dcsimg

Descubra o valor da faculdade de Medicina

Medicina é o curso mais caro do país, mas os salários também estão entre os mais altos. Confira as mensalidades e como estudar pagando menos!

Para estudar Medicina, o ideal seria entrar em uma universidade pública. Mas sabemos que não é assim tão fácil. O curso é concorridíssimo e podem ter mais de 200 candidatos disputando uma única vaga.

Os preços das faculdades privadas são altos, variando de cerca de R$ 4.000 a mais de R$ 9.000. É isso mesmo que você leu: alguns cursos de Medicina podem cobrar perto dez salários mínimos por mês!

Mas temos duas boas notícias: a primeira é que a remuneração do médico compensa, em médio prazo, todo esse investimento. E a segunda é que é possível conseguir bolsas de estudo e financiamentos para estudar Medicina.

Confira agora o valor de algumas faculdades, saiba por que o curso é tão caro e descubra como estudar Medicina com qualidade pagando menos!

Valor da faculdade de Medicina

Existem em torno de 250 graduações em Medicina aprovadas pelo Ministério da Educação (MEC) no país. E você sabe: somente a aprovação do MEC garante a validade do diploma em todo o Brasil.

Muitas universidades públicas – federais e estaduais – oferecem o curso. Mas a maioria das graduações em Medicina está nas faculdades privadas. Embora haja mensalidades que podem girar em torno dos R$ 9.000, a maioria fica mesmo na faixa dos R$ 4.000 aos R$ 6.000, como você verá a seguir.

Os valores em cada instituição podem variar de acordo com o município. Veja como ficou nossa lista:

Valor da faculdade de Medicina abaixo de R$ 4.000

  • Centro Universitário Uninovafapi (UNINOVAFAPI)
  • Faculdade Evangélica do Paraná (FEPAR)
  • Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC)

Valor da faculdade de Medicina entre R$ 4.001 e R$ 5.000

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Centro Universitário de Anápolis (UNIEVANGÉLICA)
  • Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (FACIMED)
  • Faculdade de Saúde e Ecologia Humana (FASEH)
  • Faculdades Integradas Aparício Carvalho (FIMCA)
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
  • Universidade Católica de Brasília (UCB)
  • Universidade de Passo Fundo (UPF)
  • Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI)
  • Universidade Luterana do Brasil (ULBRA)
  • Universidade Potiguar (UNP)
  • Universidade São Francisco (USF)
  • Universidade Vila Velha (UVV)

Valor da faculdade de Medicina entre R$ 5.001 e R$ 6.000

  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais
  • Universidade de Franca (UNIFRAN)
  • Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC)
  • Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS)
  • Centro Universitário de Belo Horizonte (UNI-BH)
  • Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA)
  • Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU)
  • Faculdades de Ciências Humanas, Econômicas e da Saúde (FAHESA/ITPAC PALMAS)
  • Faculdade de Ciências Médicas de Campina Grande (FCM)
  • Faculdades Integradas da União Educacional do Planalto Central (FACIPLAC)
  • Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE)
  • Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Valor da faculdade de Medicina entre R$ 6.001 e R$ 7.000

Valor da faculdade de Medicina por mais de R$ 7.000

  • Faculdade de Odontologia São Leopoldo Mandic (SLMANDIC)
  • Universidade de Marília (UNIMAR)
  • Universidade Nilton Lins (UNINILTONLINS)

Por que é tão caro fazer Medicina?

Muitos podem se perguntar por que as faculdades de Medicina são tão caras, com uma enorme diferença em relação a outros cursos. O preço elevado tem suas explicações.

Mais do que em outras graduações da área da Saúde, Medicina utiliza uma grande quantidade de laboratórios superespecializados.

Nas melhores instituições, os equipamentos desses laboratórios são de última geração e, muitas vezes, importados. Eles têm que passar por constante manutenção e atualização. As peças de reposição são caras e a mão de obra especializada também.

Isso sem falar no material humano necessário para o laboratório de Anatomia (sim, estamos falando dos cadáveres), que necessita de cuidados especiais de conservação.

Manter os laboratórios em funcionamento para o uso diário dos estudantes também requer a compra de materiais químicos e acessórios como luvas, máscaras e aventais, além dos custos com limpeza, eletricidade, segurança, etc.

E temos que pensar em outra coisa: muitos professores do curso, principalmente nos semestres mais adiantados, são profissionais de renome, com várias especializações em seus currículos. Os salários desses docentes, é claro, não saem barato.

Como estudar Medicina pagando menos

As universidades particulares costumam ter seus próprios programas de bolsas de estudo, descontos e financiamento. Essa possibilidade deve ser verificada diretamente na instituição de ensino.

Existem também dois grandes programas do governo federal de incentivo ao ensino superior, voltados a estudantes de baixa renda. Você provavelmente já ouviu falar deles: são o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

O ProUni oferece bolsas de estudos parciais e integrais em cursos superiores de faculdades particulares – inclusive para Medicina. O processo seletivo acontece duas vezes por ano. Para participar é preciso se encaixar nos requisitos de renda familiar e formação, além de ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação. Mas as vagas para Medicina são tão concorridas que essa nota mínima é muito pouco. Ou seja, o bom mesmo é ter o melhor desempenho possível no Enem.

Já o FIES oferece financiamento de parte das mensalidades. A dívida acumulada só começa a ser quitada depois da formatura. Os juros são abaixo do que é cobrado no mercado e o prazo de pagamento é bem longo. Para participar, também é preciso se enquadrar no requisito de renda familiar e ter feito o Enem (vale qualquer edição a partir de 2010), com desempenho 450 pontos nas provas e nota acima de zero na redação (mas, quanto mais pontos, melhor, pois as vagas para Medicina estão entre as mais cobiçadas).

Confira agora uma pequena lista de faculdades privadas que oferecem a graduação em Medicina com o reconhecimento do MEC, têm diversas facilidades de pagamento e participam tanto do ProUni quanto do FIES:

Veja também:

Quanto ganha um médico?

Estudar Medicina é o seu sonho? Dá para encarar as mensalidades ou vai tentar algum programa de incentivo? Deixe seu comentário aqui para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin