dcsimg

Ginecologia: saiba sobre o curso e o mercado

Conheça a carreira em ginecologia e veja onde estudar!

saúde

 Ginecologia é a especialização da Medicina que cuida do diagnóstico e tratamento da saúde da mulher, desde a infância até a terceira idade.

É função básica do Ginecologista (médico especializado em ginecologia) cuidar de todo tipo de doença do sistema reprodutor feminino.

Além de tratar as doenças da mulher, também cabe ao profissional da Ginecologia trabalhar na prevenção destas doenças, realizando exames como o Papanicolau (exame que identifica câncer de colo de útero), Mamografia (exame que detecta câncer e nódulos nas mamas) e exames ginecológicos gerais.

Em alguns países, entre eles o Brasil e Portugal, os profissionais de Ginecologia podem atuar também como obstetras. Obstetrícia é a especialização da Medicina que estuda a reprodução da mulher, acompanhando-a desde a confirmação da gravidez, fazendo exames pré-natais (exames feitos com o bebê ainda na barriga da mãe) e principalmente parto.

Além de cuidar das doenças relativas aos órgãos reprodutores femininos e de acompanhar a gestação, o profissional de Ginecologia também pode atuar como um clínico geral da mulher, diagnosticando e fazendo exames relativos à saúde em geral.

É importante também que o profissional de Ginecologia esteja preparado para aplicar algumas técnicas de psicologia básica, já que muitas vezes as mulheres trazem para o consultório problemas e situações pessoais.

Grade Básica da Especialização em Ginecologia

  • Exame Físico
  • Fisiologia do sistema reprodutor feminino
  • Psicologia Básica
  • Técnicas de Exame Pré-natal
  • Ultrassonografia
  • Técnicas de exame de ginecologia
  • Anatomia do sistema reprodutor feminino
  • Patologia Feminina ( estudo das doenças da mulher )
  • Patologia Fetal ( estudo das doenças do feto )
  • Semiologia e Diagnóstico Geral

A Formação do Ginecologista

Para ser um Médico Ginecologista, primeiro é necessário ter se graduado no Curso de Medicina.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Medicina:

V0cê pode consultar todas as faculdades de Medicina reconhecidas pelo MEC no portal e-MEC.

Assim que o curso de medicina for concluído, o novo médico pode então iniciar sua especialização em Ginecologia.

Há dois caminhos para se realizar a especialização em Ginecologia:

  • Especialização Prática em Ginecologia: Com duração média de 3 anos, esta especialização em Ginecologia pode ser feita em hospitais e instituições credenciadas (deste modo a Ginecologia é ensinada em modo de residência médica).
  • Especialização em Ginecologia por Meio de Curso: Além de hospitais, pode-se também fazer um curso de especialização em Ginecologia (em geral também dura 3 anos). Para que um curso de Ginecologia e Obstetrícia tenha o seu diploma reconhecido, ele deve ser aprovado tanto pelo MEC quanto pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO).

A Ginecologia é uma área de atualização e evolução rápida, é importante que o profissional se atualize sempre, seja por meio de cursos, palestras, congressos e seminários científicos. Lembre-se que  quanto mais especializado for o ginecologista, mais valorizado ele será na profissão (maiores salários e melhores cargos).

Subespecializações da Carreira de Ginecologia

Apesar da ginecologia em si já ser uma especialização da Medicina, existem algumas subespecializações da Ginecologia :

  • Densitometria Óssea: Subespecialização da Ginecologia na qual o médico faz o diagnóstico e medição da massa óssea dos fetos. Importante para identificar pré-maturidade dos fetos ou então doenças.
  • Mamografia Computadorizada: O médico ginecologista opera máquinas e faz exames avançados de mamografia para poder identificar e diagnosticar diversos tipos de câncer de mama.
  • Medicina Fetal: Atua cuidando da saúde dos fetos. Várias doenças podem acontecer aos bebês em formação e o ginecologista médico fetal é treinado para identificar e tratar essas doenças, utilizando tanto procedimentos de ginecologia invasivos (cirurgias) como não invasivos (ultrassom, por exemplo).
  • Reprodução Humana: Os especialistas em reprodução humana ajudam mulheres com dificuldades de engravidar a terem filhos. O médico realiza fertilização in vitro, exames de fertilidade e tratamentos hormonais.

Evolução dentro da Carreira de Ginecologia

Progressão dentro da carreira de ginecologia

Mercado de Trabalho

O ginecologista pode ocupar vagas em maternidades e hospitais, clínicas e maternidades públicas e privadas, além de seu consultório particular.

Com o aumento da classe média e da circulação da informação, cada vez mais mulheres estão se preocupando em fazer exames de pré-natal e ultrassom, o que torna o mercado de medicina fetal da ginecologia também bastante promissor.

Além da medicina fetal, o mercado de trabalho para a subespecialização da ginecologia de reprodução humana também tem crescido, com o aumento da procura por métodos de fertilização artificial pelos casais que não podem ter filhos de modo natural.

Veja também:

Medicina

Você pretende seguir a carreira de Ginecologia? Deixe um comentário!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin