões relacionados a estas áreas.

O Brasil é dos poucos países que tem a capacidade de executar todas as fases do desenvolvimento de uma aeronave. O ingresso nesses cursos é disputado e eles são oferecidos por instituições privadas, públicas e também com vínculos militares.

Grade curricular de Engenharia Aeronáutica

Os dois primeiros anos das graduações em engenharia têm uma formação básica comum. O curso oferece base forte em Matemática, Física, Química e Computação, além de conhecimentos de disciplinas de humanidades.

Nos três últimos anos, o aluno de Engenharia Aeronáutica passa a ter disciplinas mais específicas, como Aerodinâmica, Estruturas, Motores e Turbinas, Mecânica do Voo e Projetos Aeronáuticos.

No quinto ano, os estudantes têm uma experiência profissional através de um estágio obrigatório, aprofundam seus conhecimentos em uma área cursando disciplinas optativas e produzindo o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Entre as disciplinas oferecidas estão:

  • Aerodinâmica Básica
  • Dinâmica de Veículos Aeroespaciais
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia de Sistemas
  • Estruturas Aeroespaciais
  • Gestão de Projetos
  • Mecânica dos Fluidos
  • Meio Ambiente e Sustentabilidade no Setor Aeroespacial
  • Princípios de Economia
  • Projeto e Construção de Aeromodelos
  • Propulsão Aeroespacial
  • Transferência de Calor e Termodinâmica Aplicada

Onde estudar

Entre as graduações em Engenharia Aeronáutica mais conhecidas e disputadas está o curso do Instituto Tecnológico de Aeronáutica, o ITA, em São José dos Campos, SP, ligado ao Comando da Aeronáutica. O ITA oferece aos seus alunos alimentação gratuita e moradia a baixo custo dentro do próprio campus.

Conheça todas as instituições reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de Engenharia Aeronáutica:

Públicas:

Privadas:

Você pode consultar todos os cursos de Engenharia Aeronáutica reconhecidos pelo MEC no portal e-mec http://emec.mec.gov.br .

Perfil do profissional

O aluno de Engenharia Aeronáutica precisa ter muita facilidade com as Ciências Exatas, gostar de aviões, helicópteros e foguetes, além de se interessar por grandes desafios. O engenheiro aeronáutico precisa ter raciocínio matemático e espacial, disponibilidade para viajar e conhecimento de línguas estrangeiras, especialmente o inglês. Mas, principalmente, deve gostar de resolver problemas e de aviões!

Mercado de trabalho

O engenheiro aeronáutico é procurado por diversas indústrias, principalmente as fábricas de aviões e helicópteros. Vale a pena lembrar que o Brasil está entre os maiores construtores de aviões do mundo. Outras importantes oportunidades de trabalho estão em:

  • Institutos de Pesquisa Aeroespacial
  • Empresas de transporte aéreo (de passageiros ou de cargas)
  • Empresas de manutenção de aeronaves
  • Fabricantes de peças aeronáuticas
  • Empresas de consultoria
  • Força Aérea Brasileira

O engenheiro aeronáutico, como acontece em todas as áreas da Engenharia, pode seguir dois caminhos: tornar-se um especialista em uma área técnica específica ou dedicar-se ao trabalho como gerente e líder de processos. Com a experiência, pode chegar a diretor da empresa onde atua ou a ser o maior especialista em sua área.

Escritórios de consultoria também demandam esse profissional, assim como a Agência Espacial Brasileira (AEB), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o Ministério da Aeronáutica. Nesse último caso, porém, os cargos são restritos aos militares.

Além de boa graduação, o mercado exige profissionais que dominem no mínimo o inglês e valoriza quem faz uma pós-graduação. São José dos Campos (SP), sede da Embraer e de um conglomerado de empresas do setor, é um grande polo empregador.

Quem faz Engenharia Aeronáutica pode atuar em setores como:

  • Coordenação de tráfego aéreo: Fiscaliza atividades aéreas e certifica aeronaves. Orienta o deslocamento de aeronaves, auxiliando nas operações de decolagem e pouso nos aeroportos e aumentando a segurança dos voos.
  • Engenharia espacial: Projeta satélites e foguetes, definindo os dados técnicos necessários à construção, lançamento e operação.
  • Manutenção: Coordena a realização de reparos, manutenção preventiva e inspeções periódicas das estruturas, dos sistemas e equipamentos de aeronaves.
  • Projeto: Desenha a estrutura e os componentes de aeronaves, definindo os materiais e os processos empregados na produção, realizando ensaios e testes antes da fabricação em escala industrial.
  • Sistemas: Projeta, constrói, testa e instala motores, instrumentos de controle e sensores em aeronaves.

Veja também:

Quanto ganha um Engenheiro?

Você se interessou pelo curso de Engenharia Aeronáutica? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin