dcsimg

As 22 melhores faculdades de Fisioterapia do Brasil – 2017

O mercado Fisioterapia é concorrido e sai na frente quem aposta em boa formação. Confira as melhores faculdades de Fisioterapia em 2017!

O fisioterapeuta recém-formado encontra hoje em dia um mercado de trabalho estável e, em algumas localidades, bastante concorrido. Porém, a tendência é de crescimento, com o inevitável envelhecimento da população brasileira. Os mais bem preparados, é claro, saem na frente.

Quem continuar investindo em formação vai encontrar um campo de trabalho bem mais amplo. O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) reconhece 15 especialidades, como a cardiovascular e a esportiva, por exemplo.

A oferta de cursos de Fisioterapia é imensa no país: são cerca de 700. O Ministério da Educação (MEC) avalia periodicamente todos eles. E foi a partir da pontuação do MEC que elaboramos o ranking que você vê a seguir. Confira!

Como foi feito o ranking das melhores faculdades de Fisioterapia

Preparamos a lista das melhores faculdades de Fisioterapia com base nos dados do MEC, que avalia todas as graduações existentes no Brasil.

Entre os quesitos observados, podemos citar:

  • Infraestrutura física: edifício, instalações, salas de aula, auditórios, anfiteatros etc.
  • Recursos: equipamentos de laboratório, número e qualidade dos títulos disponíveis nas bibliotecas, salas de informática e outros aparelhos tecnológicos necessários ao curso
  • Corpo docente: currículo e titulação dos professores
  • Aspectos didáticos: metodologia de ensino, grade curricular, planos de ensino etc.

Todo esse extenso conjunto de elementos que cada faculdade deve ter – e cada curso, especificamente – é rigorosamente verificado pela equipe do MEC. É daí que saem duas avaliações: Conceito de Curso (CC) e Conceito Preliminar de Curso (CPC).

Outro conceito importante é o Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade), prova aplicada aos estudantes para verificar se eles absorveram o conteúdo programático.

As notas atribuídas pelo MEC variam de 1 a 5, sendo que um 3 significa que a instituição ou curso atende plenamente aos requisitos de qualidade. Notas 1 e 2 são insuficientes (faculdades de Fisioterapia com conceito 1 e 2 perante o MEC ficaram de fora do nosso ranking). As notas 4 e 5 demonstram que a instituição ou curso supera as expectativas.

Melhores faculdades de Fisioterapia do Brasil – 2017

A primeira faculdade da lista foi a única a conseguir nota 5 em nos três quesitos avaliados pelo MEC:

  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)

Em seguida, listamos as faculdades de Fisioterapia que tiveram duas notas máximas (5):

  • Universidade de Brasília (UNB)
  • Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

As faculdades a seguir tiveram pelo menos uma nota máxima (5) nos conceitos avaliados pelo MEC:

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde de Juiz de Fora (FCMS/JF)
  • Centro Universitário Fundação de Ensino Octávio Bastos – FEOB (UNIFEOB)
  • FUNVIC – Faculdade de Pindamonhangaba
  • Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Universidade Paulista (UNIP)
  • Universidade Federal da Paraíba (UFPB)
  • Centro Universitário de Votuporanga (UNIFEV)
  • Faculdade de Medicina do ABC (FMABC)
  • Centro Universitário Assis Gurgacz (FAG)
  • Faculdade Marechal Rondon (FMR)
  • Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (FACIMED)
  • Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA)

Outras boas opções de faculdade de Fisioterapia

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Fisioterapia que contam com boa avaliação:

Fisioterapia: curso e mercado de trabalho

Os cursos de Fisioterapia são oferecidos em grau de bacharelado e costumam durar quatro anos, geralmente divididos em oito semestres. Naturalmente, a faculdade tem foco nas Ciências da Saúde, com estudos sobre o corpo humano, seu funcionamento, patologias e respectivos tratamentos.

Com o passar dos semestres, essa carga teórica inicial começa a dividir espaço com disciplinas práticas e aulas em laboratório, até chegarem os estágios supervisionados, quando o aluno tem a oportunidade de vivenciar a profissão na prática, em clínicas ou outras instituições de saúde conveniadas com a faculdade.

O fisioterapeuta tem um campo de atuação bastante amplo. O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) aponta 15 diferentes áreas em que esse profissional pode se especializar:

  • Fisioterapia em Acupuntura
  • Fisioterapia Aquática
  • Fisioterapia Cardiovascular
  • Fisioterapia Dermatofuncional
  • Fisioterapia Esportiva
  • Fisioterapia em Gerontologia
  • Fisioterapia do Trabalho
  • Fisioterapia Neurofuncional
  • Fisioterapia em Oncologia
  • Fisioterapia Respiratória
  • Fisioterapia Traumato-Ortopédica
  • Fisioterapia em Osteopatia
  • Fisioterapia em Quiropraxia
  • Fisioterapia em Saúde da Mulher
  • Fisioterapia em Terapia Intensiva

Em números absolutos, as ofertas de trabalho se concentram principalmente nas capitais e grandes cidades da região Sudeste, bem como em alguns municípios mais populosos do Sul e do Nordeste. No entanto, boas oportunidades podem surgir em zonas mais carentes e afastadas do país, geralmente no interior dos estados, onde a população é menor, porém há mais espaço para prestar serviços de saúde.

Veja mais:

Quanto ganha um fisioterapeuta?

O que achou das opções do ranking? Alguma dessas faculdades de Fisioterapia está em seus planos? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin