dcsimg

Saiba o que se estuda em Gastronomia

O currículo de Gastronomia é recheado de disciplinas práticas! Descubra o que se estuda neste curso!

gastronomia

Grande parte dos cursos de Gastronomia no Brasil surgiu nos últimos anos, com a popularização da figura dos chefs de cozinha e a profissionalização da área no País. A enorme quantidade de programas culinários na TV também ajudou a dar uma bela turbinada na procura por essa carreira.

Melhor para quem tem interesse de entrar na área! Hoje existem diversos cursos de Gastronomia em diferentes graus de aperfeiçoamento e distintas modalidades de ensino em faculdades públicas e privadas!

Quem vai encarar este curso deve estar preparado para dedicar muitas horas a atividades práticas, em cozinhas na própria faculdade, aprendendo todo o processo que envolve a atividade culinária, desde a escolha dos ingredientes, preparação e montagem dos pratos, até a gestão do empreendimento, com toda a infraestrutura necessária de equipamentos e pessoas para obter sucesso nesse ramo.

A maioria dos cursos é de grau tecnológico, com dois anos de duração, no mínimo. Quem quiser sair da faculdade com conhecimentos ainda mais amplos, pode tentar um curso de bacharelado, com quatro anos de duração – disponível em oito universidades pelo Brasil.

Veja a seguir o que se estuda em Gastronomia e onde encontrar faculdades bacanas para entrar nessa carreira!

O currículo de Gastronomia

Basta uma olhada rápida na grade curricular do curso de Gastronomia e você vai se deliciar com o que se aprende em sala de aula. É preciso gostar de lidar com as panelas para se dar bem nesta graduação.

Com um imenso cardápio de disciplinas práticas, o aluno vai aprender a preparar comida de tudo quanto é lugar (cozinha oriental, europeia, brasileira, alternativa, americana, etc.), pães, bolos e doces, entradas, saladas…

Fora da cozinha, o estudante vai aprender como fazer a gestão de diferentes empreendimentos gastronômicos (restaurantes, bares, food trucks, cafés, bistrôs, etc.), dominar técnicas de marketing, fazer controle de qualidade, segurança e escolha de ingredientes.

O currículo pode variar bastante de acordo com a faculdade e especialmente entre os cursos de tecnólogo e bacharelado. O primeiro tem um foco maior em disciplinas práticas e o segundo oferece, além do aprendizado técnico, uma visão mais ampla da atividade.

Independentemente da escolha, o profissional sairá da faculdade com conhecimento suficiente para planejar e gerenciar todo tipo de operação gastronômica (seu próprio empreendimento ou de terceiros) – além, é claro, de saber preparar delícias de todos os tipos.

Veja a seguir o que se estuda em Gastronomia!

  • Antropologia da Alimentação: dimensão cultural dos alimentos, história dos alimentos, diversidade dos sistemas alimentares, hábitos culturais.
  • Básico de Cozinha: técnicas básicas de cozinha nacional e internacional, métodos de cozimento, bases culinárias, utensílios, organização e técnicas de trabalho.
  • Carnes, Peixes e Frutos do Mar: principais técnicas de preparação, escolha dos alimentos, ponto de cozimento, preparação de carnes exóticas, inspeção sanitária de carnes.
  • Confeitaria: principais tipos de massa, métodos de preparo, preparo de doces, salgadinhos, recheios, técnicas de modelagem, sobremesas.
  • Cozinha Americana: diversidade gastronômica das Américas, cozinha mestiça, pratos típicos, pratos de origem indígena, ingredientes, técnicas e particularidades.
  • Cozinha Asiática: principais ingredientes, técnicas de preparo, história dos alimentos na Ásia, culinária tailandesa, indiana, japonesa e chinesa.
  • Cozinha Brasileira: ingredientes básicos de cada região do Brasil, técnicas de preparo, cozimento, aspectos econômicos, culturais e sociais.
  • Cozinha Criativa: bases clássicas, técnicas para a harmonia de cores, sabores, texturas e aromas.
  • Cozinha Francesa: pratos clássicos franceses, evolução e sua influência no contexto sociocultural, técnicas de preparação básica e finalização de pratos.
  • Cozinha Mediterrânea: ingredientes e técnicas de preparo, história, principais pratos da culinária espanhola, italiana, grega, libanesa, síria, turca e norte-africana.
  • Cozinha Vegetariana: principais tipos, técnicas, manipulação de vegetais, folhas, ervas, legumes, grãos, cereais, frutas e fungos comestíveis.
  • Etiqueta e Cerimonial: processo histórico, conceitos, protocolo em eventos gastronômicos, organização e realização de eventos.
  • Eventos Gastronômicos: planejamento e execução de eventos que envolvem produção culinária, buffets, roteiros gastronômicos, mercado de alimentos e bebidas.
  • Gestão de Cozinhas: administração de restaurantes, planejamento e operação de cozinhas, concepção e combinação de cardápios, gestão de pessoas em cozinhas profissionais.
  • Gestão de Negócios Gastronômicos: fundamentos de administração de empresas, gestão de materiais, desenvolvimento histórico do pensamento administrativo, legislação trabalhista, recursos humanos, mão de obra do setor.
  • Gestão de Restaurantes: controles gerenciais, riscos, investimento, competição, classificação de custos, formação de preços, análise e controle de despesas.
  • Higiene e Segurança Alimentar: controle microbiano, microrganismos, segurança dos alimentos, princípios gerais de higienização, produtos químicos.
  • Hotelaria: tipos de alimentos e bebidas para hotelaria, aspectos operacionais, serviço de quarto, restaurante e elaboração de cardápios.
  • Marketing em Gastronomia: conceitos básicos, teorias, planejamento estratégico, comunicação e vendas, segmentação de mercado, análise de mercado, desenvolvimento de planos de ação, campanhas institucionais, vendas, promoção.
  • Nutrição: alimentação saudável, características dos nutrientes, funções, técnicas dietéticas, leis da alimentação, criação de cardápios, conceitos, classificações, funções e fontes dos nutrientes, restrições alimentares, alimentação funcional.
  • Panificação: história da panificação, técnicas modernas, modo de preparo, materiais específicos, fichas técnicas e terminologia específica, diferentes tipos de pães.
  • Pratos Frios (garde manger): origem, evolução, preparação, técnicas e particularidades.
  • Preparo de alimentos: ingredientes básicos, técnicas de pré-preparo, introdução à cozinha profissional, terminologia, identificação dos alimentos.
  • Segurança do Trabalho: ergonomia, legislação, acidentes de trabalho, risco de acidentes em cozinhas, primeiros socorros, equipamentos e materiais de segurança, CIPA, combate a incêndios, benefícios do trabalhador e seguridade social.
  • Vinhos (Enologia): principais vinhos por região, tipos de uva, processo de vinificação, serviço de vinhos, organização, harmonização com diferentes tipos de pratos, análise visual e olfativa.

Onde estudar Gastronomia

A graduação em Gastronomia pode ser encontrada em um bom número de instituições públicas e privadas no Brasil. A maior oferta é para o curso superior de tecnologia, mais rápido e com boa inserção no mercado de trabalho.

Existe a opção também de fazer o curso a distância.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Gastronomia:

Universidades Privadas:

Universidades Públicas:

Veja também:

Gastronomia: curso, carreira e mercado de trabalho

Está interessado em entrar para o mundo da Gastronomia? Fale para gente o que achou das disciplinas!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin