dcsimg

10+ dicas para estudar a distância

Veja como se dar bem neste que está entre os modelos de ensino que mais crescem no Brasil!

Vamos começar esse texto contando uma verdade que pode surpreender muita gente: fazer um curso a distância é legal, é dinâmico, mas vai exigir bastante dedicação e senso de compromisso por parte do estudante.

Pois é! A flexibilidade de tempo e a possibilidade de estudar de casa são duas vantagens que precisam ser muito bem administradas – para tirar o melhor proveito do curso e fazer valer todo o investimento de tempo e dinheiro.

Como estudar a distância está se tornando cada vez mais popular e mais cedo ou mais tarde você pode ter que encarar essa modalidade de ensino – seja na forma de uma graduação ou apenas alguma disciplina do curso, na pós-graduação, em um curso técnico ou livre (como de idiomas, por exemplo) – é bom saber exatamente o que fazer para extrair o melhor desse formato!

Por isso você não pode perder as dicas que preparamos a seguir. Elas mostram como estudar a distância de forma mais produtiva, como descobrir o curso ideal e onde encontrar boas faculdades!

1. Antes mesmo de entrar em um curso a distância, certifique-se de que a instituição e o curso estão credenciados pelo MEC

Essa é primeiríssima atitude que você tem que tomar antes de entrar num curso de graduação ou pós-graduação a distância.

O diploma EAD vale tanto quanto o presencial. No entanto, somente um curso superior credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) permitirá usar o diploma para conseguir vagas de emprego na área, dar prosseguimento aos estudos em pós-graduações e concorrer em concursos públicos que exijam esse grau de formação.

2. Verifique onde o polo de apoio está instalado

A gente costuma pensar que, com a popularização do ensino a distância, dá para estudar em qualquer faculdade do Brasil sem sair de casa. Mas não é bem assim.

O MEC determina, por lei, que no máximo 80% da carga horária do curso superior seja no formato a distância. O restante deve ser presencial, na própria instituição ou nos polos de apoio que ela oferece.

Por isso é importante verificar se a instituição dispõe de um polo na sua cidade ou em uma cidade próxima, para onde você possa ir sem problemas pelo menos uma vez por semestre (em alguns cursos, a frequência de encontros pode ser semanal).

3. Escolha a modalidade de curso a distância que melhor se encaixa no seu perfil

Existem diversas maneiras de fazer um curso a distância, umas com mais conteúdos online e outras com uma carga de encontro presenciais mais intensa.

Eles se dividem basicamente em dois tipos:

  • A distância, com uma carga presencial mínima (a partir de 20%).
  • Semipresencial, com uma carga presencial variável que pode ir desde encontros quinzenais a até dois por semana.

A modalidade semipresencial é muito empregada em cursos com grande carga horária prática, como os de Engenharia e Gastronomia, por exemplo.

4. No curso EAD você não vai estar sozinho!

Todo curso a distância conta com uma equipe de professores e tutores que estão sempre prontos para tirar suas dúvidas e ajudá-lo no que for preciso.

Além deles, há os colegas de turma. Ou seja, virtualmente você vai ter a sua “galera da faculdade”. É um bom momento para conhecer gente nova, ampliar sua rede de contatos ou mesmo turbinar seu aprendizado com a troca de experiências, como se estivesse em uma faculdade presencial.

5. Fazer qualquer curso a distância requer planejamento

Essa é uma das dicas mais importante para quem vai fazer um curso a distância. Planejamento é uma palavra que não pode sair do seu radar nem por um minuto.

O motivo é muito simples: nos cursos EAD os alunos têm que cumprir boa parte da carga horária por conta própria. Sem um planejamento adequado, o aluno pode acabar perdendo o ritmo e o rendimento nos estudos.

O ideal é planejar uma certa quantidade de horas para estudar por dia, como se estivesse em um curso tradicional – e seguir essa agenda durante toda a graduação, sem desculpas!

6. Procure um lugar calmo para estudar

Por mais que o EAD seja moderno e a gente possa estudar de qualquer lugar, no computador, no tablet ou no celular, ainda é preciso providenciar um local sossegado para se dedicar às disciplinas – afinal, todo conteúdo que você vai ver ao longo da graduação exigirá muita leitura e concentração.

Reserve um espaço em casa ou em uma biblioteca, se possível longe do barulho da TV, do local onde as pessoas mais passam, do telefone, etc.

O ideal é ficar o mais longe possível das distrações (vamos falar disso mais adiante).

7. No curso a distância você vai ser tão cobrado quanto no presencial. Prepare-se!

Se você acha que num curso a distância tudo é moleza, talvez seja melhor repensar. Primeiro, o aluno vai encontrar um prazo bem definido para entrega de trabalhos e realização de provas. Se atrasar, perde pontos. Se não entregar, pode ser reprovado.

Em todos os cursos a distância existe uma equipe de professores e tutores para avaliar seu desempenho ao longo da graduação. Eles vão cobrar se você esquecer de entregar algo.

Além disso, o próprio sistema de aprendizagem acompanha todos os passos do aluno e é capaz de dizer se ele enviou o trabalho, se acessou determinados conteúdos, se teve um bom índice de participação geral, etc.

8. Durante o curso, assuma um número possível de disciplinas

É fácil se confundir e achar que dá para fazer muitas atividades de uma vez só, por serem a distância.

Não é bem assim. A carga de conteúdos em cada disciplina pode ser bem pesada e exigir mais tempo do que você imaginava. Evite estresse desnecessário e fuja do mau desempenho no curso.

Para isso, é importante analisar, a cada semestre, a carga horária de cada disciplina e ver se elas se encaixam no seu planejamento.

9. Seja participativo

Participar dos fóruns e chats é essencial para seu aprendizado em um ambiente virtual de ensino. Portanto, faça uso dessas ferramentas a seu favor.

Elas também são um meio importante de tirar dúvidas, propor debates e discussões – além, é claro de criar e fortalecer vínculos com professores, tutores e outros estudantes.

10. Lute contra a distração

No ambiente virtual é mais fácil perder o foco. Basta dar uma olhadinha nas redes sociais, checar as últimas notícias em algum portal e lá se foram 2 horas preciosas que você poderia ter usado para adiantar os estudos.

O fato é que a distração será sua inimiga ao longo de todo o curso – e é preciso ficar bem longe dela para não comprometer seu aprendizado.

Como forma de ajudar a contornar esse problema, enquanto estiver estudando, fique longe de sites e aplicativos que possam provocar distração e roubar seu tempo.

11. Escolha uma faculdade legal para estudar

Pesquisar a instituição de ensino certa para você pode levar um tempinho e dar algum trabalho. Por isso separamos algumas faculdades bem avaliadas pelo MEC e que oferecem cursos a distância em diferentes áreas do conhecimento.

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores a distância:

Veja também:

Melhores faculdades EAD

O que achou das dicas para estudar a distância? Tem mais alguma para compartilhar? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin