dcsimg

Descubra que nota você precisa tirar no Enem 2016

Veja qual o desempenho no Enem 2016 que pode garantir vaga em faculdade pública e privada, bolsa de estudos e crédito estudantil!

GabaritoQuem vai fazer o Enem deste ano já deve estar com o pé no acelerador, tentando dar um gás nos estudos para conseguir uma boa nota nas provas.

É que a concorrência em 2016 promete ser alta, especialmente nos cursos mais tradicionais. O Ministério da Educação (MEC) espera que pelo menos 8 milhões de estudantes se inscrevam no Enem deste ano.

Com mais candidatos na disputa, significa que você vai ter que redobrar o esforço para conseguir entrar no curso desejado. Não é raro ver graduações em diversas universidades brasileiras que exigem do estudante pelo menos 750 pontos no Enem para passar.

Descubra a seguir que nota você precisa tirar no Enem 2016 para conseguir vagas em diversos cursos – dos mais concorridos, como Medicina e Engenharia, até os que permitem entrada com notas mais baixas!

Para que serve a nota do Enem 2016?

Já começamos com uma dica: vale a pena fazer um esforço extra para se dar bem no Enem. Uma nota alta é o passaporte para um curso superior, seja em universidades públicas ou privadas.

Com a nota do Enem 2016, você pode:

  • Concorrer a mais de 230 mil vagas em universidades públicas em praticamente todo o Brasil.
  • Conseguir uma das mais de 200 mil bolsas de estudos integrais ou parciais para estudar numa universidade privada de qualidade.
  • Financiar um curso superior a juros baixos e prazo longo.
  • Ingressar em inúmeras faculdades privadas sem precisar fazer vestibular.

Fora isso, também dá para usar a nota do Enem 2016 para obter o certificado de conclusão do ensino médio ou complementar a nota do vestibular tradicional.

Vamos entender como funcionam esses processos e a nota para passar em cada um deles.

Nota do Enem 2016 para entrar em universidade pública

O processo que seleciona estudantes para grande parte das universidades públicas é o Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O Sisu é totalmente automatizado e abre inscrições duas vezes ao ano, no primeiro e no segundo semestre.

Nele, o estudante usa a nota do Enem mais recente para disputar uma vaga em mais de 130 instituições públicas espalhadas pelo Brasil. Para participar, basta não ter zerado na redação. Com sua nota do Enem 2016 você vai poder tentar uma vaga do Sisu nas duas edições do Enem 2017.

Lendo assim, parece fácil conseguir uma vaga, mas não é. O Sisu é o mais concorrido dos sistemas de seleção do MEC e cursos tradicionais, como Medicina, Direito e Engenharia, podem ter notas de corte altíssimas.

Confira algumas médias verificadas em diferentes universidades do Brasil:

  • Medicina: entre 750 e 850 pontos
  • Engenharia: entre 750 e 850 pontos
  • Direito: entre 700 e 850 pontos
  • Ciências Econômicas: entre 650 e 800 pontos
  • Administração: entre 650 e 750 pontos
  • Pedagogia: entre 600 e 720 pontos
  • Educação Física: entre 550 e 700 pontos

Nota do Enem para ganhar bolsa de estudos

O Programa Universidade para Todos (ProUni) concede bolsas de estudos (parciais ou integrais) a candidatos que normalmente não teriam como bancar sozinhos as mensalidades da faculdade privada.

Aqui as coisas já são um pouco diferentes do Sisu. Não basta apenas ter nota acima de zero na redação para participar. É preciso ter obtido um mínimo de 450 pontos na média das provas e não ter zerado na redação do Enem mais recente, além de atender a alguns requisitos de escolaridade e renda.

No ProUni a concorrência pode ser quase tão alta quanto no Sisu. Veja alguns exemplos de nota necessária no Enem para conseguir a bolsa:

  • Medicina: entre 700 e 820 pontos pontos
  • Engenharia Civil: entre 650 e 800 pontos
  • Direito: entre 650 e 750 pontos
  • Ciências Contábeis: entre 600 e 750 pontos
  • Farmácia: entre 600 e 750 pontos pontos
  • Comunicação Social: entre 600 e 730 pontos
  • Letras – Inglês: entre 500 e 700 pontos

Nota do Enem 2016 para conseguir financiamento estudantil

O programa do Governo Federal que concede crédito estudantil a juros baixos é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES).

Com ele, o estudante só vai se preocupar em pagar a dívida depois da formatura, diluindo o valor em um prazo de vários anos.

Recentemente, o FIES se transformou num processo seletivo muito similar ao ProUni.

Para participar o candidato tem que apresentar um desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. Aqui vale qualquer nota a partir de 2010. Quanto maior a sua nota do Enem 2016, maiores as chances de passar no FIES em 2017 ou nos anos seguintes!

O MEC também faz exigências quanto à renda familiar máxima permitida, que não pode ultrapassar 2,5 salários mínimos por pessoa.

As notas de corte variam, podendo ir de 450 a quase 800 pontos. Veja algumas médias:

  • Medicina: entre 700 e 800 pontos
  • Engenharia Civil: entre 600 e 700 pontos
  • Direito: entre 550 e 640 pontos
  • Ciências Econômicas: entre 500 e 630 pontos
  • Administração: entre 500 e 620 pontos
  • Enfermagem: entre 450 e 600 pontos
  • Pedagogia: entre 450 e 570 pontos

É possível encontrar cursos com notas mais baixas?

Sim, em todos os processos seletivos é possível encontrar graduações que pedem notas mais baixas para entrar. Isso acontece por diversos fatores. Entre eles, podemos enumerar:

  • A popularidade do curso
  • O número de vagas ofertadas
  • Turno do curso (cursos matutinos são mais disputados)
  • Grau de formação (bacharelados são mais procurados)
  • A instituição (as de renome geralmente pedem notas mais altas)

A nota de corte – nota mínima para entrar em um curso – só é conhecida no momento da inscrição do Sisu, ProUni e FIES. Elas podem variar de ano a ano, de instituição a instituição e entre os processos seletivos.

Uma coisa é certa: os cursos tradicionais, como Medicina e Engenharia, sempre terão nota de corte alta.

Já aqueles que são muitos procurados, mas que têm uma grande oferta de vagas, como Direito e Administração, podem ter entrada com notas a partir de 500 pontos.

Os mais fáceis de conseguir são os de licenciatura e o de formação tecnológica.

Nota do Enem 2016 para obter certificado de conclusão do ensino médio

Quem quiser obter o certificado de conclusão do ensino médio pelo Enem tem que, primeiramente, marcar a opção correspondente no ato da inscrição. Só podem fazer isso candidatos que tenham a partir de 18 anos e não tenham terminado o ensino médio em escola regular.

A nota mínima do Enem 2016 para o obter o certificado será de:

  • 500 pontos na redação
  • 450 pontos em cada uma das provas (Em cada uma mesmo, não é na média geral!)

Nota do Enem 2016 para complementar nota do vestibular tradicional

Neste caso, o aluno pode ter qualquer nota. Cada universidade fará o calculo à sua maneira, de forma que é preciso consultar o edital do concurso para saber exatamente como será o procedimento.

Nota do Enem 2016 para ingresso direto

Muitas universidades privadas aceitam a nota do Enem como forma de ingresso direto. Basta apresentar o Boletim de Desempenho e fazer a matrícula, caso atinja a pontuação exigida.

As regras variam de faculdade para faculdade.

Confira algumas instituições que permitem o ingresso direto com a nota do Enem:

Veja também:

Conheça as principais datas do Enem 2016

Você já deu uma olhada na média necessária para entrar no curso desejado? Conte para a gente!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin