dcsimg

Saiba tudo sobre o curso de licenciatura em História

Descubra agora mesmo tudo o que você precisa saber sobre a licenciatura em História: o que se estuda, quanto tempo dura, quanto custa e muito mais!

História é um curso bastante procurado no Brasil. Desde que passou a ser oferecido no modelo a distância, então, a busca pela graduação deu uma turbinada e tanto!

Quem se interessa pelo tema vai encontrar dois graus de formação à disposição: o bacharelado e a licenciatura.

Entre os dois, a licenciatura é a modalidade mais popular no país. Por aqui temos mais de 500 cursos superiores de História espalhados em 343 instituições de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). Juntas, essas graduações totalizam quase 100 mil alunos matriculados – 85% deles em cursos de licenciatura.

Se você está se planejando para entrar em uma licenciatura em História, dê uma espiada no texto abaixo. Nele vamos mostrar como é o curso, quanto tempo dura, onde é oferecido, o que se estuda e como conseguir bolsas de estudos. Confira!

Como é a licenciatura em História

A graduação do tipo licenciatura forma professores. Portanto, o curso irá misturar conteúdos de História e Educação durante todo o tempo de estudos. Para se dar bem aqui é preciso gostar de ler, estudar, ensinar, acompanhar o aprendizado de crianças e jovens ou simplesmente passar conhecimento adiante.

A graduação dura em média 3 anos, mas algumas instituições de ensino oferecem uma carga horária maior, com até 4 anos de duração. Isso varia de faculdade para faculdade.

Durante o curso, o aluno terá que mergulhar nos livros. O ritmo de leitura é puxado e será assim ao longo de todos os semestres – então é bom ir logo se acostumando à ideia.

O estudante de licenciatura em História também terá que escrever bastante, fazer algumas visitas a sítios históricos, e, durante os estágios, desenvolver a habilidade de dar aulas.

O que se estuda no curso de licenciatura em História

O curso de licenciatura em História é repleto de disciplinas teóricas. O aluno vai fazer uma viagem ao passado, desde a Antiguidade até a História Moderna. No meio de tudo isso, irá aprender diversos fundamentos pedagógicos que mais adiante darão sustentação à prática do ensino.

Dê uma olhada na grade geral:

  • Antropologia
  • Brasil Contemporâneo
  • Brasil Republicano
  • Cultura Brasileira
  • Didática
  • Direitos Humanos
  • Documentação e Arquivo
  • Estética
  • Ética
  • Filosofia
  • Fontes Históricas
  • História Antiga Ocidental
  • História da África
  • História da América
  • História da Antiguidade
  • História da Arte
  • História do Brasil Colônia
  • História do Brasil Império
  • História do Ocidente
  • História do Oriente
  • História e Museu
  • História Moderna
  • Metodologia Científica
  • Pesquisa no Ensino de História
  • Políticas Educacionais e Gestão da Escola
  • Prática Pedagógica
  • Prática Profissional: Pesquisa
  • Sociologia da Educação
  • Teoria da História

Essas disciplinas, claro, variam de instituição para instituição. Confira a grade curricular da faculdade onde você quer estudar para ver se o programa combina com suas expectativas.

Curso de licenciatura em História a distância

O curso de licenciatura de História na modalidade a distância é um sucesso. Muitos alunos, entusiasmados com as possibilidades tecnológicas desse formato, estão optando por estudar em casa, no dia e horário que melhor se encaixam no dia a dia de cada um.

No curso de História EAD as disciplinas são apresentadas em um ambiente virtual de aprendizagem. Nele os alunos têm acesso a aulas em vídeo, livros digitais, animações, textos, tarefas e todos os demais recursos necessários para desenvolver os estudos. A plataforma também oferece um canal direto de comunicação com professores, tutores e outros alunos.

Os encontros presenciais acontecem com pouca frequência, mais ou menos uma vez por semestre. Normalmente são utilizados para apresentação de trabalhos, aplicação de provas ou alguma atividade prática – como uma visita a determinado sítio histórico, por exemplo.

Esses encontros acontecem principalmente nos polos de apoio presencial, espaços equipados com salas de aula, bibliotecas e laboratórios de informática, entre outros recursos.

Para saber se o curso de licenciatura em História a distância está disponível na sua cidade, basta acessar o site da instituição de ensino onde você gostaria de estudar.

Ah, o diploma de um curso de História a distância tem o mesmo valor de um presencial. Com ele o profissional recém-formado pode concorrer a vagas em escolas, fazer concursos públicos ou entrar em cursos de pós-graduação. O importante aqui é que a faculdade seja reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Mercado de trabalho para quem se forma em licenciatura em História

O campo de trabalho mais comum para quem faz licenciatura em História é dar aula em escolas públicas e privadas de ensino fundamental e médio. O mercado para licenciados no Brasil é interessante, com oportunidades de sobra em todas as partes do país.

Mas quem quiser mudar um pouco de rota pode também trabalhar em museus, centros de memória cultural, institutos de pesquisa, consultorias para produções de TV que necessitam de apoio histórico, cursinhos, escolas livres, editoras de livros didáticos e por aí vai.

Também há oportunidades bem interessantes no serviço público. Concursos para contratação de professores acontecem com bastante frequência.

Quem quiser se aventurar pelo mundo da pesquisa e do ensino superior também vai encontrar boas oportunidades em universidades públicas e privadas por todo o Brasil. Aqui é preciso investir bastante em pós-graduações de alto nível. O mestrado é recomendado para quem quer dar aula em faculdades particulares ou institutos federais de educação. Já o doutorado é fundamental para conseguir vaga em uma universidade pública.

Qual a diferença entre bacharelado e licenciatura em História?

As licenciaturas, como você já viu, formam o profissional para atuar principalmente com educação.

Os bacharelados formam historiadores, pessoas aptas a trabalhar em museus, núcleos de pesquisa, institutos de preservação do patrimônio histórico, de documentação e afins. Se quiser dar aula, o bacharel terá que concluir uma formação extra para obter também o título de licenciado.

O curso de bacharelado enfoca mais matérias voltadas à História, sem tantos conteúdos sobre didática, práticas pedagógicas e metodologia do ensino, por exemplo.

No Brasil, são poucas as instituições que oferecem o bacharelado em História – apenas 57, de acordo com Censo da Educação Superior. Desse total, 42 estão em universidades públicas.

Na licenciatura o cenário é completamente diferente. Ela pode ser encontrada em nada menos que 296 instituições – 180 delas na rede privada.

É muito comum os bacharéis optarem também por fazer uma licenciatura, para terem mais oportunidades de trabalho. Na maioria das vezes basta, para isso, estender o curso por mais um ano.

Quanto custa estudar licenciatura em História?

Os cursos de História não costumam ser caros. Por se tratar de uma graduação essencialmente teórica, não exige muito uso de infraestrutura de laboratórios, salas especiais ou equipamentos – elementos que poderiam encarecer a mensalidade.

O valor de um curso presencial oscila entre R$ 450 e R$ 700, em média. Já as graduações a distância podem sair muito mais em conta, a partir de aproximadamente R$ 250 (com a vantagem extra de não precisar gastar para ir à faculdade todos os dias).

Além da mensalidade baixa, ainda dá pra descolar bolsas, financiamentos e outros benefícios para estudar História. Confira a seguir.

Bolsas, financiamentos e outros benefícios para quem quer fazer licenciatura em História

Quem quer fazer licenciatura em História vai encontrar opções variadas de bolsas, financiamentos e descontos.

As principais pertencem ao Governo Federal e estão disponíveis em todo o Brasil. Confira:

  • ProUni – O Programa Universidade para Todos permite que pessoas de baixa renda façam uma graduação em faculdade privada com bolsas de estudos. O benefício pode ser parcial (paga metade da mensalidade) ou integral (paga 100% da mensalidade). Para participar é preciso ter feito bonito no Enem mais recente. O mínimo para concorrer ao benefício é de 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. O candidato também precisa comprovar que tem renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa, além de se encaixar nos requisitos de formação escolar. As vagas em História não costumam exigir notas de corte muito altas. A seleção ocorre duas vezes ao ano e contempla cursos presenciais e a distância.
  • FIES – Com o Fundo de Financiamento Estudantil dá para conseguir ajuda para pagar o curso e só começar a quitar a dívida depois da formatura, com juros baixos e prazo longo. É uma boa oportunidade para quem está com o bolso apertado mas não quer adiar o sonho de ter um diploma de nível superior. Para se inscrever no processo seletivo do FIES é preciso ter feito pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem, sem ter zerado na redação. A diferença é que o MEC permite ao candidato usar os pontos de qualquer edição do Exame a partir de 2010. A comprovação de renda também é necessária. O FIES só financia cursos presenciais.

Onde estudar licenciatura em História

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de licenciatura em História:

Veja também:

Quanto ganha um Professor de História?

Está com vontade de fazer licenciatura em História? O que achou do curso? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin