dcsimg

Confira 27 assuntos que caem no ENEM

Fomos investigar quais foram os assuntos que mais apareceram no Enem nos últimos anos. O resultado você vê aqui!

Quem olha para o tanto de assuntos que precisa estudar para o Enem sente logo um desânimo. E pior: a sensação é de que num piscar de olhos o dia das provas já chegou.

Mas não precisa se apavorar. O Enem aborda assuntos que a maioria de nós já viu ao longo dos três anos do ensino médio – ou seja, não tem nenhum bicho de sete cabeças aqui. Embora o conteúdo pareça extenso (e é mesmo!) existem alguns temas que caem com bastante frequência nas provas – e é neles que você vai dar uma atenção extra.

A gente vai desvendar quais são esses assuntos e dar aquela facilitada na sua vida!

Mas atenção: separamos apenas alguns dos tópicos mais importantes. Lembre-se de que a lista de conteúdos que pode cair é muito maior. Ela pode ser consultada no edital do Exame.

Confira os 27 assuntos que aparecem no Enem com maior frequência!

Assuntos que caem na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

A prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias acontece logo no primeiro dia do Enem, junto com a de Ciências Humanas e suas Tecnologias e a de Redação. Ela tem 45 questões e abrange as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa
  • Literatura
  • Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol)
  • Artes
  • Educação Física
  • Tecnologias da Informação e Comunicação

Você deve dar foco nos seguintes assuntos:

  1. Gêneros textuais, composição textual, produção escrita e de leitura
  2. Inclusão, diversidade e multiculturalidade
  3. Produção literária
  4. Texto argumentativo
  5. Norma culta e variação linguística

Assuntos que caem na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias

A prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias também tem 45 questões objetivas e inclui as disciplinas de:

  • História
  • Geografia
  • Filosofia
  • Sociologia

Na sua programação de estudos, dê atenção maior aos seguintes assuntos:

  1. A luta dos negros e indígenas no Brasil
  2. Direitos civis, humanos, políticos e sociais
  3. Revoluções sociais e políticas
  4. Políticas de colonização, migração, imigração e emigração no Brasil
  5. Vida urbana
  6. Estruturas produtivas
  7. Sustentabilidade

Assuntos que caem na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias

A prova de Ciências da Natureza acontece no segundo dia do Enem e abrange 45 questões sobre as seguintes áreas:

  • Física
  • Química
  • Biologia

Para se dar bem nessas provas, reforce os estudos nos seguintes assuntos:

  1. Interpretação física do mundo
  2. Movimento, equilíbrio leis físicas
  3. Fenômenos elétricos e magnéticos
  4. Transformações químicas
  5. Átomos e sua estrutura
  6. Energias químicas no cotidiano
  7. Aspectos sociais da biologia
  8. Problemas ambientais
  9. Origem e evolução da vida
  10. Qualidade de vida das populações humanas

Assuntos que caem na prova de Matemática e suas Tecnologias

A prova de Matemática e suas Tecnologias só tem mesmo assunto de Matemática (ufa!). Ela também é aplicada no segundo dia do Enem e tem 45 questões.

Veja os assuntos que mais caem:

  1. Operações em conjuntos numéricos
  2. Geometria
  3. Estatística e probabilidade
  4. Álgebra
  5. Plano cartesiano, retas, circunferências, paralelismo e perpendicularidade, sistemas de equações

Assuntos que caem na prova de Redação

Aqui não temos uma relação de assuntos para passar. A prova de redação foi feita para testar a capacidade de demonstrar conhecimento, organizar ideias e construir um texto dissertativo-argumentativo com pleno domínio da língua portuguesa.

É uma prova que mete medo em muita gente justamente por isso: os temas da redação do Enem nunca se repetem e o candidato só vai saber o assunto sobre o qual precisará escrever na hora em que abrir o caderno do Exame.

Tudo o que se sabe é que a organização do Enem gosta de propor temas da atualidade que tenham relevância para o atual panorama social, econômico e político brasileiro.

Veja quais foram os temas pedidos em provas recentes. Você pode usá-los para treinar sua redação:

  • 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
  • 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil

Para fazer uma boa prova de redação será preciso estudar muito o que acontece no Brasil e no mundo. Os especialistas recomendam ficar de olho nos debates mais quentes dos últimos dois anos.

Se eu estudar apenas esses 27 assuntos, vou me dar bem nas provas objetivas?

Entenda bem: esses são apenas alguns assuntos aos quais você deve dedicar uma atenção especial, dar um carinho a mais na hora dos estudos porque, historicamente, eles têm aparecido com frequência nas provas.

A relação que consta no edital é muito mais ampla e complexa – e nossa recomendação é que você não deixe qualquer um deles de fora, especialmente se for usar o Enem para tentar vaga em cursos mais difíceis, como Direito, Engenharia, Odontologia e Medicina, por exemplo.

O Enem tem, sim, preferência por alguns assuntos, mas ninguém podem garantir que eles irão aparecer na próxima edição. E se os avaliadores resolverem dar foco em outros temas, o que acontece?

Por isso, não marque bobeira. Prepare-se com bastante antecedência e estude tudo o que está no edital.

Quantas questões preciso acertar no Enem para ter nota suficiente para passar?

O Enem usa um modelo complexo de correção que leva em conta a coerência do candidato e identifica chutes. Por isso, apenas somar a quantidade de acertos não garante uma boa pontuação. O que vamos passar a seguir é apenas uma ordem de grandeza para orientar seus estudos.

Veja quantas questões você tem que acertar em cada prova objetiva e na redação para se dar bem, segundo especialistas:

Cursos muito difíceis de entrar – aproximadamente 40 questões em cada uma das provas objetivas (só pode errar cinco em cada!) e 800 pontos na redação. Com isso você entra em praticamente qualquer curso que exija uma nota alta no Enem, como Medicina (algumas), Engenharia e Direito nas faculdades mais conceituadas.

Cursos difíceis: é preciso acertar 35 ou mais questões em cada uma das quatro provas objetivas e fazer 800 pontos na redação. Com essa nota você entra em Odontologia, Psicologia e até em Direito e algumas engenharias.

Cursos médios-difíceis: pelo menos 35 acertos em cada uma das quatro provas e 800 pontos na redação. Jornalismo, Arquitetura e Administração são alguns exemplos.

Cursos de dificuldade média: 30 questões em cada uma das quatro provas objetivas e acima de 720 na redação.

Cursos de dificuldade baixa: pouco mais que 25 questões em cada uma das quatro provas objetivas e acima de 680 na redação.

Como entrar na faculdade com a nota do Enem

Você pode usar a nota do Enem para descolar vagas em pelo menos quatro processos seletivos:

Sisu – é o mais disputado de todos. Nele, todos os candidatos que fizeram o Enem mais recente e tiraram nota acima de zero na redação podem disputar vagas em universidades públicas de todo o país.

ProUni – é o programa que distribui bolsas de estudos parciais e integrais a estudantes de baixa renda em faculdades particulares. Para participar é preciso ter feito o Enem mais recente, obtido a nota mínima determinada pelo MEC e atender a critérios de escolaridade e renda.

FIES – é o fundo de financiamento do Governo Federal que permite ao estudante de baixa renda obter um crédito estudantil para fazer um curso superior. Os juros são mais baixos do que os cobrados pelos bancos e a dívida só começa a ser quitada depois da formatura. Para participar dá para usar qualquer Enem a partir de 2010 (desde que atinja a pontuação exigida). O FIES também tem critérios de renda familiar máxima.

Ingresso direto – nesse modelo, qualquer estudante que fez o Enem (geralmente a partir de 2010) pode usar a nota do Exame para entrar direto em uma faculdade privada, sem ter que passar por um novo processo seletivo. É uma facilidade cada vez mais comum em instituições de ensino de todo o Brasil.

A gente aproveita e traz algumas universidades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que trabalham com o ProUni, o FIES e o ingresso direto. Conheça:

Veja também:

10+ dicas sobre como se preparar para ir bem no ENEM

Como está seu ritmo de estudos para o Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin