dcsimg

Quer entrar no FIES? Conheça o passo a passo

Veja nosso guia detalhado sobre como fazer a inscrição no FIES!

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é uma iniciativa do Governo Federal que facilita a inclusão de estudantes de baixa renda no ensino superior privado.

Com ele, é possível financiar a graduação a juros mais baixos do que os praticados em empréstimos bancários e só começar a quitar a dívida após a formatura, o que é uma mão na roda para muita gente!

A inscrição para o FIES é gratuita e simples de fazer, mas é importante ficar de olho em todas as etapas. Para ajudar você a não perder nenhum detalhe, montamos o guia a seguir. Acompanhe!

1. Descubra se a instituição de ensino participa do FIES

Vamos lá: o primeiro passo para se inscrever no FIES é verificar se a instituição onde você quer financiar o curso participa do programa e oferece vaga na graduação do seu interesse.

Só dá para saber com certeza se a faculdade e o curso desejados estão disponíveis no FIES quando abrirem as inscrições para o processo seletivo daquele semestre.

Para participar do FIES, a instituição precisa ser autorizada pelo MEC e ter uma avaliação positiva. Assim, se você encontrar a faculdade que deseja na lista, pode ficar sossegado que o diploma terá validade em todo o território nacional e o curso atenderá aos padrões de qualidade definidos pelo Ministério.

Cada edição do FIES é diferente. As faculdades participantes podem mudar, bem como os cursos oferecidos e a quantidade de vagas disponibilizadas. Confira a seguir algumas instituições que costumam participar do programa e que contam com unidades em diversas regiões do país:

Para saber se a faculdade onde você deseja estudar participa do FIES, ligue na secretaria ou entre no site. Durante as inscrições para o processo seletivo do financiamento, você vai poder saber se tem vaga no curso do seu interesse. Faça o seguinte:

  1. Acesse o site do FIES Seleção.
  2. Nos filtros de busca, selecione os itens que quiser: estado, município, instituição e local de oferta.
  3. Clique em “Pesquisar”. Aparecerá uma lista com todas as instituições que atendem aos critérios da busca.

2. Verifique se você pode pedir o FIES

A faculdade e o curso que você quer financiar têm vaga no FIES? Ótimo! Agora é a hora de descobrir se você preenche os requisitos do programa.

O primeiro item a ser considerado é se você se enquadra no critério financeiro, que depende do tipo de contrato do FIES. Em um deles, a renda familiar bruta mensal não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa. Nos demais, vai até cinco salários mínimos por pessoa. O ideal é verificar esse detalhe no edital da edição do FIES de que você for participar.

Além de cumprir o critério de renda, para concorrer ao FIES é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação. Vale apresentar a pontuação de qualquer Enem a partir de 2010.

Importante: os candidatos são classificados a partir da nota do Enem. Por isso, quanto maior for a sua pontuação, maiores as chances de conseguir o benefício. Em alguns cursos dá para passar com pouco mais do que a nota mínima exigida. Já nos mais concorridos, em universidades mais procuradas, será preciso apresentar um desempenho mais alto – Medicina, por exemplo, normalmente exige acima de 700 pontos.

3. Inscreva-se no Sistema de Seleção do FIES

Preencheu todos os requisitos? Então agora você pode se candidatar. O FIES abre inscrições duas vezes por ano – as datas variam e são amplamente divulgadas. Acompanhe o passo a passo:

  1. Acesse o site do FIES Seleção.
  2. Clique no botão da página de inscrição.
  3. Digite seu CPF e data de nascimento. O sistema vai encontrar automaticamente a edição do Enem que você fez e a respectiva nota.
  4. Informe um e-mail válido. O sistema do FIES enviará um link de ativação para esse endereço.
  5. Acesse seu e-mail, clique no link e ative a inscrição.
  6. Preencha a ficha com todos os seus dados pessoais e realize a busca pela instituição e graduação que deseja cursar.
  7. Selecione as opções desejadas e pronto!

4. Cadastre-se no SisFIES

Se você for pré-selecionado, deverá se cadastrar em outro sistema, o SisFIES. Nesse passo, o candidato terá alguns dias depois de ser selecionado para acessar o sistema e completar mais algumas informações.

5. Valide suas informações na instituição de ensino

Após realizar todos os passos acima, é necessário comprovar as informações prestadas na inscrição e do cadastro. Isso deve ser feito junto à instituição de ensino para a qual você foi selecionado, na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Você deverá levar os seguintes documentos:

  • Documento de identificação
  • Comprovante de residência
  • Certificado de conclusão do ensino médio.

Além de comprovar as informações pessoais, a CPSA vai exigir também a apresentação dos comprovantes de renda dos integrantes do seu grupo familiar.

A lista completa você pode consultar na faculdade para a qual foi selecionado.

Fique de olho nos prazos, pois o FIES estabelece um período para o estudante cumprir essa etapa.

6. Contrate o financiamento

Após a CPSA aprovar a documentação, o estudante e o fiador (se for o caso) terão alguns dias para comparecer ao agente financeiro autorizado pelo FIES (banco) e contratar o financiamento.

Para firmar o contrato, são exigidos mais alguns documentos. Dependendo da modalidade eM que você se encaixar, a lista pode ser diferente. Por isso, o melhor a fazer é consultar todos os detalhes no sistema do FIES quando for selecionado.

Veja também:

ProUni e FIES juntos

Pretende se candidatar à próxima edição do FIES? Que curso deseja financiar? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin