dcsimg

Descubra como alterar os dados do Enem

Como alterar dados do Enem

A inscrição do Enem não é complicada. É tudo feito pela internet, no site oficial do Exame. Basta preencher alguns dados, enviar e gerar o boleto do pagamento (caso você não seja isento).

Só que, por nervosismo ou falta de atenção, alguns candidatos podem errar um número de documento aqui, esquecer uma informação ali. É normal! Se isso acontecer com você, não precisa se desesperar.

Fique com a gente. Contaremos a seguir como fazer para alterar seus dados no Enem!

É possível alterar os dados do Enem?

Sim! Você pode alterar as informações que preencheu na inscrição do Enem. O edital do Exame, inclusive, prevê essa situação e dá as orientações necessárias para fazer a mudança.

Por isso, antes mesmo de se inscrever é fundamental ler todo o Edital do Enem. Ali estão as informações que todo participante precisa saber para fazer as provas com tranquilidade, desde os conteúdos pedidos até as situações em que é possível solicitar atendimento especial.

O edital do Enem costuma ser divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) alguns dias antes das inscrições – normalmente entre o final de abril e o início de maio.

Quais dados posso alterar?

O Enem pede uma série de dados sobre o participante: documentos, endereço, e-mail, telefone, que escola frequenta, etc. Em tese, qualquer um desses dados pode ser alterado.

O mais importante aqui é ficar de olho nos prazos! Veja mais a seguir.

Até quando posso alterar os dados do Enem?

O período em que você pode alterar seus dados no Enem muda a cada ano e aparece no edital do Exame. Preste muita atenção, pois se errar a opção de língua estrangeira, por exemplo, você não poderá mudá-la depois do prazo.

O ideal é fazer sua inscrição logo no primeiro dia e conferir tudo com bastante calma. Assim, caso precise alterar algum dado, terá tempo hábil para fazer isso.

Lembre-se de que as inscrições do Enem duram pouco mais de uma semana.

Quais dados vou precisar informar na inscrição do Enem?

Além de informar dados pessoais (nome completo, data de nascimento, etc.), você vai precisar preencher itens como:

  • CPF
  • RG
  • Endereço de e-mail válido
  • Número de telefone celular
  • Cidade onde vai fazer a prova
  • Escola onde está concluindo o ensino médio (se for o caso)
  • Se vai fazer o Enem como treineiro
  • Se vai usar o Enem para obter o certificado do ensino médio
  • A opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol)
  • Se vai pedir a isenção da taxa por motivo de baixa renda (nesse caso, será preciso preencher o formulário de carência socioeconômica e aguardar a aprovação do MEC)
  • Se precisa de atendimento especializado (para pessoas com baixa visão, visão monocular, cegueira, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, surdocegueira, deficiência intelectual, dislexia, autismo, déficit de atenção ou outra condição especial)
  • Se precisa de atendimento específico (guardadores de sábado, gestantes, lactantes, idosos, estudantes em classe hospitalar)

Por que não posso alterar meus dados depois do prazo?

O Enem é um exame que acontece no Brasil todo e atrai milhões de participantes. A logística é complexa. Quando finalizam as inscrições, os organizadores começam a preparar a distribuição dos locais de prova e as condições para os atendimentos específicos.

É por isso que as informações precisam estar corretas. Se você não marcou, por exemplo, que tem dificuldades de locomoção ou é cadeirante, a sala onde você vai fazer a prova talvez não tenha sido preparada para recebê-lo.

Por que preciso informar um e-mail válido?

Todo participante do Enem precisa deixar um e-mail válido para contato. Nem pense em inventar “alguma-coisa-com-uma-arroba-no meio.com.br” só para não deixar o campo em branco. É obrigatório informar um endereço pessoal que você use e acesse com frequência. O motivo: por meio desse canal o MEC poderá enviar comunicados (como alterações no seu local de prova, por exemplo) ou usá-lo para recuperar sua senha caso a tenha esquecido.

O sistema de inscrições do Enem só aceita um e-mail por participante. Não é permitido que mais de um estudante faça a inscrição usando o mesmo endereço. Fique ligado!

Por que preciso informar meu número de celular?

Pelo mesmo motivo do e-mail. O MEC poderá enviar SMS para comunicados importantes.

Mas lembre-se: o MEC não envia o cartão de confirmação ou o resultado do Enem por e-mail ou celular. É responsabilidade do participante acessar a página do Exame para consultar essas informações.

Mudei de endereço depois de acabarem as inscrições. Vou poder fazer o Enem?

Sim. O único porém é que talvez seu local de prova não seja mais tão próximo de sua residência.

Talvez você esteja com medo de não receber alguma correspondência importante enviada pela organização do Enem. Quanto a isso, pode ficar tranquilo: o MEC não envia mais nada pelo correio. O cartão de confirmação de inscrição, que antes chegava na casa de cada um dos milhões de participantes, agora só pode ser acessado eletronicamente. Você pode baixar e imprimir o documento quantas vezes quiser.

O que posso fazer com a nota do Enem?

Não é à toa que o Enem tem tantos milhões de participantes a cada edição. Com a nota do Exame você pode:

  • Obter o certificado de conclusão do ensino médio: para quem não concluiu o ensino médio em uma escola regular, tem mais de 18 anos e atingir a pontuação mínima necessária (pelo menos 450 pontos em cada uma das provas objetivas e 500 pontos na redação).
  • Entrar em universidades públicas: o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) usa a nota do Enem mais recente para classificar candidatos a vagas em universidades públicas de todo o País.
  • Conseguir bolsa de estudos: o Programa Universidade para Todos (ProUni) usa a nota do Enem mais recente para distribuir bolsas em faculdades particulares a estudantes de baixa renda.
  • Financiar a faculdade: por meio do FIES, é possível obter ajuda para pagar a faculdade e só começar a quitar a dúvida depois de formado. O processo seletivo usa a nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010. É preciso comprovar renda.
  • Entrar em faculdades privadas: com a nota do Enem é possível conseguir vaga em faculdade particular sem precisar fazer vestibular. As regras variam entre as instituições.

Confira algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem:

Veja também:

Descubra quais conteúdos você deve estudar pro Enem

Ficou claro como alterar seus dados do Enem? Tem mais alguma dúvida? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin