dcsimg

Entenda por que você deve estudar atualidades para o ENEM

Ficar por dentro de tudo o que acontece no Brasil e no mundo é essencial para fazer uma boa prova do Enem. Descubra agora mesmo por quê!

As atualidades atravessam todas as áreas do conhecimento do Enem. Elas podem ser encontradas em questões de Linguagens, Ciências Humanas, Matemática, Ciências da Natureza e principalmente na redação.

É um tema que muita gente despreza por achar que ele não faz tanta diferença assim na nota. O resultado disso não podia ser pior: um mau desempenho nas provas.

Quem vai fazer o Enem precisa saber com antecedência que não adianta chegar com um conhecimento superficial a respeito de algo. É preciso ser capaz de debater com profundidade, expor pontos de vista diferentes e propor soluções para determinados assuntos.

E embora estudar as atualidades não seja difícil, vai exigir bastante dedicação dos candidatos que querem tirar uma boa nota nas provas.

Entenda a seguir por que você deve estudar atualidades para o Enem e descubra o que é preciso fazer para dominar esse tema!

Por que é tão importante estudar atualidades para o Enem?

O Enem tem um posicionamento interessante, diferente da maioria das provas que conhecemos. Primeiro, a organização não está muito interessada em saber quantas questões você acertou ou errou, mas no seu grau de conhecimento em cada uma das quatro áreas de conhecimento.

Outro objetivo do Enem é testar se você sabe o que está acontecendo de mais importante no Brasil e no mundo e se é capaz de concatenar todo o conhecimento adquirido ao longo do ensino médio para explicar cada um desses fatos e suas implicações.

A aplicação mais óbvia das atualidades está na redação. A prova quer saber se o aluno é capaz de escrever um texto dissertativo-argumentativo respeitando as normas da língua portuguesa, abordando o tema com a profundidade necessária e, ainda por cima, propondo uma solução para o problema apresentado – que geralmente é controverso e está em pauta na sociedade atualmente.

Para ter uma noção de que tipo de tema estamos falando, basta ver como foram as redações das últimas edições do Enem (vamos mostrar mais adiante).

Também é bem comum encontrarmos as atualidades em questões objetivas sobre fenômenos físicos que estão envolvidos em nosso cotidiano, como o funcionamento de uma máquina de lavar, por exemplo. Ou quais reações químicas estão presentes nos alimentos processados que a gente ingere diariamente, quais grandezas matemáticas explicam alguma obra de arquitetura no Brasil e por aí vai.

Ter um conhecimento amplo sobre atualidades irá familiarizar o candidato com os conteúdos das provas, ajudando também a agilizar a leitura e interpretação de textos – o que será mais do que necessário na hora do Exame.

Como estudar atualidades?

Estudar atualidades é simples, embora o edital do Enem não especifique fontes ou temas.

Basta seguir algumas orientações básicas:

  • Leia os principais jornais e revistas (impressos ou digitais) do Brasil e do mundo.
  • Blogs, sites específicos, vídeos e podcasts também valem.
  • Tenha sempre uma certa multiplicidade de fontes. Não basta tomar um site só como referência, para não ficar preso apenas um enfoque. Lembre-se: não existe meio de comunicação totalmente imparcial. Fique atento à orientação e abordagem dos canais que você consulta.
  • Programas de entrevista podem ser uma boa alternativa para conhecer diferentes pontos de vista e opiniões.
  • Busque ler críticas jornalísticas. Isso ajuda a clarear as ideias e a desenvolver um olhar mais profundo sobre o tema.
  • Saiba diferenciar o que é importante. Saber o nome do último vencedor do Big Brother Brasil, por exemplo, não é relevante. Mas é preciso entender o formato do programa e que tipo de debate ele gera, por exemplo.
  • Fique atento aos temas controversos – o Enem gosta bastante deles.
  • Não se esqueça de que cada fato tem sempre duas ou mais versões. Procure se informar quais são.
  • Pesquise o contexto das principais problemáticas mundiais, especialmente o histórico, político, econômico e cultural.
  • Procure saber qual seria uma solução viável para esses problemas.
  • Estude Direitos Humanos em profundidade.
  • Se puder, acompanhe também a mídia internacional.
  • Converse com colegas e professores durante as aulas, participe de debates e grupos de discussão.

Cuidado para não cometer estes erros

  • É fácil achar que conhece um tema porque fez uma leitura superficial dele. Não seja essa pessoa. Leia, pesquisa, aprofunde-se.
  • Na redação, muitos alunos expressam opiniões pessoais e acreditam que elas servem como argumento. Não servem. Opinião todo mundo tem. Fundamentação, por outro lado, é para quem estuda. O Enem quer saber se você é capaz de compreender um fenômeno e debatê-lo.
  • Outro erro comum: posicionamento político extremo. O ideal, no Enem, é ter uma postura crítica e analítica, que seja independente de suas escolhas pessoais.
  • Desrespeitar os Direitos Humanos é outro erro que rende muitos pontos a menos – ou até mesmo a eliminação.
  • Concordar plenamente com o tema apresentado nem sempre é uma saída. Tudo tem aspectos negativos e positivos.

Temas de atualidade que já apareceram no Enem

As atualidades estão no Enem desde a primeira edição do exame, em 1998. De lá até aqui, todas as redações trataram de temas de relevância no contexto social e político brasileiro.

Para você ter uma ideia mais precisa do que estamos falando, listamos abaixo 15 temas de redação do Enem:

  1. Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
  2. A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira
  3. Publicidade infantil em questão no Brasil
  4. Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  5. Movimento imigratório para o Brasil no século 21
  6. Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado
  7. O trabalho na construção da dignidade humana
  8. O indivíduo frente à ética nacional
  9. Como preservar a floresta Amazônica
  10. O desafio de se conviver com as diferenças
  11. O poder de transformação da leitura
  12. O trabalho infantil na sociedade brasileira
  13. Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação
  14. A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo
  15. O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita?

Como já falamos anteriormente, esses temas não se restringem apenas à redação. Muitos outros aparecem nas questões objetivas, tanto nos textos extensos das prova de Linguagens quanto nos problemas de Matemática.

Temas da atualidade que podem aparecer no próximo Enem

Não é fácil prever o que pode cair na próxima edição do Enem, mas dá para estimar alguns temas com base no contexto atual. Por exemplo:

  • O que aconteceu de mais relevante até junho do ano em que vai acontecer o Enem? É nesse mês que as provas são concluídas – fatos pontuais que acontecerem depois disso não têm como aparecer no Exame. Portanto, fique sempre atento a esse detalhe.
  • Dos temas da atualidade, dê menos foco àqueles que já caíram na redação. Eles podem até aparecer novamente nas questões objetivas, mas é impossível que o exame repita um tema na redação.
  • Temas que estão se estendendo há um tempo, como a situação política brasileira atual e os conflitos entre potências nucleares são um prato cheio para o Enem.
  • Preste bastante atenção aos temas que têm forte apelo ambiental e impacto na sociedade (urbanização e industrialização). Eles sempre têm boas chances de cair.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Não é novidade para ninguém que o Enem é passaporte para o ensino superior no Brasil. Com a nota do Exame é possível concorrer a vagas em universidades públicas pelo Sisu, sem precisar fazer vestibular.

E nas faculdades particulares as possibilidades sem ampliam – e muito. A nota do Enem é requisito para concorrer a uma bolsa de estudos pelo ProUni e para tentar um financiamento do FIES, além de servir para entrar na faculdade direto, sem precisar fazer mais nenhuma prova.

Confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem:

Veja também:

10+ dicas sobre como se preparar para ir bem no ENEM

Como estão seus estudos de atualidades? Compartilhe com a gente outras dicas aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin