dcsimg

Descubra quanto custa uma faculdade de Gastronomia

Compare a mensalidade de Gastronomia em faculdades de todo o Brasil. Confira dicas para diminuir os custos mensais e financiar os estudos!

gastronomia

As mensalidades da faculdade de Gastronomia variam de acordo com o tipo de graduação: tecnológico ou bacharelado.

Os cursos tecnológicos de Gastronomia custam de R$ 340 a quase R$ 2.100. São graduações mais rápidas, de dois anos em média, e estão disponíveis em todas as regiões brasileiras.

Já as faculdades do tipo bacharelado custam de R$ 500 a R$ 1.500. O curso tem duração de quatro anos, mas há pouca oferta. Está disponível apenas nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul.

As mensalidades de Gastronomia têm valor diferente por vários motivos: a faculdade, a infraestrutura oferecida, a região e a popularidade da graduação, por exemplo. Uma faculdade pode até cobrar preços diferentes para o mesmo curso. É o caso de turmas diurnas e noturnas, ou de cursos localizados em campus da capital e do interior.

Para ajudar você a encontrar a faculdade de Gastronomia ideal, fizemos o levantamento das mensalidades em todas as regiões do Brasil. Veja também dicas para diminuir os gastos mensais ou financiar sua formação profissional!

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia na região Sudeste

Na região Sudeste, a faculdade de Gastronomia é encontrada principalmente na habilitação tecnológica. As mensalidades vão de R$ 350 até R$ 2.100. Confira exemplos de faculdades nos diferentes níveis de preço:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia abaixo de R$ 500:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 501 a R$ 1.000:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 1.001 a R$ 1.500:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 1.501 a R$ 2.000:

Faculdade tecnológica de Gastronomia acima de R$ 2.000:

Com mensalidade em torno de R$ 1.000, a região Sudeste conta também com uma faculdade de Gastronomia do tipo bacharelado:

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia na região Nordeste

Com o segundo maior número de faculdades de Gastronomia no País, a região Nordeste oferece cursos do tipo bacharelado e tecnológico. Os bacharelados estão disponíveis em universidades públicas. Já as faculdades tecnológicas têm mensalidades entre R$ 500 e R$ 1.000. Veja alguns exemplos:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 500 a R$ 1.000:

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia na região Sul

Na região Sul a faculdade de Gastronomia também é oferecida em grau tecnológico e bacharelado. As mensalidades das tecnológicas vão de R$ 500 até R$ 1.660. Veja exemplos:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 500 a R$ 1.000:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 1.001 a R$ 1.500:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 1.501 a R$ 2.000:

As faculdades de Gastronomia do tipo bacharelado têm mensalidades entre R$ 1.000 e R$ 1.500. Confira as opções:

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia na região Centro-Oeste

Na região Centro-Oeste, o estudante que busca uma faculdade de Gastronomia irá encontrar cursos do tipo tecnológico com mensalidades de R$ 400 a R$ 1.500. Veja alguns exemplos de instituições e suas faixas de preço:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia abaixo de R$ 500:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 501 a R$ 1.000:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia de R$ 1.001 a R$ 1.500:

Faculdade tecnológica de Gastronomia de R$ 1.501 a R$ 2.000:

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia na região Norte

A região Norte é a que oferece menos opções de faculdades de Gastronomia. As mensalidades vão de R$ 380 a R$ 1.500. Confira algumas faculdades nas diferentes faixas de valores:

Faculdades tecnológicas de Gastronomia abaixo de R$ 500:

Faculdade tecnológica de Gastronomia de R$ 500 a R$ 1.000:

Faculdade tecnológica de Gastronomia de R$ 1.001 a R$ 1.500:

Quanto custa uma faculdade de Gastronomia a distância

As graduações no formato EAD são cada vez mais procuradas por estudantes em busca de horários flexíveis e custos mais baixos. A faculdade de Gastronomia EAD tem mensalidades que custam entre R$ 500 e R$ 1.000. Veja exemplos de universidades autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC) a oferecer o curso na modalidade EAD:

Como em qualquer faculdade a distância, o curso de Gastronomia prevê encontros presenciais periódicos obrigatórios. São práticas em laboratórios e cozinhas industriais, provas finais e apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Assim, para economizar com deslocamentos, a recomendação é escolher uma faculdade que realize essas atividades em um local próximo de você.

O diploma obtido em uma faculdade de Gastronomia EAD reconhecida pelo MEC vale tanto quanto o presencial!

Como reduzir os custos da sua faculdade de Gastronomia

Agora que você já tem uma estimativa de quanto irá custar sua faculdade de Gastronomia, saiba que há formas de diminuir os gastos mensais com a graduação. Uma das alternativas é procurar no site ou setor financeiro da sua faculdade se existem descontos para quem paga as mensalidades em dia. Esta é uma prática muito comum e pode resultar em uma economia significativa ao longo do tempo!

Outra alternativa é verificar se a universidade conta com algum programa de bolsas e descontos na mensalidade. Caso exista, verifique também os critérios para participar, pois eles podem variar bastante entre as instituições.

Muitas universidades também buscam atrair talentos e para isso oferecem descontos para quem tem um bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Verifique se a faculdade que você busca oferece este incentivo.

ProUni e FIES

O Governo Federal mantém dois programas que facilitam o acesso ao ensino superior. Eles são voltados a pessoas de baixa renda:

  • Programa Universidade para Todos (ProUni): oferece bolsas que cobrem 50% ou 100% da mensalidade. Para concorrer, o candidato deve atender aos requisitos mínimos de renda e ter realizado a prova mais recente do Enem, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES): é um programa que financia a faculdade a juros baixos e o estudante só começa a pagar a dívida depois de formado. Para participar é preciso atender aos requisitos de renda e ter participado de qualquer edição do Enem a partir de 2010, com no mínimo 450 pontos na média geral das provas e nota maior que zero na redação.

Veja também:

Qual é o salário de Gastronomia?

Você encontrou a faculdade de Gastronomia que esteja dentro das suas expectativas de preço? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin