dcsimg

Saiba qual a mensalidade de Nutrição nas principais faculdades

Descubra quanto custa estudar Nutrição em diversas faculdades pelo País!

Nutrição

As mudanças que vivemos em relação ao nosso jeito de comer, aliadas à necessidade de adotar um estilo mais saudável e com maior qualidade de vida, têm inspirado milhares de pessoas a buscarem a graduação em Nutrição.

O curso fornece uma visão geral dos alimentos, todos os seus aspectos nutricionais e como podem ser usados para prevenir e combater doenças, entrar em forma e melhorar as funções vitais do organismo.

Com um mercado em expansão, há quase 400 cursos de Nutrição disponíveis no Brasil. 80% deles estão nas instituições particulares. Isso significa que boa parte dos estudantes terá que arcar com as mensalidades do curso – que podem variar bastante dependendo do local e da instituição onde é oferecido.

Para ajudar quem está querendo entrar em Nutrição, fomos atrás das mensalidades nas principais faculdades do País. Além da lista com preços, aproveite e conheça as opções para pagar menos ou até mesmo ganhar uma bolsa de estudos!

Mensalidade de Nutrição nas principais faculdades

Quer estudar Nutrição? Então prepare o bolso. O valor médio da mensalidade nas principais faculdades particulares do País é de R$ 800, com variações que podem partir de R$ 500 e ultrapassar os R$ 2.000.

Com raras exceções, a maioria das faculdades que cobram mensalidades mais baixas, até R$ 600, estão localizadas nos estados de São Paulo e Minas Gerais. No Rio Grande do Sul estão as mais caras, que cobram acima de R$ 1.700 por mês.

Conheça algumas das principais faculdades de Nutrição separadas por faixa de preço:

Faculdades de Nutrição com mensalidade até R$ 800

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) – Anápolis (GO)
  • Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) – Barbacena e Juiz de Fora (MG)
  • Universidade Nove de Julho (UNINOVE) – São Paulo (SP)
  • Faculdade de Tecnologia em Hotelaria, Gastronomia e Turismo de São Paulo (HOTEC) – São Paulo (SP)
  • Faculdades Integradas Espírita (FIES) – Curitiba (PR)
  • Faculdade de Saúde, Ciências Humanas e Tecnológicas do Piauí (NOVAFAPI) – Teresina (PI)
  • Faculdade Metropolitana de Manaus (FAMETRO)– Manaus (AM)
  • Faculdades Integradas de Três Lagoas (AEMS) – Três Lagoas (MS)
  • Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP) – Itu (SP)
  • Universidade Paulista (UNIP) – São Paulo (SP)
  • Instituto Foz do Iguaçu de Ensino e Cultura (IFIEC) – Foz do Iguaçu (PR)
  • Faculdade de Tecnologia e Ciências de Itabuna (FTC) – Itabuna (BA)
  • Universidade Salgado de Oliveira (UNIVERSO) – São Gonçalo (RJ)
  • Faculdades Unidas do Vale do Araguaia (UNIVAR) – Barra do Garças (MT)

Faculdades de Nutrição com mensalidade entre R$ 801 e R$ 1.200

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA) – São José (SC), Rio de Janeiro (RJ)
  • Universidade de Franca (UNIFRAN) – Franca (SP)
  • Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry) – Fortaleza (CE)
  • Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (UNIPLAN) – Brasília (DF)
  • Centro Universitário Vila Velha (UVV) – Vila Velha (ES)
  • Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI) – Ijuí (RS)
  • Faculdade Integrada Metropolitana de Campinas (METROCAMP) – Campinas (SP)
  • Centro Universitário SENAC (SENACSP) – São Paulo (SP)
  • Universidade Potiguar (UNP) – Natal (RN)
  • Faculdade São Lucas (FSL) – Porto Velho (RO)
  • Centro Universitário de Maringá (CESUMAR) – Maringá (PR)
  • Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) – Campo Grande (MS)
  • Faculdade Santa Marcelina (FASM) – São Paulo (SP)

Faculdades de Nutrição com mensalidade entre R$ 1.201 e R$ 1.500

  • Universidade Veiga de Almeida (UVA) – Rio de Janeiro (RJ)
  • Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) – Ribeirão Preto (SP)
  • Faculdade da Serra Gaúcha (FSG) – Caxias do Sul (RS)
  • Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA) – Belém (PA)
  • Universidade Católica de Brasília (UCB) – Brasília (DF)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE) – São Paulo (SP)
  • Centro Universitário Feevale (FEEVALE) – Novo Hamburgo (RS)
  • Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) – Itajaí (SC)
  • Faculdade de Saúde Ibituruna (FASI) – Montes Claros (MG)

Faculdades de Nutrição com mensalidade acima de R$ 1.500

  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) – Campinas (SP)
  • Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde (FAS) – Lauro de Freitas (BA)
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) – Porto Alegre (RS)
  • Universidade São Judas Tadeu (USJT) – São Paulo (SP)
  • Universidade de Caxias do Sul (UCS) – Caxias do Sul (RS)
  • Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA) – Sobral (CE)
  • Universidade de Cuiabá (UNIC) – Cuiabá (MT)
  • Faculdade Frutal (FAF) – Frutal (MG)

Dá para fazer Nutrição pagando menos?

Sim, você pode recorrer a várias iniciativas que ajudam a reduzir – ou até mesmo zerar – o gasto com as mensalidades do curso de Nutrição.

Existe duas alternativa bem populares, o ProUni e o FIES. Capitaneadas pelo Governo Federal, os programas buscam incentivar a formação de nível superior entre as camadas de baixa renda da população.

Conheça essas e outras iniciativas importantes para quem quer fazer um curso superior mas está com o orçamento restrito.

ProUni – é um programa de concessão de bolsas de estudos integrais e parciais a estudantes de baixa renda. O tipo de benefício oferecido depende da renda familiar do candidato. Para concorrer é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação. Também é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa e ter feito o ensino médio em escola pública (ou em particular com bolsa integral). O participante não pode ter diploma universitário. O processo seletivo acontece duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo, e é bastante concorrido. Quanto maior for a nota no Enem, maiores as chances de conseguir uma bolsa do ProUni para estudar Nutrição.

FIES – O Fundo de Financiamento Estudantil é outro programa do Governo Federal de incentivo à formação superior. Com ele o aluno pode financiar faculdade hoje e só começar a pagar a dívida depois da formatura. Os juros cobrados são abaixo do mercado e o prazo para quitar o débito é longo. Concorrer ao FIES é muito similar ao ProUni: o aluno tem que ter feito o Enem e obtido o mesmo rendimento mínimo nas provas – a diferença aqui é que ele pode apresentar a pontuação de qualquer ano a partir de 2010. Também é preciso ter renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa. O processo costuma ser bastante concorrido e a seleção é aberta quase sempre nos meses de janeiro e junho.

Descontos e financiamentos próprios – a grande maioria das faculdades oferece pelo menos um sistema de descontos. Tem para estudante que paga em dia, indica amigos, entra por meio de transferência ou trabalha em empresas conveniadas. O percentual pode variar de instituição para instituição. Nas grandes redes de ensino é comum a existência de programas próprios de parcelamento das mensalidades. Muitas exigem requisitos bem mais acessíveis que o ProUni ou o FIES. Vale a pena descobrir as vantagens do local onde você quer estudar.

Veja também:

Faculdade de Nutrição

O que achou das mensalidades de Nutrição? Em qual faculdade vai estudar? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin