dcsimg

Como é e onde fazer uma licenciatura curta?

Quem já tem diploma de nível superior pode fazer um desses cursos para virar professor do ensino fundamental e médio!

Sabia que em menos de um ano você pode aumentar seu campo de atuação e ainda ingressar em uma das áreas que mais geram empregos no Brasil?

Estamos falando das licenciaturas de curta duração – já ouviu falar? Com elas o profissional já formado em um curso de nível superior obtém autorização legal para dar aulas em escolas de ensino fundamental e médio por todo o Brasil – um dos mercados que mais crescem atualmente!

Além da curta duração, os cursos podem até ser feitos na modalidade a distância, na comodidade do seu lar, de acordo com o seu tempo disponível.

Veja a seguir como funciona uma licenciatura curta, quais são as faculdades que oferecem esse tipo de curso e outras alternativas para ingressar nesse mercado!

O que é uma licenciatura curta?

As licenciaturas curtas são voltadas a profissionais de nível superior, com grau de bacharel ou tecnólogo, em todas as áreas do conhecimento. Oficialmente você vai encontrá-las como cursos de Formação Pedagógica, de Formação de Professores, de Complementação Pedagógica ou “Formação R2” (o termo R2 vem da Resolução nº 2/1997 do Ministério da Educação).

Esse tipo de curso foi criado para estimular a formação de novos professores e, assim, suprir a carência de mão de obra nas escolas da rede básica de ensino. Eles são desenvolvidos e oferecidos por instituições de ensino superior credenciadas pelo MEC e têm carga horária que pode variar de 800 a 1.400 horas, o que dá entre um ano e um ano e meio de duração, aproximadamente.

Ao concluir uma licenciatura curta, o profissional fica habilitado legalmente a atuar como professor em todos os anos do ensino fundamental II, ensino médio, programas de educação de jovens e adultos (EJA) e também nas escolas técnicas.

Os profissionais de nível superior que optam por fazer uma licenciatura curta podem, inclusive, participar de concursos públicos para professor em diversas partes do Brasil.

Os cursos são constituídos basicamente de disciplinas da área pedagógica, como Didática, Prática de Ensino, Metodologias do Ensino, Psicologia da Educação, etc.

O certificado é equivalente ao de uma licenciatura plena (vamos explicar a diferença mais adiante).

Como funciona uma licenciatura curta?

As licenciaturas curtas foram criadas para aproveitar o potencial de milhares de profissionais de nível superior, bacharéis ou tecnólogos, que têm interesse em dar aulas no ensino fundamental e médio.

Existem licenciaturas curtas nas principais áreas do conhecimento do ensino fundamental, como:

  • Matemática
  • Química
  • Física
  • Biologia
  • História
  • Língua Portuguesa
  • Geografia

Funciona mais ou menos assim: um engenheiro (que é um bacharel) pode fazer uma licenciatura curta para dar aula de Matemática ou Química (que são, a rigor, suas áreas de conhecimento). O MEC exige que a licenciatura escolhida tenha a ver com a área de formação original.

Assim, um profissional de Comunicação pode dar aulas de Artes ou Língua Portuguesa, por exemplo. Um tecnólogo em Gestão Financeira pode ser professor de Matemática. Um farmacêutico pode ser professor de Biologia e assim por diante.

Antes da matrícula, o candidato passa por uma análise do histórico do seu currículo de graduação.

Ao final, os alunos recebem um diploma de equivalência em licenciatura na área escolhida.

Posso pular a faculdade e fazer apenas uma licenciatura curta para dar aulas?

Não. As licenciaturas curtas, isoladamente, não correspondem a um curso de graduação normal. São apenas uma complementação para quem já fez um curso universitário.

Inclusive, para conseguir se matricular em um desses cursos é preciso apresentar o diploma de nível superior e comprovar e a carga de disciplinas vistas ao longo da faculdade. O MEC estabelece que o candidato tenha pelo menos 160 horas de conteúdos relacionados à área de formação procurada.

Tudo isso existe porque a Lei de Diretrizes e Bases da Educação, de 1996, exige que professores e pedagogos que atuam na rede fundamental de ensino tenham, obrigatoriamente, formação superior em cursos de licenciatura (vamos mostrar algumas opções mais adiante).

Onde fazer uma licenciatura curta?

Os cursos de licenciatura curta podem ser feitos tanto presencialmente quanto a distância em faculdades credenciadas pelo MEC em todo o país.

Veja algumas faculdades onde você encontra opções interessantes para estudar:

O que é melhor: licenciatura curta ou licenciatura plena?

Se você ainda não fez um curso de nível superior, a melhor solução é optar pela licenciatura plena. Após quatro anos, em média, o profissional sai da faculdade com uma visão ampla e profunda sobre a área escolhida e as metodologias de ensino associadas a ela. É um curso para quem realmente quer fazer carreira na docência.

Além disso, as licenciaturas plenas têm muito mais opções de formação do que as curtas. Confira uma amostra do que você encontra nas principais faculdades públicas e particulares pelo país:

  • Artes
  • Biblioteconomia
  • Ciência da Computação
  • Ciências Agrárias
  • Ciências Biológicas
  • Ciências Exatas
  • Ciências Humanas
  • Ciências Naturais
  • Ciências Sociais
  • Educação do Campo
  • Educação Especial
  • Educação Física
  • Estatística
  • Filosofia
  • Física
  • Geociências
  • Geografia
  • História
  • Letras (dezenas de habilitações diferentes)
  • Matemática
  • Música
  • Pedagogia
  • Química
  • Teologia
  • Turismo

Já as licenciaturas curtas são destinadas a quem procura ampliar as possibilidades de atuação no mercado de trabalho – ou guardava aquele desejo de dar aula e finalmente irá colocar o plano em prática.

São cursos legais, curtos, e bem direcionados à prática de ensino. Se você está decidido a fazer uma, pode ir sem medo! O único porém é que não são muitas as faculdades que oferecem esse tipo de curso ainda.

Onde fazer uma licenciatura plena

Outra vantagem de optar por uma licenciatura plena é que elas são encontradas com muito mais facilidade em faculdades por todo o país – e tanto no modelo presencial quanto a distância.

Conheça algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC que oferecem cursos de licenciatura em diferentes áreas do conhecimento:

Existe alguma outra alternativa para quem busca uma licenciatura?

Sim, mas nesse caso são cursos voltados a pessoas que já têm uma formação superior em licenciatura. Eles são conhecidos como “segunda licenciatura”: cursos voltados para quem já atua na rede de ensino fundamental e médio mas em uma área diferente da formação original.

A graduação é pensada para atualizar conhecimentos e ampliar as possibilidades de crescimento na carreira escolar. Está disponível especialmente nas faculdades públicas, mas também dá para encontrá-los na rede particular. A Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) e a Universidade de Franca (UNIFRAN) são algumas das alternativas interessantes.

Veja também:

Vale a pena fazer licenciatura? Descubra!

Qual vai ser sua escolha: licenciatura curta, licenciatura plena ou segunda licenciatura? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin