dcsimg

Crise Econômica Europeia – Saiba Mais Sobre Essa Crise

Saiba o que causou e como se desenrolou a crise econômica na Europa, um tema importante da atualidade que você precisa conhecer!

crise-economica-europeia

A grande crise que começou no mercado imobiliário em 2008 nos Estados Unidos  atingiu os mercados financeiros mundiais. No caso da Europa, a medida agravou os déficits nacionais, que já eram muito elevados. Alguns países gastaram mais dinheiro do que conseguiram arrecadar e começaram a acumular dívidas. A partir daí, no ano 2011, é dado início a crise econômica na Europa. Os principais países europeus atingidos foram Portugal, Itália, Irlanda, Grécia e Espanha. A Grécia foi o primeiro país atingido pela crise e chegou a ter um rombo nas contas públicas de 113% do seu produto interno bruto (PIB).

A situação ficou tão crítica que a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) propuseram pacotes de ajuda para a Grécia, Irlanda e Portugal. Ao liberar o pacote para Grécia, o FMI obrigou os outros países da crise a adotarem planos de ajustes fiscais. Criou-se a sigla PIIGS (Porcos Ingleses), que faz referência aos países que estão com a economia suja e que ultrapassaram o pacto de estabilidade do Banco Central Europeu. Existem rumores que a Grécia será retirada da zona do Euro.

Como parte das medidas impostas pela União Europeia e FMI, o governo Grego teve que adotar medidas fortes, como aumentar os impostos dos combustíveis, álcool e tabaco, redução de salários no setor público e outras medidas que geraram desemprego e revolta da população que perdeu o poder de compra.

Desde 2008, quando a crise estourou nos países europeus, milhares de pessoas contrárias às medidas adotadas pelo governo saíram em manifestações na Grécia. Essas pessoas encontram-se revoltadas e insatisfeitas, pois eles não se sentem responsáveis pela recessão econômica e não estão dispostas a pagarem pelo preço exigido para solucionar os problemas da crise.

A crise econômica na Europa já derrubou cerca de 10 chefes de governo desde 2009, o último a cair foi o primeiro-ministro da Espanha, José Luis Zapatero, nas eleições parlamentares em 20 de novembro de 2011.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin