dcsimg

Confira onde fazer um curso tecnólogo em Radiologia em SP

O mercado de trabalho está aberto e sedento por novos profissionais de Radiologia. Veja onde encontrar o curso em São Paulo!

Radiologia é uma área que cresce depressa no Brasil e já mandou avisar que não tem hora para parar. Quem pensa em fazer essa graduação e quer trabalhar em São Paulo, então, vai encontrar nada menos que o maior e mais promissor mercado da área.

É que o estado paulista concentra o maior número de clínicas, hospitais, centros de saúde e laboratórios do país!

O curso de tecnólogo em Radiologia é de nível superior, tem curta duração e permite que o profissional formado encontre emprego com facilidade.

Se você também está pensando em entrar nessa área, confira onde fazer um curso de tecnólogo em Radiologia no estado de São Paulo. E mais: o que se estuda, quais são as modalidades disponíveis e onde encontrar vagas de emprego!

Onde fazer o curso de tecnólogo em Radiologia em São Paulo

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de radiologia no estado de São Paulo:

O importante na hora de escolher uma faculdade para estudar Radiologia é certificar-se de que a instituição possui o aval do Ministério da Educação (MEC) para funcionar e oferecer o curso. Só assim você garante que receberá um diploma válido em todo o território nacional e reconhecido no mercado de trabalho.

Áreas de atuação do tecnólogo em Radiologia

Dentro da área de diagnóstico por imagens, o tecnólogo em Radiologia pode escolher diferentes campos de atuação (ou especialização), como:

  • Radiologia Convencional
  • Radiologia Digital
  • Densitometria Óssea
  • Tomografia Computadorizada
  • Mamografia
  • Radiologia Odontológica
  • Radiologia Intervencionista
  • Hemodinâmica
  • Ressonância Magnética
  • Radioterapia
  • Medicina Nuclear
  • Ultrassonografia
  • Radiologia Veterinária
  • Radiologia Industrial
  • Raio-X

Ele pode desenvolver essas atividades em hospitais, clínicas, policlínicas e laboratórios que disponibilizam serviços de diagnóstico por imagem.

Outras áreas interessantes e que têm crescido bastante são as indústrias e distribuidoras de equipamentos, centros de pesquisa, portos, aeroportos e presídios, que exigem operação de máquinas de raio-X cada vez mais sofisticadas.

Acha que acabou? Pois saiba que a Radiologia tem inúmeras aplicações – algumas que a gente sequer imagina.

Na Engenharia, por exemplo, pode ser utilizada para localizar minerais embaixo do solo (é muito usada pela indústria petroquímica, por exemplo). Na aviação, para verificar a qualidade do encaixe das peças. Na indústria alimentícia e cosmética, para eliminar fungos e bactérias dos produtos a serem processados.

As funções que os tecnólogos em Radiologia podem desenvolver são, resumidamente:

  • Assessorar a compra e implementação de equipamentos radiológicos
  • Atuar como responsável técnico em clínicas e hospitais
  • Controlar as condições de higiene e segurança do trabalho no setor de radiodiagnóstico
  • Operar equipamentos radiológicos
  • Planejar e avaliar aplicações técnicas
  • Supervisionar operações radiológicas
  • Supervisionar serviços de radioproteção e radiodiagnóstico

O curso de tecnólogo em Radiologia

Radiologia é um curso superior de tecnologia com duração média de três anos. Quem está interessado nessa graduação encontra opções em diversas instituições de ensino no estado de São Paulo.

Durante o período de estudos, o aluno terá acesso a uma quantidade imensa de disciplinas práticas. É um curso para quem gosta de colocar a mão na massa pra valer.

Algumas poucas instituições oferecem a opção de estudar a distância – o que pode ser uma boa para quem precisa conciliar o curso com outras atividades do dia a dia (vamos explicar como funciona mais adiante).

O diploma de tecnólogo em Radiologia habilita o profissional a operar equipamentos de diagnóstico por imagens, trabalhar com tecnologias de processamento de imagens, analisar dados radiológicos e prestar consultoria na aquisição desse tipo de equipamento.

O que se estuda em Radiologia

Ao longo dos três anos de graduação o estudante terá acesso a uma série de matérias práticas da área. Há muito o que aprender em pouco tempo. Repare que a grade curricular normalmente traz disciplinas teóricas e práticas, mas com predomínio daquelas que exigem mais mão na massa.

Veja a seguir um panorama do que se estuda no curso:

  • Anatomia
  • Anatomia Radiológica
  • Bioestatística
  • Biologia (Citologia e Histologia)
  • Bioquímica
  • Biossegurança
  • Controle de Qualidade em Radiologia
  • Dosimetria das Radiações
  • Epidemiologia
  • Exames Radiológicos Contrastados
  • Exames Radiológicos Especiais
  • Exames Radiológicos Gerais
  • Física Básica
  • Matemática Aplicada
  • Física das Radiações
  • Física Radiológica
  • Fisiologia Humana
  • Gestão em Saúde
  • História da Radiologia
  • Legislação Radiológica e Segurança no Trabalho
  • Mamografia e Densitometria Óssea
  • Medicina Nuclear e Radioterapia
  • Meios de Contraste e Hemodinâmica
  • Metodologia do Trabalho Acadêmico
  • Microbiologia, Imunologia e Parasitologia
  • Neuroanatomia Radiológica
  • Patologia Geral e Radiológica
  • Primeiros Socorros
  • Processamento de Imagens Convencionais e Digitais
  • Processamento Digital
  • Proteção Radiológica
  • Psicologia em Saúde
  • Radiobiologia
  • Radiologia Industrial
  • Radiologia Odontológica
  • Radiologia Veterinária
  • Radioterapia
  • Ressonância Magnética
  • Saúde Pública
  • Técnicas Radiológicas
  • Tecnologias em Radiodiagnóstico e Terapia
  • Tomografia Computadorizada
  • Ultrassonografia e Litotripsia Extracorpórea

Muitas faculdades também preveem uma boa quantidade de estágios. São momentos importantes para que o aluno possa colocar em prática tudo aquilo que vê em salas de aulas e laboratórios.

Normalmente as instituições oferecem estágios supervisionados em Radiologia Interdisciplinar, Radiologia Odontológica, Radiologia Veterinária, Técnicas Radiológicas e Tomografia Computadorizada.

Tem mesmo curso de Radiologia a distância em SP? Como é feito?

Sim, mas as opções ainda estão restritas a algumas poucas faculdades. A maior parte da oferta é mesmo presencial.

O curso de Radiologia a distância é feito no formato semipresencial, o que significa que o aluno tem que estar presente na faculdade uma ou mais vezes por semana para realizar as atividades práticas.

Somente a parte teórica é feita no modelo a distância – o que já facilita bastante a vida das pessoas que precisam conciliar os estudos e um cotidiano corrido.

No curso a distância o aluno pode acessar, pela internet, aulas em vídeo, apostilas, livros digitais, imagens, gráficos, animações, etc. Tem ainda o acompanhamento constante de professores e tutores para tirar dúvidas, reforçar conteúdos e trocar ideias.

A variação de formatos depende da disponibilidade das faculdades. O aluno interessado precisa checar se a instituição oferece polo de apoio presencial em sua cidade.

Os polos, aliás, são espaços que dispõem de toda infraestrutura para realização do curso, com laboratórios, salas de aula e bibliotecas.

Em São Paulo o curso é oferecido, por enquanto, por duas faculdades:

  • Universidade Braz Cubas (UBC)
  • Universidade Nove De Julho (UNINOVE)

Antes de fazer a matrícula, é preciso verificar a disponibilidade de vagas para o semestre desejado.

Quanto custa um curso de tecnólogo em Radiologia em SP?

Perto de outros cursos na área da Saúde, o de Radiologia não é tão caro assim. Os valores das mensalidades variam de R$ 500 a R$ 1.100. A média nacional é de R$ 600.

Os cursos a distância tendem a ser um pouco mais baratos. Confira os valores junto à faculdade onde você quer estudar.

Veja também:

Curso Técnico em Radiologia

Está interessado em fazer o curso de tecnólogo em Radiologia? Conte para a gente o que achou da graduação!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin