dcsimg

Descubra quais as notas de corte do Enem 2016

Veja quanto você precisa tirar no Exame Nacional do Ensino Médio em 2016 para conseguir vaga em um curso superior!

EnemQuem decidir fazer o Enem 2016 vai ter que encarar alguns desafios pela frente.

O primeiro é se preparar para as provas, estudando todo o conteúdo do ensino médio. O segundo é segurar a ansiedade até a data de divulgação dos resultados.

O terceiro, para muitos participantes, é garantir seu lugar em um dos processos seletivos do Governo Federal que usam a nota do Enem: o Sisu, que distribui vagas em universidades públicas; o ProUni, que concede bolsas de estudos em instituições privadas a pessoas de baixa renda; ou o FIES, que oferece crédito estudantil a juros baixos para quem não pode bancar um curso superior.

A maioria dos candidatos sabe que em todos eles a concorrência é forte e as notas de corte podem ser bem altas, principalmente nas graduações mais desejadas, como Medicina, Direito e Engenharia.

A nota de corte é o valor mínimo necessário para garantir uma vaga. Ela varia bastante de acordo com a universidade, curso, turno e modalidade de concorrência. Ter uma ideia dessa pontuação em edições recentes desses processos seletivos é importante para planejar seu futuro e, se for o caso, acelerar o ritmo de estudos.

Por isso trouxemos algumas notas de corte para você ficar por dentro e se preparar para o Enem que está por vir!

As notas de corte do Enem 2016

Antes de seguir com este texto, vamos fazer um ajuste rápido. É incorreto falar “nota de corte do Enem”, pois o Enem, isoladamente, não tem concorrência. Trata-se apenas de um exame para avaliar a qualidade do ensino médio brasileiro.

O que tem nota de corte são os processos seletivos que usam a nota do Enem para classificar candidatos, como o Sisu, o ProUni e o FIES.

Quando ouvimos dizer que a nota de corte de Direito em certa universidade foi de 750 pontos, devemos ter em mente que esse valor foi o mais baixo entre os candidatos que conseguiram a vaga.

Muitos fatores podem fazer a nota de corte chegar às alturas: o prestígio da universidade, o curso, a quantidade de alunos interessados em uma mesma vaga, o turno, o desempenho geral dos demais participantes…

A concorrência nos processos seletivos pode ser alta, mas o MEC dá ao candidato a oportunidade de mudar de curso e instituição quantas vezes for necessário durante o período de inscrições. Assim, aumentam as chances de achar uma vaga que aceite a sua nota no Enem.

Ficou mais claro, não é? Vamos descobrir agora qual é a nota de corte média em cada um dos processos seletivos que usam a nota do Enem.

Nota de corte do Enem 2016 para entrar no Sisu

O Sisu é o Sistema de Seleção Unificada do Governo Federal. Com ele é possível entrar em faculdades públicas de todo o Brasil usando a nota da edição mais recente do Enem.

Concorrer a uma vaga no Sisu é bem simples: basta o candidato não ter zerado na redação do Enem.

Parece fácil de passar, mas não se engane. Dos três programas de acesso ao ensino superior do Governo Federal, o Sisu é o mais concorrido. Para conseguir entrar em Medicina, por exemplo, o estudante tem que emplacar pelo menos 800 pontos.

Confira algumas notas de corte do Sisu:

Notas de corte de 750 pontos ou mais:

  • Direito
  • Engenharia
  • Medicina

Notas de corte de entre 650 e 750 pontos:

  • Administração
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Ciências Contábeis
  • Comunicação Social
  • Economia
  • Enfermagem
  • Odontologia
  • Psicologia

Notas de corte de entre 500 e 650 pontos:

  • Agronomia
  • Ciências Biológicas
  • Educação Física
  • Gestão em Recursos Humanos
  • Letras
  • Marketing
  • Matemática
  • Nutrição
  • Pedagogia
  • Serviço Social
  • Turismo

O Sisu acontece duas vezes ao ano. No primeiro semestre, abre poucos dias depois que o resultado do Enem é divulgado. No segundo, geralmente no mês de junho. As inscrições são gratuitas e não há requisitos de renda para participar.

Com sua nota do Enem 2016 você poderá participar de duas edições do Sisu em 2017.

Nota de corte do Enem 2016 para entrar no ProUni

O Programa Universidade para Todos (ProUni) promove o acesso de estudantes de baixa renda a faculdades particulares. O Governo concede bolsas de estudos integrais ou parciais (que bancam metade das mensalidades) a quem teve um bom desempenho na edição mais recente do Enem.

Para participar do ProUni, o candidato precisa ter feito o ensino médio em escola pública ou em particular na condição de bolsista. Também precisa comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo 3 salários mínimos por pessoa.

O ProUni exige um desempenho mínimo de 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação do Enem.

As notas de corte para conseguir o benefício são apenas um pouco mais baixas que as do Sisu. Confira:

Notas de corte acima de 700 pontos:

  • Medicina

Notas de corte entre 600 e 700 pontos:

  • Direito
  • Jornalismo
  • Administração
  • Farmácia
  • Ciências Contábeis
  • Agronomia
  • Engenharia
  • Economia

Notas de corte entre 450 e 600 pontos:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Artes
  • Física
  • Geografia
  • Gestão em Recursos Humanos
  • Gestão Financeira
  • Letras (diversas especialidades)
  • Marketing
  • Matemática
  • Pedagogia
  • Química

O ProUni também acontece duas vezes ao ano, no início de cada semestre. Com sua nota do Enem 2016 você pode tentar uma vaga no ProUni em 2017, caso cumpra os requisitos de pontuação, formação e renda.

Nota de corte do Enem 2016 para conseguir o FIES

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) concede empréstimo para ajudar a pagar um curso superior em faculdade privada.

A taxa de juros está abaixo do que é praticado no mercado e o prazo para pagamento da dívida pode ser de vários anos, dependendo da duração do curso financiado. Ah, o beneficiário só começa a quitar o débito depois da formatura.

É uma boa opção para quem não conseguiu entrar no Sisu ou no ProUni.

Só que o FIES também tem suas exigências. Primeiro, é voltado para estudantes que tenham renda familiar bruta mensal de até 2,5 salários mínimos por pessoa. A nota mínima para concorrer ao financiamento é de 450 pontos na média das provas e acima de zero na redação em qualquer edição do Enem a partir de 2010.

A concorrência também é pesada por aqui. Confira algumas notas de corte médias:

Notas de corte a partir de 700 pontos:

  • Medicina

Notas de corte entre 600 e 700 pontos:

  • Administração
  • Ciências Econômicas
  • Direito
  • Engenharia
  • Farmácia

Notas de corte entre 450 e 600 pontos:

  • Artes Visuais
  • Ciências Biológicas
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Física
  • Gestão em Recursos Humanos
  • História
  • Matemática
  • Pedagogia

As inscrições para o FIES abrem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre. Se as regras não mudarem até lá, você poderá usar sua nota do Enem 2016 para tentar o FIES em 2017 e nos anos seguintes.

Veja também:

Descubra como você pode usar a nota do Enem 2016

Como está seu ritmo de estudos para encarar o Enem 2016? Conte para a gente nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin