dcsimg

Como fazer o FIES

Descubra como fazer o FIES e usar o financiamento estudantil para turbinar sua carreira!

fies-logo

Ter um diploma de nível superior é uma das formas mais eficazes de ampliar suas possibilidades de conseguir um bom emprego e melhorar de vida.

Segundo o levantamento da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), no Brasil o salário de quem tem nível superior é 156% maior do que a remuneração de quem fez apenas o ensino médio.

O FIES é um programa do Governo Federal que ajuda a pagar a faculdade particular e, com isso, aumentar suas chances de conseguir uma carreira melhor.

Trata-se de um financiamento estudantil com juros baixos que o estudante só começa a pagar depois de formado.
Descubra como fazer o FIES e turbinar sua carreira com um diploma de nível superior!

1. Cumprir os critérios para fazer o FIES

Existem alguns critérios que o estudante precisa cumprir para se inscrever no programa. São eles:

  • Participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação. São aceitas as notas de qualquer edição do Enem a partir de 2010.
  • Renda familiar bruta mensal de no máximo 2,5 salários mínimos por pessoa.

Outra regra do programa é que o estudante só pode usar o FIES uma vez. Ou seja, quem já foi beneficiado com o financiamento não pode participar novamente.

3. Fazer a inscrição pela internet

Anteriormente, as inscrições para o FIES podiam ser feitas em qualquer época do ano. A regra mudou e, a partir de 2015, o MEC abre inscrições para o FIES duas vezes por ano.

A inscrição do FIES é gratuita e deve ser feita somente pela internet. No prazo estipulado pelo MEC, faça o seguinte:

  1. Acesse o site do FIES Seleção.
  2. Preencha as informações solicitadas, escolha o curso e confirme a inscrição.
  3. Acompanhe as notas de corte parciais e mude sua opção de curso caso sua pontuação do Enem não seja suficiente para passar.

4. Validar as informações na faculdade

Caso seja selecionado, o candidato terá um prazo para fazer o cadastro em outro sistema, o SisFIES. Em seguida, terá um prazo para apresentar a documentação necessária na faculdade. O departamento responsável por isso é a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA). Toda faculdade participante do FIES tem uma CPSA para lidar com esse processo.

A CPSA vai validar as informações e, se estiver tudo certo, entregará um Documento de Regularidade de Inscrição (DRI). Este documento será utilizado para iniciar o próximo passo.

5. Contratar o financiamento no banco

São dois os bancos autorizados a fazer o contrato do FIES: Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Ao preencher a inscrição, uma das informações solicitadas é a escolha de uma agência bancária de um desses dois agentes financeiros para concluir o financiamento.

No mesmo site onde é feita a inscrição do FIES está disponível uma lista com toda a documentação necessária para levar ao banco. É preciso respeitar o prazo para apresentar a documentação e contratar o financiamento.

Como funciona o FIES

Com o FIES você pode financiar a mensalidade da faculdade particular. O valor financiado depende da renda familiar do estudante e do comprometimento dessa renda com a mensalidade.

Enquanto durar o curso, o estudante beneficiado pelo FIES só paga as parcelas referentes aos juros, em boletos trimestrais.

Quando se formar, o estudante entrará na chamada “fase de carência”, quando continua a pagar somente as parcelas trimestrais.

Somente depois de se formar é que o estudante começa a pagar a dívida do FIES propriamente dita. O valor é diluído em vários anos e o prazo total para quitação da dívida depende da duração do curso financiado.

Faculdades que participam do FIES

Conheça algumas faculdades que costumam participar do FIES:

Veja também:

Como utilizar o FIES para pagar a faculdade?

Você vai pedir o FIES para turbinar sua carreira? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin