dcsimg

Saiba tudo sobre o curso de Nutrição na Estácio

Boa estrutura de laboratórios e amplo programa de estágios são destaques do curso de Nutrição na Estácio. Conheça!

A Universidade Estácio de Sá (UNESA) montou um curso de Nutrição de estrutura moderna, conectado com a realidade atual, que equilibra bem a teoria e a prática.

Diferentes laboratórios atendem à demanda dos alunos por estudos específicos nas várias áreas da Nutrição. Os estágios curriculares também levam o estudante a conhecer os diversos ambientes em que poderá atuar profissionalmente.

O tema está em alta na sociedade e no mercado de trabalho. Já são cerca de 120 mil profissionais cadastrados no Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), mais do que o dobro de dez anos atrás!

Conheça agora os detalhes do curso de Nutrição da Estácio, as cidades em que é oferecido, as formas de ingresso, os preços e as oportunidades de desconto!

Como é o curso de Nutrição na Estácio

A graduação em Nutrição da Estácio forma profissionais da saúde especializados nas questões alimentares, nutricionais e dietéticas de diferentes públicos. Um nutricionista pode acompanhar, por exemplo, gestantes, atletas, pessoas hospitalizadas ou ainda grupos de uma comunidade, escola ou empresa.

O curso dura quatro anos e é oferecido no grau de bacharelado, ou seja, tem uma grade curricular ampla, que proporciona uma visão bem abrangente da carreira. Dessa forma, no decorrer da faculdade o estudante poderá decidir de qual área da Nutrição gosta mais.

No primeiro ano, o aluno vê matérias básicas da área da saúde: Anatomia, Bioquímica, Fisiologia e Microbiologia são algumas delas. A partir do terceiro período, a grade curricular vai se afunilando para temas mais específicos da carreira de Nutrição, com matérias como Microbiologia dos Alimentos, Química dos Alimentos, Psicologia Aplicada à Nutrição e Técnica Dietética.

Mesmo nessa primeira metade do curso, de caráter mais teórico, já podem ocorrer aulas práticas, ministradas nos diferentes laboratórios da instituição, como:

  • Laboratório de Ciências Biológicas
  • Laboratório de Avaliação Nutricional
  • Laboratório de Nutrição e Dietética
  • Laboratório de Química
  • Laboratório de Ciências Morfológicas
  • Laboratório de Informática

Mas é no sexto período que a prática começa para valer, com os estágios supervisionados. Eles se estendem até o final do curso e se dividem em três áreas:

  • Serviço de Alimentação e Nutrição
  • Nutrição Clínica
  • Nutrição e Saúde Coletiva

O último ano é marcado pela elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), que será apresentado no final do oitavo período. No sétimo semestre há ainda os Seminários Integrados em Nutrição, atividade que proporciona aos alunos debates e discussões sobre os mais variados temas que envolvem a profissão.

O que se estuda no curso de Nutrição da Estácio

Como ocorre com muitas graduações da área da saúde, a Nutrição da Estácio dedica os primeiros semestres às matérias básicas, que logo dão lugar a disciplinas mais específicas e, mais para a frente, aos estágios e atividades práticas. Veja a matriz curricular do curso, semestre a semestre:

Primeiro período

  • Anatomia Sistêmica
  • Biologia Celular
  • Bioquímica
  • Exercício Profissional de Nutrição
  • Genética

Segundo período

  • Fisiologia Humana
  • Histologia e Embriologia
  • Imunologia Básica
  • Microbiologia
  • Ética na Saúde

Terceiro período

  • Avaliação Nutricional
  • Educação Nutricional
  • História e Antropologia da Nutrição
  • Metodologia Científica
  • Microbiologia de Alimentos
  • Parasitologia Básica
  • Química dos Alimentos

Quarto período

  • Bromatologia
  • Composição dos Alimentos
  • Fundamentos de Estatística
  • Higiene e Legislação dos Alimentos
  • Nutrição Humana
  • Patologia Básica
  • Psicologia Aplicada à Nutrição
  • Técnica Dietética

Quinto período

  • Administração de Unidade de Alimentação e Nutrição
  • Farmacologia Aplicada à Nutrição
  • Fisiopatologia da Nutrição e Dietoterapia I
  • Fundamentos da Epidemiologia
  • Nutrição e Dietética
  • Tecnologia dos Alimentos

Sexto período

  • Estágio Supervisionado em Serviço de Alimentação e Nutrição
  • Fisiopatologia da Nutrição e Dietoterapia II
  • Gastronomia Aplicada à Nutrição Clínica
  • Nutrição Esportiva
  • Nutrição Materno-Infantil

Sétimo período

  • Análise Sensorial
  • Controle Operacional de Unidades de Alimentação e Nutrição
  • Economia Aplicada à Nutrição
  • Estágio Supervisionado em Nutrição Clínica
  • Nutrição Clínica em Pediatria
  • Nutrição em Saúde Coletiva
  • Planejamento em Unidades de Alimentação
  • Projeto de TCC
  • Seminários Integrados em Nutrição
  • Terapia de Nutrição Enteral e Parenteral

Oitavo período

  • Estágio Supervisionado em Nutrição e Saúde Coletiva
  • Fitoterápicos e Produtos Naturais
  • Gestão Ambiental na Saúde
  • Marketing Aplicado à Nutrição
  • Nutrição em Geriatria
  • Nutrição Funcional
  • TCC em Nutrição
  • Tecnologia da Informação em Nutrição

Onde estudar Nutrição na Estácio

Vinte cidades brasileiras, nas cinco regiões do país, oferecem o curso de Nutrição. Essas unidades da Estácio estão em:

Região Norte

Boa Vista (RR)

Macapá (AP)

Manaus (AM)

Região Nordeste

Aracaju (SE)

Feira de Santana (BA)

Fortaleza (CE)

Maceió (AL)

Natal (RN)

Recife (PE)

Salvador (BA)

São Luis (MA)

Teresina (PI)

Região Centro-Oeste

Taguatinga (DF)

Região Sul

São José (SC)

Região Sudeste

Belo Horizonte (MG)

Campos dos Goytacazes (RJ)

Niterói (RJ)

Nova Friburgo (RJ)

Petrópolis (RJ)

Rio de Janeiro (RJ)

Quanto custa estudar Nutrição na Estácio

O preço do curso de Nutrição não é igual em todas as unidades da Estácio: há variações conforme a cidade, a infraestrutura oferecida e também segundo o período, que no caso da Nutrição pode ser matutino, vespertino ou noturno.

A média, no entanto, fica em torno dos R$ 700 mensais.

Podemos dar o valor aproximado em alguns municípios, para que você tenha ideia do investimento necessário. Por exemplo, em Maceió o curso fica em torno de R$ 600 mensais. Em Macapá, R$ 800. Na capital do Amazonas, os valores caem: R$ 650, em média

Em São Luís, no Maranhão, os turnos da manhã e noite empatam em R$ 900. Em Belo Horizonte, R$ 820 de manhã e R$ 840 à noite. Recife oferece o curso no turno da tarde, por R$ 600. Nesta mesma cidade, o matutino é R$ 640 e o noturno custa R$ 740. Boa Vista também tem a possibilidade do curso vespertino, por R$ 620, sendo que o noturno fica em R$ 720.

Na cidade do Rio de Janeiro, estudar Nutrição no turno da manhã custa R$ 880, e à noite a mensalidade fica em R$ 900. Em São José, na Grande Florianópolis, os valores para os turnos matutino e noturno são iguais: R$ 760.

Os valores são aproximados e podem mudar de acordo com o semestre. Para obter informações atualizadas, entre em contato com a faculdade.

Como entrar no curso de Nutrição da Estácio

Os interessados em estudar Nutrição na Estácio de Sá podem ingressar no curso das seguintes formas:

  • Enem: a Estácio premia os alunos que obtiveram bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com vagas em seus cursos superiores. As notas mínimas para solicitar o ingresso sem precisar fazer vestibular são 100 pontos nas provas objetivas e 300 na redação.
  • Vestibular: o caminho mais conhecido para entrar na faculdade continua sendo o vestibular. O candidato verifica os dias e horários das provas em sua unidade da Estácio, se inscreve e faz os exames de conhecimentos gerais e redação.
  • Transferência Externa: se o estudante está cursando Nutrição em outra faculdade e quer se transferir para a Estácio, terá seu caminho facilitado. Caso haja vagas disponíveis, poderá começar o curso sem fazer vestibular e eliminando as matérias equivalentes já concluídas na outra instituição.
  • Segunda Graduação: essa modalidade é para quem já se formou em uma faculdade e quer fazer a segunda. A Estácio abre os braços para alunos com esse perfil. Se houver vagas, ele também está isento do vestibular.

Como pagar menos para estudar Nutrição na Estácio

Se as mensalidades da Nutrição da Estácio não cabem no seu bolso, fique atento a estas dicas. São programas de financiamento, descontos e bolsas de estudo que podem facilitar seu caminho até o tão sonhado diploma de nutricionista.

Começamos pelos financiamentos. Há um programa do governo (FIES) e um da própria Estácio (PAR). Em ambos os casos a dívida só começa a ser paga depois do curso concluído.

Quanto a descontos, há três possibilidades: uma é trabalhar em alguma empresa conveniada com a Estácio de Sá, o que dá direito ao aluno-trabalhador pagar menos nas mensalidades. Outros são os já citados programas de transferência segunda graduação que, além de possibilitar o ingresso sem vestibular, também concedem descontos durante toda a duração do curso.

No quesito bolsas de estudo, um projeto que vem funcionando bem nos últimos anos é o Programa Universidade Para Todos (ProUni), uma iniciativa governamental. Para se inscrever, é necessário ter tirado boas notas no Enem e comprovar baixa renda familiar.

Veja também:

Quanto ganha um nutricionista?

O que achou do curso de Nutrição da Estácio? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin