dcsimg

Curso de Filosofia

O curso de Filosofia prepara o profissional para refletir sobre as questões mais profundas da existência. Saiba mais sobre esta graduação e veja onde estudar!

thinking_home

O curso de Filosofia dedica-se às questões mais profundas da vida em sociedade. Quem passa pelo curso de Filosofia tem contato com temas profundos e/ou polêmicos, como por exemplo:

  • Qual a diferença entre a Ciência e a Religião?
  • Para que serve a Arte?
  • As pessoas devem ter direito à Eutanásia?

Para responder a questões como essas, o estudante é estimulado a ler, pesquisar, confrontar respostas existentes e defender seu ponto de vista.

Ou seja, não há resposta simples quando se trata de Filosofia. Mas quem faz o curso atesta: é um processo estimulante, que ajuda a construir um pensamento cada vez mais rigoroso e crítico.

Como funciona o curso de Filosofia

O curso de Filosofia tem duração média de quatro anos. Esta graduação é oferecida na modalidade presencial e a distância, nas habilitações:

  • Licenciatura: habilita o profissional a lecionar Filosofia no ensino médio.
  • Bacharelado: forma o aluno para atuar na pesquisa.

O curso de Filosofia está geralmente organizado em dois eixos de disciplinas: Histórico e Sistemático.

Nas disciplinas do eixo Histórico, o aluno começa os estudos pelos filósofos antigos, como Platão e Aristóteles. Depois tem contato com as ideias de pensadores da Idade Média, da Era Moderna até chegar aos filósofos do nosso tempo.

O eixo Sistemático debate as questões que são formuladas em qualquer época da história e que permanecem relevantes. As principais matérias são:

  • Lógica: estuda a argumentação.
  • Ética: o que é o bem e o mal.
  • Estética: o que é o belo.
  • Filosofia da Ciência: como o conhecimento é produzido.
  • Filosofia Política: o que é o poder.
  • Metafísica: qual é o sentido da vida, o que é a identidade pessoal,

Filosofia é um curso que não requer laboratórios ou equipamentos científicos. Mas uma boa biblioteca é essencial. A graduação é feita em torno de livros, teses e artigos.

Outro processo importante do curso são os debates. Ou seja, não basta acumular uma carga de leitura: é preciso aprender a construir seu argumento. Por meio de seminários, o curso de Filosofia proporciona oportunidades para praticar a argumentação e o exercício do pensamento crítico.

O curso de Filosofia não produz um conhecimento pragmático, que dê soluções imediatas para problemas ou ofereça novos produtos ao mercado. A principal contribuição é transformar o indivíduo em uma pessoa capaz de fazer uma análise crítica, rigorosa e profunda em relação a questões das várias dimensões da existência humana: individual, social, política, econômica, artística e espiritual.

Diferenciais nos cursos de Filosofia

Para preparar melhor seus alunos, as universidades proporcionam atividades complementares, como por exemplo:

  • Idiomas: Alguns cursos incentivam que o aluno conheça o pensamento clássico greco-romano diretamente em suas fontes, ou seja, na língua original. Para isso, estimulam o aprendizado do grego e do latim.
  • Ocidente/Oriente: As linhas da Filosofia Ocidental são parte obrigatória dos cursos de Filosofia. Para ampliar a visão sobre outras culturas, algumas universidades oferecem disciplinas sobre Filosofia Oriental, Africana e Latino-Americana.
  • Curiosidade: A Filosofia exige um pensamento rigoroso, mas também a curiosidade e sensibilidade para os problemas atuais. Por isso, em diversos cursos o estudante tem a liberdade de complementar sua formação cursando disciplinas de qualquer área do conhecimento.
  • Extensão: Em algumas universidades os estudantes participam de projetos de extensão que oferecem cursos para a comunidade ou mostras de cinema que discutem temas da Filosofia.
  • Em campo: é comum que os estudantes participem de eventos externos como palestras, cursos, oficinas, visitas a museus e simpósios.

Um campo promissor: Licenciatura em Filosofia

Em 2008, a disciplina de Filosofia voltou a ser obrigatória no currículo do Ensino Médio, fato que ampliou o campo de atuação. De acordo com a Associação dos Professores de Filosofia e Filósofos do Estado de São Paulo (Aproffesp), com a Filosofia os estudantes leem mais, tornam-se mais críticos e defendem melhor suas ideias.

Na Licenciatura, o aluno deve cursar as disciplinas didáticas e pedagógicas, que vão prepará-lo para ser professor. O estudante também deve fazer estágio obrigatório em escolas  do ensino médio.

Mercado de trabalho para quem se forma em Filosofia

Um campo de trabalho que está se abrindo é na área tecnológica. É o caso, por exemplo, de empresas de comércio eletrônico, que coletam grande quantidade de dados, o chamado Big Data. Os profissionais da Filosofia são contratados para interpretar e tirar conclusões sobre  informações que não estão aparentemente relacionadas.

Nas organizações não governamentais, o profissional pode atuar em equipes multidisciplinares e executar projetos sociais.

No ambiente corporativo, os filósofos têm encontrado espaço como consultores, para falar sobre temas como ética, responsabilidade social, gestão do conhecimento e inovação.

Ao seguir a carreira acadêmica, com Mestrado e Doutorado, o profissional se qualifica para dar aulas em universidades. Também pode atuar na área cultural, ministrando cursos, escrevendo crítica de obras de arte e traduzindo obras filosóficas.

Onde estudar Filosofia

O curso de Filosofia é oferecido por centenas de instituições em todo o Brasil. Conheça algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem esta graduação:

Privadas:

Públicas:

Veja também:

Filosofia

Você tem interesse em fazer a graduação em Filosofia? Conta pra gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin