dcsimg

Saiba qual o preço da faculdade de Direito

Direito

O Brasil tem o maior número de cursos de Direito do mundo! Esta carreira é muito procurada, principalmente pelos altos salários e facilidade de conseguir emprego em todas as regiões do País.

Quem quer se formar em Direito encontra inúmeras universidades privadas que oferecem o curso com faixas de preço bastante diferentes. Embora existam diversas opções, é importante saber que a maioria das instituições cobra mensalidades superiores a um salário mínimo para esta graduação.

É preciso preparar seu bolso para se tornar advogado ou juiz no Brasil! Confira o preço da faculdade de Direito e como fazer para obter um financiamento ou bolsa de estudos!

Preço da faculdade de Direito

O curso de Direito está entre as graduações que apresentam maior oscilação de preço em faculdades particulares. A mensalidade varia de R$ 350 a R$ 4.000. A maioria das instituições cobra entre R$ 500 e R$ 1.000. Confira alguns exemplos de universidades que oferecem o curso de Direito com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) em diferentes faixas de preço:

Faculdades de Direito com preço entre R$ 350 e R$ 500

  • Universidade Nove de Julho (UNINOVE) – São Paulo (SP)
  • Faculdade Católica de Rondônia (FCR) – Porto Velho (RO)
  • Faculdade Norte Paranaense (UNINORTE) – Londrina (PR)
  • Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) – Juiz de Fora (MG)
  • Faculdade Lions (FAC-Lions) – Goiânia (GO)

Faculdades de Direito com preço entre R$ 501 e R$ 1.000

Faculdades de Direito com preço entre R$ 1.001 e R$ 1.500

Faculdades de Direito com preço entre R$ 1.501 e R$ 2.000

  • Faculdades Integradas de Vitória (FDV) – Vitória (ES)
  • Faculdade Baiana de Direito e Gestão (FBDG) – Salvador (BA)
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) – São Leopoldo (RS)
  • Instituto Superior do Litoral do Paraná (ISULPAR) – Paranaguá (PR)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE) – São Paulo (SP)
  • Faculdade Ibmec (IBMEC) – Belo Horizonte (MG)

Faculdades de Direito com preço acima de R$ 2.000

  • Escola de Direito de São Paulo (DIREITO GV) – São Paulo (SP)
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RIO) – Rio de Janeiro (RJ)
  • Faculdade de Direito da Fundação Armando Alvares Penteado (FAD-FAAP) – São Paulo (SP)

Custos extras da faculdade de Direito

Não dá para colocar apenas a mensalidade na ponta do lápis para saber quanto será preciso investir numa graduação em Direito. Os alunos devem se preparar também para arcar com custos extras como:

  • Material didático
  • Alimentação
  • Transporte
  • Moradia

Os livros representam um peso considerável no orçamento dos estudantes. Numa rápida pesquisa na internet é possível ter uma ideia dos preços de alguns dos livros e apostilas que os alunos de Direito precisam adquirir: O Direito Processual do Trabalho custa cerca de R$ 170, o Código Penal, R$ 200 e o Código Civil, R$ 300.

A faculdade de Direito dura cinco anos!

Dicas para equilibrar o orçamento

Antes de se desesperar com a calculadora é importante pensar em alternativas. Uma vantagem do curso de Direito é que ele acontece num único período, matutino ou noturno, então é possível trabalhar durante a graduação para ajudar a cobrir as despesas.

No gasto com os livros, professores recomendam que os alunos adquiram aqueles que servirão como instrumento de trabalho mais adiante, especialmente dentro da área em que o estudante pretende atuar. Os demais podem ser compartilhados com colegas ou emprestados na biblioteca da instituição.

Outra dica importante é procurar uma instituição que fique perto da sua casa, já que a faculdade de Direito ainda não é oferecida a distância no Brasil. Se você economizar no deslocamento e não precisar gastar com aluguel, por exemplo, vai ter mais folga no orçamento para outras despesas.

Como pagar a faculdade de Direito?

Muitos estudantes que pretendem estudar Direito no Brasil não dispõem de recursos financeiros para pagar as mensalidades das universidades privadas. Por isso o Governo Federal oferece alternativas de auxílio financeiro. Confira:

  • ProUni – por meio do Programa Universidade para Todos (ProUni) é possível conseguir bolsas integrais ou parciais para estudar em faculdades privadas. A seleção dos candidatos acontece duas vezes por ano e é feita com base na nota do Enem. Quanto melhor o resultado no Exame, maiores as chances de conseguir o auxílio.
  • FIES – financiamento estudantil a juros baixos concedido a alunos que comprovem renda familiar de até três salários mínimos. Os beneficiados começam a pagar a dívida somente depois de formados. Para concorrer é preciso ter feito o Enem e obtido pontuação mínima de 450 pontos na média das provas objetivas e nota maior que zero na redação. O governo vem tornando mais rígidas as regras para participar, ano após ano. Fique atento!

Veja também:

Curso de Direito: mercado de trabalho e onde estudar

Você quer estudar Direito? O que achou das mensalidades? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin