dcsimg

Conheça os cursos de Psicologia mais baratos do Brasil

Descubra onde estudar Psicologia pagando menos em várias regiões do Brasil!

thinking_home

A Psicologia é a profissão que se ocupa em desvendar os mistérios da mente e do comportamento humano. Por que ficamos tristes? Como surgem os medos? Como posso descobrir meus talentos? Como encarar determinados momentos da vida? Como superar um trauma?

Em meio a questões tão complexas, o psicólogo tem o papel de diagnosticar, prevenir e tratar doenças mentais, desvios de personalidade e distúrbios emocionais.

Fora do ambiente clínico, pode trabalhar no setor de Recursos Humanos de grandes empresas, atuar em firmas de recrutamento e seleção, auxiliar equipes esportivas a lidar melhor com a pressão e desenvolver estudos de comportamento dos consumidores para apontar tendências de mercado.

Independentemente da área de atuação, o desafio maior do psicólogo é ajudar pessoas e empresas a entenderem o que está por trás de determinada situação.

Com um campo de trabalho bastante amplo no Brasil, é uma profissão que tem ganhado força nos últimos anos. O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) revelou que a Psicologia foi uma das áreas com maior crescimento salarial nos últimos anos.

A variedade de atuação e a possibilidade de ganhar bons salários fazem com que o curso de Psicologia seja bastante concorrido, tanto nas universidades públicas quanto nas privadas. A boa notícia é que é fácil de ser encontrado nas principais instituições de ensino – o que ajuda a baixar o preço das mensalidades.

A graduação dura cinco anos, em média. O Ministério da Educação ainda não reconhece cursos de Psicologia a distância, o que poderia deixar as mensalidades mais baratas.

De qualquer forma, é possível entrar nesta carreira pagando menos. Descubra a seguir onde estão os cursos mais baratos de Psicologia do Brasil!

Cursos de Psicologia mais baratos do Brasil

Veja abaixo a lista dos cursos de Psicologia mais baratos em diversos estados do País!

Os valores são aproximados e podem mudar a qualquer momento, a critério da instituição de ensino. Para saber o valor exato da mensalidade, consulte a universidade do seu interesse.

Acre (AC)

Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO) / Rio Branco – R$ 750

Alagoas (AL)

Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC) / Maceió – R$ 600

Amapá (AP)

Universidade Estácio de Sá (UNESA) / Macapá – R$ 1.000

Amazonas (AM)

Faculdade Metropolitana de Manaus (FAMETRO) / Manaus – R$ 650

Bahia (BA)

Faculdade Maurício de Nassau de Salvador (UNINASSAU) / Salvador – R$ 700

Ceará (CE)

Faculdade de Tecnologia Intensiva (FATECI) / Fortaleza – R$ 700

Distrito Federal (DF)

Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB) / Brasília – R$ 1.200

Espírito Santo (ES)

Faculdade do Espírito Santo (UNES) / Cachoeiro de Itapemirim – R$ 750

Goiás (GO)

Faculdade Alves Faria (ALFA) / Goiânia – R$ 650

Maranhão (MA)

Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA) / São Luís – R$ 1.200

Mato Grosso (MT)

Faculdade do Pantanal Matogrossense (FAPAN) / Cáceres – R$ 750

Mato Grosso do Sul (MS)

Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS) / Três Lagoas – R$ 700

Minas Gerais (MG)

Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO) / Juiz de Fora – R$ 700

Pará (PA)

Instituto Esperança de Ensino Superior (IESPES) / Santarém – R$ 950

Paraíba (PB)

Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ) / João Pessoa – R$ 850

Paraná (PR)

Instituto de Ensino Superior de Londrina (INESUL) / Londrina – R$ 550

Pernambuco (PE)

Faculdade de Ciências Humanas de Olinda (FACHO) / Olinda – R$ 600

Piauí (PI)

Faculdade Maurício de Nassau (UNINASSAU) / Parnaíba – R$ 700

Rio de Janeiro (RJ)

Faculdade de Ciências Médicas e Paramédicas Fluminense (SEFLU) / Nilópolis – R$ 700

Rio Grande do Norte (RN)

Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN) / Natal – R$ 800

Rio Grande do Sul (RS)

Faculdade de Getúlio Vargas (FACULDADE IDEAU) / Getúlio Vargas – R$ 950

Rondônia (RO)

Faculdades Integradas de Cacoal (UNESC) / Cacoal – R$ 600

Roraima (RR)

Faculdade Cathedral (FACES) / Boa Vista – R$ 750

Santa Catarina (SC)

Faculdades Integradas Facvest (FACVEST) / Lages – R$ 700

São Paulo (SP)

Faculdade da Fundação Educacional Araçatuba (FAC-FEA) / Araçatuba – R$ 450

Sergipe (SE)

Universidade Estácio de Sá (UNESA) / Aracaju – R$ 750

Tocantins (TO)

Centro Universitário Luterano de Palmas (CEULP) / Palmas – R$ 1.050

Alternativas às mensalidades do curso de Psicologia

Existem mensalidades de Psicologia para todos os bolsos. Se na sua cidade ou região o curso é bem mais caro que o listado acima, ou não cabe no seu orçamento, não desista!

O Governo Federal oferece duas alternativas para você ingressar numa faculdade privada e levar seu curso superior adiante. Estamos falando do FIES e do ProUni, os dois principais programas de acesso à educação superior privada do Brasil.

Conheça melhor cada um deles:

ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado para permitir que estudantes de baixa renda pudessem fazer um curso superior em uma faculdade privada bem avaliada pelo MEC.

O Governo oferece dois tipos de bolsas de estudo:

  • Bolsa Parcial (50%): para quem tem renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.
  • Bolsa Integral (100%): para quem tem renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Para conseguir uma bolsa do ProUni é preciso obter, primeiramente, um bom desempenho no Enem do ano anterior. O candidato precisa ter alcançado pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação para se inscrever.

O processo é bastante disputado. Quanto mais alta a nota no Enem, maiores as chances de conseguir o benefício. As inscrições são gratuitas e acontecem duas vezes por ano, no início de cada semestre.

Veja: O que é ProUni?

FIES

Quem não conseguiu o ProUni pode tentar o FIES, o financiamento estudantil a juros baixos do Governo Federal. Com ele, o Governo paga sua faculdade e você só precisa começar a quitar a dívida bem mais tarde, um ano e meio depois da formatura. O prazo para pagamento pode ser até três vezes a duração do curso financiado.

Para obter o FIES também é preciso se sair bem no Enem. O mínimo exigido para concorrer ao benefício é de 450 pontos na média das provas objetivas e nota acima de zero na redação do Enem. Você pode usar o desempenho de qualquer edição do exame a partir de 2010.

É preciso ter renda familiar bruta mensal de no máximo dois salários mínimos e meio por pessoa e não ter diploma de curso superior.

As inscrições acontecem duas vezes ao ano, no início de cada semestre.

Veja: Como fazer o FIES

Vai fazer Psicologia? Encontrou uma mensalidade que caiba em seu bolso? Compartilhe suas ideias com a gente aqui nos comentários

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin