dcsimg

O que é Direito, afinal? Descubra tudo sobre este curso

Descubra tudo o que você precisa saber sobre Direito: o curso, o mercado de trabalho e onde estudar para seguir esta carreira!

Direito

Se você chegou aqui é porque provavelmente está interessado em construir uma carreira em Direito, certo?

Pois saiba que nesta área nunca se está só. Direito é o curso com mais alunos do Brasil, ultrapassando 850 mil matriculados.

As 896 instituições que oferecem a graduação pelo País praticamente não dão conta de tanta demanda. Em média, todo ano abrem 250 mil novas vagas, disputadas por mais de 1,2 milhão de candidatos.

As razões para tanto interesse são, entre outras: o prestígio que a profissão oferece, o mercado de trabalho – inclusive com concursos públicos que pagam salários bem interessantes – e a diversidade de cargos que o bacharel em Direito pode ocupar.

Por isso, vamos desenhar um panorama da profissão para quem pensa em fazer Direito: o processo seletivo, o curso, as diversas áreas de atuação e as oportunidades mais interessantes da área. Confira!

Primeiro desafio para entrar em Direito: conseguir uma vaga!

O curso de Direito está entre os mais concorridos do Brasil, às vezes até mesmo nas faculdades particulares (que geralmente têm muito mais vagas que as públicas).

A média geral apontada nos últimos anos é de 4,86 candidatos disputando cada uma das quase 250 mil vagas disponíveis nos últimos anos em todo o Brasil.

Nas públicas, o número é ainda mais impressionante: as 19 mil vagas disponíveis todos os anos nos cursos de Direito em faculdades federais, municipais e estaduais são perseguidas por 473 mil alunos, o que dá uma média nacional de 25 candidatos/vaga.

Nas particulares, por outro lado, a oferta é 13 vezes maior que nas públicas. São mais de 220 mil vagas abertas por ano, o que corresponde a 92% do total. Aqui a concorrência é bem mais tranquila: 3,17 candidatos por vaga. Ainda assim pode ser difícil conseguir entrar nas faculdades mais prestigiadas.

Portanto, quem quiser entrar em Direito deve chegar à disputa com os estudos em dia. Se você está se planejando para estudar em uma faculdade pública, precisa fazer bonito também no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota mínima para conseguir entrar no curso pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) costuma ficar por volta de 800.

Como é o curso de Direito

Você percebeu que para entrar em Direito é preciso estudar muito. Quanto a isso, temos um conselho: prepare-se, pois esse hábito será necessário também para dar continuidade ao curso.

A graduação exige muita, muita leitura. Boa parte envolve o estudo da Constituição Federal, códigos e leis brasileiras. O aluno aprenderá as diversas formas de interpretá-los e aplicá-los em situações reais.

Direito é um bacharelado com cinco anos de duração.

Ao longo dos estudos, o aluno terá acesso a disciplinas como:

  • Direito Administrativo
  • Direito Ambiental
  • Direito Civil
  • Direito Constitucional
  • Direito de Família
  • Direito do Consumidor
  • Direito Empresarial
  • Direito Internacional
  • Direito Penal
  • Direito Previdenciário
  • Direito Processual
  • Direito Societário
  • Direito Trabalhista
  • Direitos Humanos
  • Filosofia do Direito
  • História do Direito
  • Medicina Forense
  • Metodologia Jurídica
  • Propriedade Intelectual
  • Sociologia
  • Teoria Geral do Direito
  • Teoria Geral do Estado

O curso traz ainda uma relação extensa de atividades práticas, que incluem:

  • Análise de processos
  • Realização de audiências simuladas
  • Atividades de arbitragem
  • Simulação de atividades de negociação, conciliação e mediação
  • Visitas a penitenciárias e órgãos do Poder Judiciário

Os estágios são obrigatórios, e muitas vezes podem se estender por quatro semestres. Algumas faculdades oferecem um núcleo de prática jurídica onde o aluno pode prestar atendimento à população sob supervisão do professor-orientador

A ideia dos estágios é familiarizar o aluno com o dia a dia da profissão, aliar prática e teoria, desenvolver competências individuais e prepará-lo para os diversos campos de atuação do mercado de trabalho.

Quanto custa estudar Direito?

O curso de Direito nas faculdades particulares custa em média R$ 860 por mês.

Como existe uma oferta muito grande dessa graduação no Brasil, as mensalidades podem variar bastante. Se por um lado dá para encontrar instituições com valores mensais a partir de R$ 500, por outro há aquelas que cobram mais de R$ 4.000.

Consulte os preços na faculdade de seu interesse.

A carreira em Direito

Já faz alguns séculos que a carreira em Direito é uma das mais prestigiadas do País. Sim, é isso mesmo: séculos!

O campo de trabalho é extenso e a profissão pode ser exercida tanto em órgãos públicos como na iniciativa privada.

Antes de listar os possíveis caminhos profissionais, é preciso entender um detalhe importante: há uma grande diferença entre o bacharel em Direito e o advogado.

O bacharel em Direito é aquele profissional formado na área e que atua em campos como procuradoria, defensoria, juizado e delegacias. Geralmente são funcionários do serviço público. Conheça as principais funções:

  • Delegado – promove investigações, planeja e comanda operações policiais, toma medidas de segurança.
  • Juiz de Direito – é responsável por tomar decisões, julgar e sentenciar casos. Pode atuar em diversas frentes, como Direito do Trabalho, de Família, da Criança e do Adolescente, etc.
  • Defensor Público – é o profissional designado pelo Estado para atender quem não tem condições financeiras de pagar por serviços jurídicos.
  • Procurador da República – promove ações penais, instaura inquéritos e ações públicas. Controla a atividade policial e deve seguir os Direitos Humanos à risca.

Lembre-se de que para ocupar funções públicas é preciso passar por um concurso – que geralmente é bastante concorrido. As vantagens aqui são os bons salários e a estabilidade profissional.

Já o advogado atua na defesa e representação de seus clientes, mediando conflitos, apresentando provas e acompanhando a evolução do processo nos tribunais. É um profissional que atua principalmente na esfera privada. As áreas de especialização também são diversas: Trabalhista, Penal, Administrativo, da Criança e do Adolescente, Internacional, Criminal, Familiar, etc.

Para atuar como advogado o profissional precisa, obrigatoriamente, passar pelo temido exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Outro campo de atuação interessante é o da docência. O Brasil conta com quase 900 instituições de ensino superior que oferecem o curso de Direito. A busca por professores bem qualificados é constante. Além disso, existem os milhares de cursinhos preparatórios para concursos na área, que também oferecem boas oportunidades de trabalho.

Onde estudar Direito

O Brasil conta com 97 faculdades públicas de Direito e 799 particulares. Ou seja: é bem provável que perto de você exista uma instituição com o curso disponível.

Uma dica é ficar de olho na avaliação e autorização de funcionamento do curso pelo Ministério da Educação. Essa é a garantia de que seu diploma terá validade no mercado de trabalho.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Direito.

Tem curso de Direito a distância?

O Ministério da Educação ainda não autorizou o funcionamento de cursos de graduação em Direito a distância. Também não há previsão de quando isso irá acontecer, já que a abertura de novas graduações depende também do aval da Ordem dos Advogados do Brasil – e eles já anunciaram que não estão dispostos a validar cursos EAD por enquanto.

Quem quiser estudar Direito a distância com reconhecimento do MEC vai ter que optar por algum curso de pós-graduação em nível de especialização. O universo de opções nesse caso é gigantesco, mas é preciso já ter diploma de curso superior para se inscrever.

Veja também:

Conheça as áreas mais bem pagas do Direito

O que achou dessa visão geral sobre o Direito? Está animado para encarar a graduação? Conte para a gente onde gostaria de estudar!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin