dcsimg

Descubra quanto tempo dura o curso de Medicina

Pensando em fazer Medicina? Veja quanto tempo você vai levar para conseguir o diploma e entrar no mercado de trabalho!

MedicinaO curso de Medicina se mantém entre os mais disputados em todas as regiões do País, tanto na rede pública de ensino quanto na particular. A grande procura é explicada principalmente pelo desempenho positivo desta carreira no mercado de trabalho.

Os salários dos médicos estão entre os mais altos do mercado, mesmo quando comparados a outras carreiras de destaque. As oportunidades de trabalho para este profissional são inúmeras, tanto no interior quanto em centros urbanos. Eles podem ainda assumir jornadas de trabalho com carga horária diferenciada e aumentar sua renda mensal desempenhando funções em clínicas e hospitais, além de terem a possibilidade de abrir um consultório próprio.

Mas não é fácil conquistar esta posição profissional. Para se tornar médico é preciso estudar bastante e dedicar um bom tempo da sua vida a esta formação. A duração mínima do curso de Medicina é de 6 anos. Se você quiser seguir uma especialização, deve somar pelo menos 2 anos a esta conta. Ou seja, são necessários pelo menos 8 anos de estudo pra se tornar um médico especialista!

Se o seu sonho é seguir esta carreira tão importante, a duração do curso certamente não vai fazer você mudar de ideia. Então saiba tudo sobre a graduação em Medicina e o que você deve levar em consideração na hora de optar por esta profissão!

Duração do curso de Medicina

O Ministério da Educação (MEC) regulamenta a carga horária de todos os cursos superiores no Brasil. A graduação em Medicina conta com carga horária mínima de 7.200 horas, distribuídas em 6 anos. Algumas universidades oferecem programas de ensino ainda mais extensos, entre 8 e 9 mil horas.

É muito importante considerar a duração deste curso. As aulas geralmente acontecem em período integral, ou seja, algumas de manhã, outras à tarde ou à noite. Fica difícil conciliar trabalho e estudos neste período. A faculdade de Medicina exige dedicação total e quando o futuro médico não estiver em sala de aula, provavelmente estará estudando para provas ou fazendo trabalhos.

As etapas do curso de Medicina

O currículo do curso de Medicina costuma ser dividido em três etapas distintas. Na primeira, os alunos têm contato com disciplinas teóricas que formam a base de conhecimentos fundamentais para o exercício da profissão.

Na segunda etapa, o foco dos estudos são as doenças, as formas de combatê-las, preveni-las e tratar seus sintomas.

Na terceira e última etapa, o aluno passa a atuar dentro dos hospitais fazendo plantão, sempre sob a supervisão e orientação de médicos formados. É o período em que se cumpre o estágio curricular. Veja o que se estuda em cada etapa do curso de Medicina:

Etapa inicial (1º e 2º anos)

Nos dois primeiros anos do curso, os alunos adquirem os conhecimentos essenciais para a profissão de médico, conhecem minuciosamente o corpo humano, realizam experimentos químicos e biológicos. Conheça as disciplinas desta etapa:

  • Anatomia
  • Biofísica
  • Biologia
  • Bioquímica
  • Embriologia
  • Farmacologia
  • Fisiologia
  • Genética
  • Histologia
  • Imunologia
  • Microbiologia
  • Patologia

Etapa clínica (3º e 4º anos)

A partir do terceiro ano, os alunos passam a estudar as diversas famílias de doenças, sua evolução, os efeitos no corpo humano e também as melhores maneiras de tratá-las e preveni-las. A principal disciplina estudada durante esta fase é a Epidemiologia.

Durante a etapa clínica, os alunos começam a desempenhar mais atividades práticas e têm contato com pacientes. Eles aprendem a realizar diversos tipos de exames e analisar seus resultados. As aulas acontecem nos consultórios e ambulatórios dos hospitais-escola.

Fase de internato (5º e 6º anos)

Nesta etapa da graduação, os alunos passam a atuar nos hospitais, sempre sob a supervisão e orientação de médicos formados. Neste período acontecem os estágios e os plantões nos serviços de emergência. É o momento no qual os estudantes vão aprender, na prática, os procedimentos de atendimento emergencial e cirúrgico.

Vale destacar que, a partir de 2015, uma resolução do Conselho Nacional da Educação (CNE), órgão vinculado ao MEC, alterou as diretrizes curriculares do curso. Ficou determinado que pelo menos 30% da carga horária do estágio obrigatório, em regime de internato, deve ocorrer no Sistema Único de Saúde (SUS), na atenção básica e em serviço de urgência e emergência.

A especialização em Medicina

Depois de cumprir toda a carga horária do curso, o aluno já pode exercer a profissão como clínico geral. Mas a Medicina conta com mais de 50 especialidades! Se você pretende se tornar um médico especialista, prepare-se para estudar pelo menos mais dois anos, em média, no período de residência médica. A duração das residências varia de acordo com a especialidade escolhida. Algumas podem durar até quatro anos. Veja as especializações mais comuns da carreira:

  • Anestesiologia
  • Cardiologia
  • Cirurgia Geral
  • Cirurgia Plástica
  • Clínica Médica
  • Dermatologia
  • Ginecologia e Obstetrícia
  • Medicina do Trabalho,
  • Medicina Intensiva
  • Oftalmologia
  • Ortopedia e Traumatologia
  • Otorrinolaringologia
  • Pediatria
  • Psiquiatria
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem

Onde estudar Medicina

O curso de Medicina é encontrado em centenas de universidades públicas e privadas em todo o País.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Medicina:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

O que se estuda em Medicina?

Vai tentar uma vaga para Medicina? Em qual universidade? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin