dcsimg

Segurança da Informação

Descubra como funciona o curso de tecnólogo em Segurança da Informação, qual o perfil deste profissional e onde estudar!

seg_info_600

As novas tecnologias de comunicação facilitaram muito a nossa vida. Antes o que levava dias para chegar ao destinatário, hoje pode ser enviado em segundos. Formulários e solicitações que existiam apenas em papel, agora são facilmente elaborados de forma eletrônica. Tudo isso economizou tempo e dinheiro de pessoas e empresas.

Mas você já parou para pensar na quantidade de informação sensível que está guardada em computadores ou circula pela internet todos os dias? Transações bancárias, contratos, declarações de imposto de renda, dados médicos, apresentações estratégicas de empresas, segredos industriais… a lista não acaba mais. São dados importantes que se caírem nas mãos erradas podem causar grandes estragos.

É aí que entra a Segurança da Informação, um segmento da área de Tecnologia da Informação (TI) que lida justamente com a integridade física e lógica dessas informações, protegendo-as contra acessos não autorizados.

O mercado de trabalho para quem atua com Segurança da Informação está em alta e é promissor. Uma das melhores formas de aproveitar essa oportunidade é fazer o curso de tecnólogo em Segurança da Informação, uma faculdade que pode ser feita em dois anos e oferece alta taxa de empregabilidade.

Saiba mais sobre o curso de tecnólogo em Segurança da Informação, como está o mercado de trabalho para esses profissionais e onde encontrar faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem esta graduação!

Sobre o curso de tecnólogo em Segurança da Informação

O curso de tecnólogo em Segurança da Informação é uma graduação de nível superior que dura em média dois anos e pode ser feita na modalidade presencial ou a distância. Dependendo da universidade, pode receber nomes diferentes:

  • Gestão de Segurança de Computadores
  • Segurança da Tecnologia da Informação
  • Segurança de Computadores
  • Segurança de Redes de Computadores

Como acontece com todos os cursos de tecnólogo, Segurança da Informação é uma graduação focada nas necessidades do mercado de trabalho. Por isso, concentra em dois anos o conteúdo necessário para formar profissionais qualificados e com alta empregabilidade. Há uma quantidade considerável de disciplinas práticas e de laboratório.

Disciplinas ligadas à tecnologia são bastante frequentes. O aluno precisará entender como funcionam sistemas operacionais e redes de computadores para, em seguida, aprender sobre os mecanismos de segurança, controle de acesso, mitigação de riscos, etc. Lógica e Matemática (principalmente aplicada à Criptografia) também  são matérias importantes no currículo do curso de tecnologia em Segurança da Informação.

O que se estuda no curso de Segurança da Informação

A grade curricular do curso de Segurança da Informação pode variar de acordo com a faculdade. Conheça algumas das disciplinas que você poderá encontrar nesta graduação:

  • Análise e Gestão de Riscos
  • Auditoria de Sistemas
  • Banco de Dados
  • Certificação Digital
  • Computação Forense
  • Comunicação Aplicada
  • Criptografia
  • Desastre e Recuperação
  • Estatística
  • Ética e Legislação Profissional
  • Lógica
  • Matemática
  • Políticas de Segurança
  • Redes de Computadores (Arquitetura e Fundamentos)
  • Segurança em Redes de Computadores
  • Segurança de Sistemas Operacionais
  • Segurança no Ambiente Web

Outros cursos de tecnólogo na área de TI (Gestão da Tecnologia da Informação, Redes de Computadores, etc.) também abordam disciplinas da Segurança da Informação e podem dar mais ou menos ênfase ao tema. Ao escolher seu curso, consulte detalhadamente a grade curricular e o programa oferecido pela faculdade.

Perfil do tecnólogo em Segurança da Informação

O tecnólogo em Segurança da Informação aplica princípios de confidencialidade, disponibilidade e integridade para proteger as informações de empresas públicas, privadas e do terceiro setor. Entre suas principais atividades, podemos citar:

  • Análise de riscos
  • Administração de sistemas de informação
  • Desenvolvimento de projetos e gerenciamento de redes de computadores seguras.
  • Realização de auditorias
  • Planejamento e execução de atividades de contingência e recuperação em sinistros.
  • Controle de níveis de acesso de sistemas operacionais, banco de dados e redes de computadores.

Dependendo de sua área de atuação (desenvolvimento de políticas de segurança, computação forense, etc.), o tecnólogo em Segurança da Informação precisa investir em certificações e competências técnicas. De maneira geral, no entanto, há uma série de características e habilidades comportamentais que esse profissional deve ter para se destacar no mercado, como por exemplo:

  • Postura ética e discrição
  • Capacidade de comunicação oral e escrita
  • Capacidade de resolver problemas
  • Iniciativa
  • Liderança e habilidades de gestão
  • Domínio do idioma inglês

O tecnólogo em Segurança da Informação pode exercer suas atividades em empresas públicas, privadas e do terceiro setor. Entre os cargos que pode ocupar, citamos:

  • Analista em Segurança de Processos
  • Analista em Segurança de Redes de Dados
  • Consultor em Segurança da Informação
  • Consultor Estratégico de Segurança
  • Coordenador de Segurança da Informação
  • Especialista em Segurança da Informação
  • Gestor de Segurança em TI
  • Arquiteto de Soluções de Segurança em TI

Onde estudar

Conheça algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem o curso de tecnólogo em Segurança da Informação ou cursos de tecnólogo em TI com ênfase em Segurança:

Veja também:

Sistemas de Informação

Você se interessa por Segurança da Informação? Gostaria de fazer uma faculdade nessa área? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin