dcsimg

Saiba tudo sobre o reconhecimento da Anhanguera pelo MEC

Veja como as unidades e alguns cursos da Anhanguera se saíram na rigorosa avaliação do Ministério da Educação!

Anhanguera

Se você está cultivando a ideia de entrar no Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA), mas fica martelando aquela dúvida a respeito do reconhecimento da faculdade pelo Ministério da Educação (MEC), já adiantamos: pode ficar tranquilo!

A Anhanguera, por ser uma das maiores instituições privadas de ensino do Brasil, possui sede em diversas cidades brasileiras. Cada uma dessas unidades é avaliada separadamente pelo MEC e pode ter notas diversas – sendo que em todas elas o conceito varia entre bom e excelente.

A avaliação do MEC também se estende aos cursos de graduação da Anhanguera – e vamos mostrar para você a seguir quais são os melhores.

Para não restar qualquer dúvida, veja tudo sobre o reconhecimento da Anhanguera pelo MEC, as unidades mais bem avaliadas e as diversas opções de graduação em inúmeras cidades pelo País!

Reconhecimento da Anhanguera pelo MEC

O Ministério da Educação faz uma avaliação constante e bastante rigorosa de todas as instituições de ensino superior do Brasil. É isso que garante um controle maior sobre a qualidade dos cursos que são oferecidos em instituições públicas e particulares.

O reconhecimento do MEC garante que o diploma terá validade no mercado de trabalho – e esse aval só é concedido depois que a instituição é avaliada em pelo menos dois aspectos:

  • Conceito Institucional (CI): é uma avaliação presencial realizada por uma equipe de especialistas do MEC. Eles vão até a instituição e analisam o plano de desenvolvimento, a formação do corpo docente (quantidade de mestres, doutores, especialistas, etc.), a qualidade das instalações físicas, o nível dos laboratórios e as políticas para a graduação e pós-graduação.
  • Índice Geral de Cursos (IGC): é um índice gerado a partir de todas as notas dadas pelo próprio MEC aos cursos de uma instituição de ensino superior.

A cada um desses itens é atribuída uma nota que varia de 1 a 5, sendo 1 considerado insatisfatório e o 5, qualidade máxima.

Veja a seguir quais são as notas dadas pelo MEC à Anhanguera nesses dois quesitos!

Avaliação da Anhanguera junto ao MEC

Você sabia que a Anhanguera possui diversas unidades pelo Brasil e elas são diferentes entre si?

Pois é. Não há uma avaliação única para toda a Anhanguera. Cada unidade é acompanhada de perto pelos especialistas do MEC, e por isso as notas podem variar.

A maioria das unidades tem conceito considerado bom. Outras já ganharam uma estrelinha a mais e são “ótimas” aos olhos do MEC. Não há unidades da Anhanguera com o conceito insuficiente – o que é algo muito positivo!
Veja quais são:

Unidades da Anhanguera com avaliação considerada ótima

Goiânia – GO

CI: 4

IGC: 3

Caxias do Sul – RS

CI: 4

IGC: 3

Indaiatuba – SP

CI: 4

IGC: 3

Itapecerica da Serra – SP

CI: 3

IGC: 4

Jacareí – SP

CI: 3

IGC: 4

Jundiaí – SP

CI: 4

IGC: 3

Brasília – DF

CI: 4

IGC: 3

Pelotas – RS

CI: 4

IGC: 3

Porto Alegre – RS

CI: 4

IGC: –

Ribeirão Preto – SP

CI: 4

IGC: 3

Rio Claro – SP

CI: 4

IGC: 3

Rondonópolis – MT

CI: 4

IGC: 3

São José dos Campos            – SP

CI: 4

IGC: 3

Sorocaba – SP

CI: 4

IGC: 3

Sumaré – SP

CI: 4

IGC: 3

Taubaté – SP

CI: 4

IGC: 3

Rio Grande – RS

CI: 4

IGC: 3

Leme – SP

CI: 4

IGC: 3

Unidades da Anhanguera com avaliação considerada boa

Campo Grande – MS

CI: 3

IGC: 3

Niterói – RJ

CI: 3

IGC: 3

Santo André – SP

CI: 3

IGC: 3

São Paulo – SP

CI: 3

IGC: 3

Anápolis – GO

CI: 3

IGC: 3

Bauru – SP

CI: 3

IGC: 3

Campinas – SP

CI: 3

IGC: 3

Dourados – MS

CI: 3

IGC: 3

Sorocaba – SP

CI: 3

IGC: 3

Joinville – SC

CI: 3

IGC: 3

Limeira – SP

CI: 3

IGC: 3

Matão – SP

CI: 3

IGC: 3

Osasco – SP

CI: 3

IGC: 3

Passo Fundo – RS

CI: 3

IGC: 3

Pindamonhangaba – SP

CI: 3

IGC: –

Piracicaba – SP

CI: 3

IGC: 3

Santa Bárbara d’Oeste – SP

CI: 3

IGC: 3

São Bernardo do Campo – SP

CI: 3

IGC: 3

São Caetano do Sul – SP

CI: 3

IGC: 3

Sertãozinho – SP

CI: 3

IGC: 3

Taboão da Serra – SP

CI: 3

IGC: 3

Taguatinga – DF

CI: 3

IGC: 3

Valinhos – SP

CI: 3

IGC: 3

Valparaíso de Goiás – GO

CI: 3

IGC: 3

Jaraguá do Sul – SC

CI: 3

IGC: 3

Jundiaí – SP

CI: 3

IGC: 3

Votorantim – SP

CI: 3

IGC: 3

Campo Grande – MS

CI: 3

IGC: 3

Quais são os cursos mais bem avaliados da Anhanguera

A avaliação dos cursos segue um critério diferente. Aqui, três itens são levados em consideração:

  • Conceito Preliminar do Curso (CPC): analisa a qualidade do corpo docente, o desempenho dos alunos, a infraestrutura e os recursos didático-pedagógicos oferecidos pela instituição aos alunos.
  • Conceito do Curso (CC): é dado após uma vistoria presencial feita pelo MEC. Nessa etapa, são analisados de perto todos os itens do CPC.
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade): é uma prova que avalia conhecimentos e competências dos estudantes quando entram e quando saem da graduação.

A pontuação é a mesma atribuída à avaliação institucional: 1 a 5, sendo 1 insuficiente e 5, excelente.

Conheça a seguir alguns dos cursos mais bem avaliados da Anhanguera pelo Brasil!

Cursos da Anhanguera avaliados como excelentes pelo MEC

Aqui os cursos têm avaliação máxima (nota 5) em pelo menos um dos quesitos.

Comunicação Social – Publicidade e Propaganda

Unidade: Jundiaí – SP

CC: 5

CPC: 4

Enade: 3

Comunicação Social – Publicidade e Propaganda

Unidade: Taubaté – SP

CC: 5

CPC: 4

Enade: 3

Administração

Unidade: Taboão da Serra – SP

CC: 5

CPC: 3

Enade: 3

Cursos da Anhanguera avaliados como ótimos pelo MEC

Veja alguns cursos que têm nota considerada ótima (4) em pelo menos um dos quesitos de avaliação do MEC:

Administração

Unidade: Jundiaí – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 4

Comunicação Social – Jornalismo

Unidade: Guarulhos – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 4

Gestão Financeira

Unidade: Passo Fundo – RS

CC: 4

CPC: 4

Enade: 4

Marketing

Unidade: Santa Bárbara d’Oeste – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 4

Gestão Financeira

Unidade: Joinville – SC

CC: 4

CPC: 4

Enade: 3

Pedagogia

Unidade: Jundiaí – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 3

Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Unidade: Santa Bárbara d’Oeste – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 3

Gestão de Recursos Humanos

Unidade: Limeira – SP

CC: 4

CPC: 4

Enade: 3

Ciências Contábeis

Unidade: Rio Claro – SP

CC: 3

CPC: 4

Enade: 4

Ciência da Computação

Unidade: Indaiatuba – SP

CC: 3

CPC: 4

Enade: 3

Enfermagem

Unidade: São Paulo – SP

CC: 3

CPC: 4

Enade: 3

Geografia

Unidade: São Paulo – SP

CC: 3

CPC: 4

Enade: 4

Artes Visuais

Unidade: Taboão da Serra – SP

CC: 4

CPC: 3

Enade: 3

Direito

Unidade: Passo Fundo – RS

CC: 4

CPC: 3

Enade: 3

Letras – Português e Inglês

Unidade: Niterói – RJ

CC: 4

CPC: 3

Enade: 4

Logística

Unidade: Jaraguá do Sul – SC

CC: 4

CPC: 3

Enade: 3

Além dos cursos que listamos acima, você também encontra outras opções bem avaliadas pelo MEC. Dá uma olhada:

  • Agronomia
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Biomedicina
  • Ciências Biológicas
  • Engenharia Ambiental
  • Engenharia Civil
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Mecânica
  • Eventos
  • Farmácia
  • Fisioterapia
  • Gestão Ambiental
  • Gestão Comercial
  • Gestão da Produção Industrial
  • Gestão Hospitalar
  • Gestão Pública
  • História
  • Matemática
  • Medicina
  • Medicina Veterinária
  • Nutrição
  • Odontologia
  • Processos Gerenciais
  • Produção Multimídia
  • Psicologia
  • Publicidade e Propaganda
  • Relações Internacionais
  • Serviço Social

O que fazer para entrar na Anhanguera?

Viu que a instituição e os cursos são bem avaliados? Ficou com vontade de entrar na Anhanguera? Pois bem, você pode!

Primeiro, não vai ter dificuldade de achar uma Anhanguera perto de você. A instituição está presente em praticamente todos os estados brasileiros e chega a mais de 330 cidades por meio de unidades e polos de apoio para cursos a distância.

Descolar uma vaga também não é nenhum bicho de sete cabeças. O processo seletivo abre várias vezes ao ano e escolhe alunos por meio de:

  • Vestibular tradicional
  • Vestibular agendado
  • Ingresso com a nota do Enem (para quem já fez o Exame alguma vez)
  • Ingresso por meio de transferência (para quem já faz faculdade e quer se transferir para a Anhanguera)
  • Ingresso para quem já tem diploma de nível superior

As mensalidades estão entre as mais acessíveis do Brasil e, para quem está com problemas no bolso, existem alternativas interessantes para financiar a faculdade ou estudar sem pagar nada. Entre elas, podemos destacar o ProUni, de bolsas de estudos, e o FIES, o crédito educativo do Governo Federal – ambos são direcionados a estudantes de baixa renda.

Veja também:

Descubra quais as mensalidades da Anhanguera

Vai tentar vaga na Anhanguera? Conte para a gente em qual curso!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin