dcsimg

Curso de Engenharia da Computação

Conheça o curso de Engenharia da Computação, o trabalho deste profissional e onde estudar!

computer_home

O curso de Engenharia da Computação é oferecido em grau bacharelado e dura em média 5 anos. Esta graduação é encontrada em universidades públicas e privadas, nas modalidades presencial e a distância. Durante o curso, o estudante lida com todos os aspectos do desenvolvimento de computadores, envolvendo equipamentos (hardware) e programas (software).

O engenheiro da computação é um profissional bastante disputado no mercado e pode alcançar altos salários. Ele é responsável por projetar, desenvolver e implementar equipamentos e dispositivos computacionais. Embora tenha uma formação generalista, envolvendo tanto equipamentos quanto sistemas, é na área de hardware que o engenheiro de computação atua com maior frequência.

Saiba mais sobre o curso de Engenharia de computação, o mercado de trabalho para este profissional que está em alta e onde estudar!

O curso de Engenharia da Computação

O curso de Engenharia da Computação tem duração média de 5 anos, confere o título de bacharel e em muitos casos é cursado em período integral. Pode ser encontrado nas modalidades presencial e a distância.

O diploma de Engenharia da Computação obtido a distância tem a mesma validade do presencial, desde que o curso seja reconhecido pelo MEC. Nessa modalidade, os alunos podem ter aulas pela internet, realizar atividades em chats e fóruns e discutir as matérias com colegas e professores. Para fazer as atividades práticas e provas finais, participar de laboratórios e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), é necessário comparecer a um polo de apoio presencial. Por isso, ao escolher seu curso de Engenharia da Computação a distância, é importante buscar uma faculdade que tenha polos de apoio próximos de sua casa. Assim você aproveita o que o ensino a distância tem de melhor: comodidade e economia de tempo com deslocamentos.

Assim como acontece com todas as engenharias, o curso de Engenharia da Computação tem uma carga horária intensa de disciplinas das Ciências Exatas, como Matemática e Física. A formação também apresenta disciplinas específicas ligadas à programação, robótica, eletrônica e redes de computadores.

Grade Curricular

O currículo de Engenharia da Computação depende da instituição de ensino que oferece o curso. De modo geral, encontramos as seguintes disciplinas:

  • Álgebra Linear
  • Algoritmos e Programação
  • Arquitetura de Computadores
  • Automação e Controle
  • Cálculo
  • Circuitos Digitais e Elétricos
  • Computação Gráfica
  • Eletrônica
  • Estrutura de Dados
  • Física
  • Geometria Analítica
  • Inteligência Artificial
  • Interface Humano Computador
  • Legislação e Propriedade Intelectual
  • Linguagem de Descrição de Hardware
  • Probabilidade e Estatística
  • Redes de Computadores e Internet
  • Robótica
  • Sistemas de Controle
  • Sistemas Digitais Programáveis
  • Sistemas Operacionais
  • Técnicas de Bancos de Dados

Onde Estudar Engenharia da Computação

Existem cerca de 40 instituições de ensino superior públicas e privadas autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Engenharia da Computação. Conheça algumas:

No site e-mec você pode consultar todas as faculdades de Engenharia de Computação autorizadas pelo MEC.

Perfil Profissional

Uma das principais atribuições do engenheiro da computação é solucionar problemas da vida real usando a computação. Para ser um bom profissional na área é preciso ter curiosidade, facilidade para resolver problemas, gostar de tecnologia, ter criatividade e sólidos conhecimentos em Ciências Exatas.

Outra característica importante para o profissional de Engenharia de Computação é saber inglês. Isso porque a maioria das linguagens de programação são escritas neste idioma, assim como boa parte da literatura da área (pesquisas, manuais, projetos).

Mercado de trabalho para quem faz Engenharia da Computação

A Engenharia da Computação é uma profissão em alta, o mercado está aquecido, faltam profissionais qualificados para preencher todas as vagas disponíveis.

De acordo com um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil precisará formar entre 70 mil e 95 mil engenheiros por ano até o 2020, quando o mercado deverá precisar de até 1,15 milhão de profissionais da Engenharia, incluindo engenheiros da computação.

É difícil imaginar uma empresa, de qualquer tamanho ou setor, que não precise de computadores e sistemas para funcionar. Por isso, o mercado de Tecnologia da Informação em geral está aquecido há anos e a expectativa dos especialistas é que ele não pare de crescer.

Remuneração

Por terem formação generalista e capacidade de gestão, além dos conhecimentos técnicos, os engenheiros da computação conseguem alcançar altos salários, mesmo em início de carreira. Esses profissionais podem atuar em órgãos públicos, do terceiro setor e em empresas privadas de qualquer ramo da economia.

A Engenharia conta com um Salário Mínimo Profissional definido por lei. A remuneração mínima que um engenheiro pode receber está vinculada ao salário mínimo vigente no País e depende da jornada diária de trabalho:

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos
  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos
  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

Veja também:

Engenharia

Você se interessou pelo curso de Engenharia da Computação? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin