dcsimg

Aditamento FIES 2016

Descubra como fazer a renovação de seu contrato do FIES em 2016!

hand_600Esta é para quem já é beneficiário do Fundo de Financiamento Estudantil, o FIES: o processo de renovação semestral do contrato de financiamento é obrigatório para continuar a receber ajuda com as mensalidades.

Para não pôr o seu financiamento em risco, é preciso redobrar a atenção às datas do chamado “aditamento” – que nada mais é que a confirmação de interesse em continuar com o benefício. O Ministério da Educação (MEC), como você já sabe, é irredutível com prazos e quem esquecer de renovar o contrato vai ter problemas pela frente.

O processo de renovação dos financiamentos do primeiro semestre já terminou. Logo mais deve começar o do segundo. Veja em detalhes do que se trata o aditamento do FIES 2016, como, quando e porque fazer.

O que é aditamento do FIES 2016

O aditamento é a confirmação semestral de que o estudante quer continuar com o contrato de financiamento do curso. Isso ajuda a garantir que o aluno está, de fato, fazendo seu curso superior em situação regular na instituição de ensino para a qual solicitou o financiamento.

O processo também serve para corrigir ou alterar dados do contrato. É obrigatório para todos os alunos que usam o FIES.

Todo o processo é realizado pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) do FIES. Cada faculdade participante do FIES tem a sua CPSA. Ela é formada por dois representantes da instituição de ensino, dois membros de representação estudantil e um professor da universidade.

Se você hoje tem o FIES, saiba que assim que você fez o cadastro no SisFIES as informações prestadas durante as inscrições foram analisadas e validadas por esta comissão. Ela também tem a responsabilidade de, semestralmente, solicitar e receber a renovação dos contratos de seus alunos.

Datas de aditamento do FIES 2016

Espera-se que as datas de aditamento do FIES ocorram a partir de junho.

No primeiro semestre, por exemplo, as datas foram estendidas até o final de maio! Os períodos nunca são muito regulares, visto que o processo é descentralizado (feito em cada instituição).

Se você tem dúvidas ou está ansioso com o processo de aditamento, consulte a CPSA de sua instituição de ensino.

Como é feito o aditamento do FIES 2016?

Todo semestre, nas datas definidas pelo MEC, o aluno do FIES deve acessar o SisFIES e seguir com o processo de aditamento. Normalmente ele é comunicado pela própria instituição de ensino.

O estudante terá que atender aos requisitos que a CPSA da sua instituição de ensino solicitar. Praticamente todo o processo é feito pela internet. Existem dois modelos de aditamento (simplificado e o não-simplificado) e ambos são definidos pelo próprio sistema do FIES. Entenda melhor cada um deles:

  • Aditamento simplificado: é o modelo aplicado na maioria dos casos. Assim que a CPSA faz a solicitação de aditamento, o estudante acessa o sistema e confere se as informações estão corretas. Caso positivo, basta confirmar os dados e comparecer à instituição para tirar sua via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM), que é assinado pelo presidente ou vice-presidente da comissão. Caso haja algum erro no documento, basta rejeitar a solicitação e entrar em contato com a CPSA para efetuar a correção. Aqui o prazo dado ao beneficiário é geralmente de 20 dias depois da solicitação para acessar o sistema e regularizar a situação.
  • Aditamento não-simplificado: depois de receber sua solicitação de aditamento, o sistema pode identificar outras questões e pedir o aditamento não-simplificado. Nesse caso, o estudante terá um pouco mais de trabalho. Ele vai ter que se dirigir à CPSA de sua instituição de ensino, pegar os documentos pedidos e seguir para a agência bancária onde assinou o contrato para concluir o processo. O prazo é de 10 dias corridos.

Por que é preciso renovar o FIES todo semestre?

O aditamento é importante para garantir o bom funcionamento do FIES. Ele ajuda a evitar fraudes e atesta o compromisso do estudante com o curso.

Por isso é um requisito obrigatório a todos os estudantes beneficiados. Quem não fizer a renovação terá o contrato cancelado. O processo é simples, rápido (se for no modelo simplificado, mais ainda) e deve ser feito todos os semestres, independentemente do modelo de matrícula utilizado pela faculdade.

Os alunos que tiverem parcelas atrasadas não vão conseguir fazer o aditamento, a menos que quitem a dívida junto à instituição bancária correspondente antes do prazo final de aditamento.

Quem tem dívidas com a faculdade também precisará regularizar a situação antes de seguir com o aditamento.

Se acontecer de perder o prazo de aditamento do FIES 2016, você deve procurar a CPSA de sua faculdade para ver o que pode ser feito.

Faculdades que participam do FIES

Se você ainda não tem o FIES, é importante saber que o MEC só financia cursos em faculdades reconhecidas e bem avaliadas.

Confira algumas instituições que costumam participar do FIES:

Veja também:

Confira o cronograma do FIES 2016

Você já fez o aditamento do FIES? Tem alguma dica para compartilhar? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin