dcsimg

Quanto custa estudar Arquitetura?

Está pensando em estudar Arquitetura? Descubra quanto terá que investir para cursar esta faculdade!

arquitetura

O arquiteto é responsável pelo desenho de edifícios residenciais, comerciais, shopping centers, aeroportos, praças, calçadas, bairros e até cidades inteiras.

O dinamismo da profissão atrai milhões de estudantes todos os anos para os inúmeros cursos de Arquitetura e Urbanismo disponíveis no País. Além de projetar edificações, o arquiteto pode também trabalhar com design de interiores, desenho de móveis, decoração, eventos e reformas.

Se você já decidiu que quer fazer Arquitetura e Urbanismo, descubra a seguir quanto será preciso desembolsar para realizar esse sonho.

Aproveite e veja também como calcular os custos extras que aparecerão durante os estudos!

Mensalidades de Arquitetura

As mensalidades do curso de Arquitetura e Urbanismo são bastante variadas. Tem faculdade que oferece o curso por R$ 600 mensais e outras que chegam cobrar mais de R$ 3.000! O segredo é pesquisar nas instituições do seu interesse e ver se o valor cabe no seu bolso.

Para quem não sabe, essa faculdade tem cinco anos de duração e é oferecida, na maioria dos casos, em tempo integral. Ou seja: o aluno terá que dedicar-se inteiramente aos estudos, fica difícil conciliar o curso com algum emprego.

Confira a seguir quanto custa estudar Arquitetura e Urbanismo em algumas universidades brasileiras:

Mensalidades de Arquitetura entre R$ 600 e R$ 1.000

Mensalidades de Arquitetura entre R$ 1.000 e R$ 1.500

  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
  • Universidade Tiradentes (UNIT)
  • Faculdades Integradas Espírito Santenses (FAESA)
  • Faculdade Nordeste (FANOR | DeVry)
  • Faculdade Boa Viagem (FBV | DeVry)
  • Faculdade Unime (UNIME)
  • Centro Universitário Feevale (FEEVALE)

Mensalidades de Arquitetura a partir de R$ 1.500

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Universidade Positivo (UP)
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)
  • Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACKENZIE)
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas)

Custos extras para estudar Arquitetura

Quem está se planejando financeiramente para estudar Arquitetura e Urbanismo deve levar em conta uma série de outros custos associados à graduação que geralmente costumamos esquecer de incluir nas contas. Confira:

  1. Moradia

Às vezes é preciso fazer uma mudança de cidade para estudar Arquitetura e Urbanismo. Se for o seu caso, inclua os custos abaixo na sua conta:

  • Aluguel (quarto, apartamento, sala, alojamento, etc.)
  • Condomínio / IPTU
  • Água, luz, gás, internet e limpeza
  • Compra de móveis e utensílios domésticos (se for o caso)
  1. Alimentação

Como a faculdade de Arquitetura e Urbanismo é oferecida em tempo integral, você vai precisar parar de vez em quando para almoçar ou fazer um lanche. É preciso considerar esses gastos para não ser pego de surpresa. Veja quanto custa uma refeição nos restaurantes próximos da faculdade e calcule um valor diário para esse fim.

  1. Transporte

Se a faculdade onde você quer estudar fica longe da sua casa, faça um cálculo do uso de transporte público necessário para o deslocamento diário. Também é importante considerar o tempo que você vai levar nesse trajeto.

Quem usa carro para se locomover precisa colocar na ponta do lápis os custos extras com combustível, estacionamento, seguro e pedágio.

  1. Material didático

A graduação em Arquitetura exige o uso de materiais e equipamentos específicos, que nem sempre são baratos. Confira com a universidade o que será preciso comprar no decorrer da graduação e planeje-se.

Como estudar Arquitetura pagando menos

Para quem sonha em estudar Arquitetura e Urbanismo, mas não consegue passar na universidade pública e está com a grana curta para bancar uma particular, o Governo Federal oferece duas alternativas interessantes. Confira:

ProUni

O ProUni é um programa que dá bolsas de estudo em faculdades particulares a estudantes de baixa renda que tiveram bom desempenho no Enem. Para concorrer, é preciso ter 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação do Enem mais recente, além de atender aos requisitos socioeconômicos.

FIES

O FIES é um financiamento a juros baixos que permite ao aluno fazer uma universidade particular e pagar a dívida só depois de formado. Para concorrer ao benefício, é necessário ter tirado 450 pontos na média das provas objetivas e não ter zerado na redação do Enem, além de se enquadrar nos requisitos de renda familiar.

Não tem o perfil para pedir ProUni nem FIES? Não é por isso que você vai desistir do seu sonho de cursar arquitetura!

Selecionamos algumas faculdades de Arquitetura e Urbanismo reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que, além de participarem do ProUni e do FIES, têm seus próprios programas de descontos, convênios, bolsas de estudos e parcelamento de mensalidades. Confira:

Veja também:

Quanto ganha um arquiteto?

O que achou das mensalidades de Arquitetura? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin