dcsimg

Qual a diferença entre Faculdade e Universidade?

Sabia que existem grandes diferenças entre uma universidade e uma faculdade? Descubra qual é o tipo de instituição ideal para você!

thinking_home

É comum usarmos as palavras Universidade e Faculdade como sinônimos de instituições de ensino superior. Embora sejam, de fato, muito parecidas, existem diferenças importantes de se conhecer – até para ajudar na escolha da opção adequada para seus objetivos de estudo.

No Brasil, essas diferenças estão contidas o Decreto nº 5.773/06 do Ministério da Educação (MEC), que divide as instituições de ensino superior em três categorias:

  • Faculdades
  • Centros Universitários
  • Universidades

Na prática, toda instituição de ensino superior é uma Faculdade, mas nem toda faculdade é uma Universidade. Cada uma tem uma atribuição diferente e cumpre exigências distintas perante o MEC.

Conheça agora as diferenças entre Universidade, Faculdade e Centro Universitário para escolher a instituição com o perfil mais adequado para você!

Universidade

As Universidades são espaços que concentram três eixos de atividades acadêmicas: Ensino, Pesquisa e Extensão. São, de acordo com o MEC, instituições multidisciplinares que formam profissionais de nível superior e atendem aos seguintes requisitos:

  • Possuem produção intelectual relevante do ponto de vista científico e cultural.
  • Têm, no mínimo, um terço do seu corpo docente com títulos de Mestres e Doutores.
  • Têm, no mínimo, um terço do seu corpo docente trabalhando em período de dedicação exclusiva.
  • Oferecem pelo menos quatro programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) com boas notas perante o MEC. Pelo menos um desses programas deve ser de doutorado.

Para se ter uma ideia, das 2.391 instituições de educação superior do Brasil, apenas 8% são Universidades e detêm mais de 53% dos alunos, sendo, portanto, grandes instituições. Por outro lado, as Faculdades representam mais de 84% das instituições, mas atendem apenas 29% dos alunos.

As Universidades – tanto as públicas como as privadas – têm autonomia para criar cursos e programas de ensino.

Se você pretende enveredar pelo caminho da pesquisa científica e extensão, essas instituições são as escolhas mais adequadas, pois nesses ambientes existe um esforço intelectual para desenvolver essas atividades.

As Universidades Federais são criadas por iniciativa do Poder Executivo, a partir de um projeto de lei encaminhado ao Congresso Nacional.

Já a transformação de uma Faculdade Privada em Universidade Privada acontece quando a instituição amplia sua estrutura e passa a cumprir os requisitos citados acima.

Veja alguns exemplos de universidades reconhecidas nacionalmente:

Faculdade

As faculdades são instituições de ensino superior públicas ou privadas focadas em determinadas áreas do conhecimento. Podem oferecer ensino de graduação e pós-graduação em nível de especialização, mestrado e doutorado.

A maioria das faculdades oferece uma quantidade menor de cursos quando comparadas a universidades e centros universitários. Podemos citar como exemplo as tantas faculdades de Administração, Direito, Medicina e Educação disponíveis no mercado.

Simplificadamente, podemos dizer que um conjunto de faculdades forma uma universidade, desde que atenda a critérios adicionais de pesquisa e extensão universitária.

Por exigência do MEC, uma Faculdade deve ter pelo um terço de seus professores com o título de especialistas (pós-graduação lato sensu).

As faculdades são ideais para quem busca cursos de formação na área mas não tem interesse em pesquisa e extensão acadêmica. Isso não significa, no entanto, que o ensino tenha menos qualidade do que o oferecido pelas universidades. Muitas, inclusive, têm altíssimo prestígio nacional (veja a seguir) e são muito disputadas entre os estudantes brasileiros.

Alguns exemplos de Faculdades reconhecidas nacionalmente:

 

Centros Universitários

Centros Universitários são instituições de ensino superior que abrangem uma ou mais áreas do conhecimento. Na prática, podemos dizer que são maiores que as faculdades e menores que as universidades.

O diferencial dos Centros Universitários é a elevada qualificação do seu corpo profissional e o nível de excelência do ensino oferecido. Eles têm autonomia para criar, organizar e extinguir, em sua sede, cursos e programas de educação superior.

Alguns exemplos de centros universitários reconhecidos nacionalmente:

Veja também:

Profissões que pagam bem

E então, o que é ideal para você: uma universidade, uma faculdade ou um centro universitário? Compartilhe suas observações conosco nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin