dcsimg

Descubra quando sai o resultado do FIES 2016

A seleção para quem busca um financiamento estudantil do Governo Federal acontece em junho. Confira todas as datas do FIES 2016!

VestibularO Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa do Governo Federal que ajuda pessoas de baixa renda a pagarem a faculdade privada, podendo pagar a dívida só depois da formatura.

O processo seletivo acontece duas vezes por ano, sempre no início de cada semestre.

As datas da segunda edição do FIES 2016 já estão definidas. Se você pretende conseguir o financiamento ainda este ano, tem que ficar ligado: a seleção dura poucos dias e não será prorrogada.

Descubra quando sai o resultado do FIES 2016 e anote as datas mais importantes deste processo seletivo.

Data da seleção do FIES 2016

O FIES do segundo semestre de 2016 começa no dia 24 de junho e termina no dia 29 do mesmo mês.

Fique atento, pois todo o processo dura poucos dias!

Quem não aproveitar essa chance agora terá que esperar até a próxima edição do FIES, provavelmente em janeiro de 2017.

Resultado do FIES 2016

O resultado do FIES 2016 será conhecido no dia seguinte à realização do processo seletivo, em 30 de junho.

Neste dia serão divulgados os nomes dos candidatos aprovados em primeira chamada.

Onde será divulgado o resultado do FIES 2016?

O resultado do FIES 2016 será divulgado no site oficial do programa, o FIES Seleção.

É preciso consultar o site para saber se conseguiu o financiamento, pois o MEC não envia e-mail ou qualquer outro tipo de mensagem ao candidato.

Nesta mesma página o participante que ficar em lista de espera deve continuar a acompanhar o processo até o encerramento total da seleção – que deve acontecer mais ou menos em agosto. Vagas não ocupadas na primeira chamada vão sendo redistribuídas ao longo das semanas seguintes.

O MEC anunciou que abrirá inscrições para as vagas remanescentes do FIES 2016. Assim que a data for divulgada, você ficará sabendo por aqui!

Como participar do FIES 2016

Se você fez alguma edição do Enem a partir de 2010 e se encaixa nos critérios de baixa renda definidos pelo Governo Federal, poderá participar desta segunda edição do FIES 2016.

Só tem um detalhe: o MEC exige uma nota mínima no Enem para viabilizar a participação do candidato. Atualmente o participante precisa apresentar desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior que zero na redação.

Quanto ao critério de renda, podem participar quem tem ganho familiar bruto mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Quem já obteve financiamento FIES ou está em débito com o Programa de Crédito Educativo (PCE-Creduc) não pode participar do processo seletivo.

Como se inscrever no FIES 2016

Para se inscrever no FIES 2016, basta o candidato acessar o site do FIES Seleção, informar os dados necessários e escolher uma das muitas opções de curso e universidade disponíveis no sistema.

Mas atenção: o candidato só pode fazer a inscrição entre os dias 24 e 29 de junho.

Que tipo de curso tem no FIES?

Tem de todo tipo de curso presencial, de Medicina a Administração. Só que o MEC distribui a maior parte dos financiamentos entre graduações nas áreas da Saúde, Engenharia e formação de professores (licenciaturas).

Para conseguir entrar nos cursos mais tradicionais, como Direito, por exemplo, é preciso apresentar uma boa nota no Enem – muitas vezes bem maior que a mínima exigida.

A lista completa de cursos e universidades participantes desta segunda edição do FIES 2016 só será conhecida pouco antes da abertura oficial do processo seletivo. Fique de olho!

Como é feita a escolha dos candidatos ao FIES 2016

O FIES passou por mudanças radicais em 2015, limitando o número de vagas e tornando-se um processo seletivo nos moldes do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) e do ProUni (Programa Universidade para Todos). Isso fez com que a distribuição de financiamentos se tornasse mais difícil.

A escolha agora é feita a partir da maior nota obtida no Enem. Quanto melhor for seu desempenho, maiores serão suas chances de entrar no curso desejado.

O MEC dá preferência a estudantes sem diploma de curso superior que optem pelos cursos prioritários (na área da Saúde, Engenharia ou formação de professores), habitantes de regiões com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e maior carência desse tipo de profissional.

O FIES também tem nota de corte e algumas podem ser bem altas. Para conseguir financiamento para o curso de Medicina, por exemplo, muitos candidatos tiveram que apresentar um desempenho próximo a 800 pontos em edições recentes.

A nota de corte é variável durante o processo seletivo e o candidato pode ir monitorando suas escolhas. Se for o caso, pode mudar de opção quantas vezes for necessário até o encerramento da seleção – que acontece às 23h59 do dia 29 de junho.

O valor final da nota de corte só será conhecido mesmo após a divulgação dos resultados, no dia 20 de junho.

Instituições que participam do FIES

O MEC só permite que instituições com boa avaliação participem do FIES. Isso garante que o investimento do participante não será em vão. O FIES só está disponível para cursos presenciais.

A lista de instituições participantes muda a cada semestre, mas separamos para você algumas faculdades bem avaliadas que costumam oferecer vagas no processo seletivo. Confira:

Veja também:

Saiba tudo sobre a prova do Enem 2016

Está animado para participar do FIES 2016? Conte para gente qual curso você quer fazer!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin