dcsimg

Saiba como funcionam as cotas do Sisu 2016

Vai participar do Sisu em 2016? Entenda como funcionam as cotas e descubra se você pode concorrer a uma dessas vagas!

Sisu, ProUni, FIES

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é uma iniciativa do Governo Federal que usa como critério a nota do Enem para classificar candidatos a vagas em universidades públicas de todas as regiões brasileiras.

Desde sua criação, em 2009, o Sisu vem ganhando importância e, com a adesão de cada vez mais instituições de renome, tornou-se uma das principais vias de acesso ao ensino superior do País.

O Sisu tem duas edições por ano. Em janeiro, classifica os candidatos que vão começar a estudar no primeiro semestre. Na edição do meio do ano, em junho, seleciona os candidatos para ingresso no segundo semestre.

A participação no Sisu 2016 é gratuita e não tem limite de renda ou de idade. Qualquer pessoa que tiver feito o Enem 2015 e não tiver zerado na redação pode se inscrever.

O sistema usa apenas o desempenho no Enem como critério para selecionar os futuros universitários e tem vagas reservadas para cotas (egressos de escolas públicas, estudantes de baixa renda) e ações afirmativas (pessoas com deficiência, quilombolas, etc.).

Entenda como funcionam as cotas do Sisu 2016, descubra se você se encaixa em alguma delas e veja como fazer para concorrer a uma dessas vagas!

Modalidades de concorrência do Sisu 2016

Para descobrir como funcionam as cotas do Sisu, primeiro precisamos entender as modalidades de concorrência.

O Sisu tem duas modalidades de concorrência:

  • Ações Afirmativas: nessa modalidade estão as vagas reservadas para cotas, ou políticas de ações afirmativas de cada universidade participante. Elas podem ser para estudantes de baixa renda, pretos, pardos, indígenas, pessoas com deficiência, etc.
  • Ampla Concorrência: são as vagas que não pertencem às cotas.

Quem opta pela modalidade de ações afirmativas (e preenche os requisitos para tal) concorrerá apenas com candidatos nas mesmas condições. A concorrência do Sisu é calculada para um mesmo curso, universidade, turno e modalidade de concorrência.

Por exemplo: se você se candidatar a uma vaga reservada a candidatos indígenas, concorrerá apenas com outros candidatos indígenas que escolheram o mesmo curso, na mesma faculdade e turno.

Tipos de cota no Sisu 2016

São três os principais tipos de cota do Sisu:

  • Alunos de escola pública: todas as instituições públicas federais que participam do Sisu reservam parte de suas vagas para estudantes que cursaram o ensino médio em escolas públicas.
  • Estudantes de baixa renda: candidatos com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa e que cursaram o ensino médio em escolas públicas também podem participar das cotas do Sisu.
  • Ações afirmativas: vagas reservadas para estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas. Além disso, cada universidade pode oferecer vagas de acordo com suas próprias políticas de ações afirmativas, como por exemplo: quilombolas e pessoas com deficiência.

Como participar das cotas no Sisu 2016

A cada edição, o número exato de vagas para cotistas pode mudar. A única forma de saber se o curso do seu interesse tem a modalidade de concorrência para ações afirmativas e quantas vagas estão disponíveis para as cotas é fazendo a inscrição no Sisu.

A informação sobre as cotas aparece no período de inscrições. Ao selecionar o curso de determinada faculdade, o Sisu informa o número de vagas para cada modalidade de concorrência.

Na primeira edição do ano, as inscrições do Sisu 2016 vão do dia 11 a 14 de janeiro.

Documentação para participar das cotas do Sisu 2016

Uma dúvida bastante comum entre os interessados em participar das cotas do Sisu é sobre a documentação necessária para se inscrever nessa modalidade de concorrência.

No momento da inscrição, não é necessário apresentar nenhum documento. No entanto, quem se inscreve para essas vagas deve se certificar de que cumpre todas as exigências e tem como comprovar sua condição quando for fazer a matrícula, caso a universidade exija alguma documentação.

A lista de documentos varia de instituição para instituição e aparecerá no sistema do Sisu quando você for se inscrever para aquela vaga.

Vale lembrar que as condições de raça e cor são autodeclaratórias. Isso significa que aqueles candidatos que se declararem pretos, pardos ou indígenas não precisam apresentar nenhum documento para comprovar sua condição.

Já aqueles que concorrem a vagas para outras ações, como estudantes de baixa renda ou pessoas com deficiência, poderão ter de apresentar documentos comprobatórios quando forem fazer a matrícula. Cada universidade exige seu próprio conjunto de documentos e a lista aparece no sistema de inscrições do Sisu.

De qualquer maneira, é importante consultar com bastante atenção os requisitos de cada vaga para cotista, ter a certeza de que você cumpre os critérios para aquela modalidade de concorrência e que poderá apresentar os documentos solicitados quando for o caso.

Veja também:

Inscrição Sisu 2016

Vai tentar uma vaga pelas cotas do Sisu? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin