dcsimg

Novo Enem: Descubra o que Mudou !

Conheça a história do Enem, as diferenças entre o sistema antigo e o novo e entenda como fica o Exame a partir de 2009!

História do ENEM: 10 Anos de Sucesso

Especial Novo ENEM do Guia da Carreira: Fique por dentro das novidades

Criado em 1998 pelo ministro Paulo Renato Souza, o ENEM ( Exame Nacional do Ensino Médio ) era originalmente uma prova clássica de 63 questões, cujo principal objetivo era avaliar o aprendizado dos alunos e o nível do Ensino Médio em todo o Brasil.

Era a primeira vez que uma prova unificada era aplicada em todo o país.

Mesmo enfrentando uma forte oposição e duras críticas, ainda em 2008, o ENEM foi lançado e teve inicio uma longa história de sucesso.

Alguns anos após o lançamento e a consolidação deste modelo, algumas faculdades particulares passaram a aceitar o ENEM como forma de vestibular, substituindo totalmente ou parcialmente as suas provas de admissão.

Até o ano 2000, o ENEM teve uma baixa adesão dos estudantes, talvez por não ser uma prova obrigatória, talvez por não ter sido muito divulgado até então.

De 2001 em diante no entanto, devido a uma maior campanha na mídia, devido a divulgação direta ( boca a boca ) e também devido ao esforço dos professores o ENEM pela primeira vez atingiu 1.000.000 de alunos, permanescendo neste patamar até 2004. A partir de 2004 quando uma quantidade maior de faculdades passou a aceitar o ENEM como forma de admissão tivemos um novo salto para 3.000.000 de inscritos.

Ao completar 10 anos de existência em 2008, o ENEM atingiu 4.000.000 de inscritos. Com a reformulação da prova no ano de 2009 e a nova possibilidade de usar esta prova também para entrar em Universidades Federais alguns especialistas estimam que algo entre 5.000.000 e 10.000.000 alunos venham a fazer a prova este ano, o ENEM se tornando uma das maiores provas de nível nacional do mundo !!

Evolução da Quantidade de Alunos Inscritos no ENEM:

Evolução da Quantidade de Inscritos no ENEM nos Ultimos 10 Anos

Por que Mudar o Modelo do ENEM ?

O novo ENEM, reformulado e lançado 10 anos após o original, vem para ser uma nova proposta, uma proposta de prova moderna, mais humanizada, uma nova ferramenta de seleção para no futuro extinguir o já ultrapassado modelo de vestibular Brasileiro.

O vestibular em seu modelo tradicional privilegia a “decoreba” em relação ao raciocínio, produzindo efeitos negativos na saúde e memória dos alunos já que tem uma tendência ao acumulo excessivo de conteúdos.

A principal idéia do novo ENEM e o seu modelo é reformular o padrão do ensino médio. Ao invés de termos um Ensino Médio voltado ao vestibular, vamos ter um Ensino Médio voltado para a solução de problemas, um ensino mais prático, simples e próximo da realidade dos alunos.

Centralizar o acesso as faculdades do Brasil em uma prova única como o novo ENEM também é interessante pois possibilita uma maior mobilidade para os alunos dentro do país: ao invés de precisar realizar várias provas em várias datas, o aluno faz somente o novo ENEM, podendo depois escolher entre qualquer faculdade que o aceite, dentro do Brasil.

Novo ENEM: uma Nova Oportunidade para Cursar uma Faculdade Federal ou Particular

Como no Brasil as faculdades e universidades Federais são instituições totalmente livres e independentes, o governo não pode obriga-las a aceitar o novo ENEM, no entanto, a tendência é que com o tempo a maioria delas acabe aderindo a esta nova prova.

Em relação a adesão que uma faculdade pode ter ao novo ENEM, temos três níveis de aceitação:

  • Nível 1: Não Aceitação do Novo ENEM: Nesta opção a faculdade ou universidade vai continuar aplicando o seu vestibular normal, sem aderir ao novo ENEM.
  • Nível 2: Aceitação Parcial do Novo ENEM: Neste opção a instituição de ensino pode usar o ENEM parcialmente em seu processo de vestibular, seja para compor a sua nota juntamente com uma prova local ( vestibular + ENEM ) ou então reservando uma parcela de suas vagas para alunos vindos do novo ENEM. A tendencia é que a maioria das universidades federais, pelo menos inicialmente, adote este modelo.
  • Nivel 3: Eliminação do Vestibular: Caso opte por este nível de aceitação, a universidade abre mão do seu vestibular e passa a aceitar somente o ENEM como modo de admissão. Tende a ser adotado pela minoria das universidades federais, mas no futuro com a consolidação do novo ENEM, este modelo deve ser mais adotado.

A Nova Prova do ENEM

O novo ENEM será composto por 180 questões de multipla escolha divididas em 4 grupos:

Também sendo necessário escrever uma redação.

A prova será aplicada em dois dias ( cada dia serão resolvidas 90 questões ) e será aberta a todas as pessoas que tenham o diploma do Ensino Médio no Brasil, ou então que vão concluir o ensino médio agora, no ano de 2009.

Como Fazer a Inscrição para o Novo ENEM

Outra novidade do Novo ENEM é que pela primeira vez, as inscrições serão feitas 100% pela Internet neste link: Inscrições para o ENEM. As inscrições começaram a ser realizadas a dia 15/06 e serão encerradas dia 17/07 as 23:59.

A inscrição para o novo ENEM será feita nos seguintes passos:

  • Acessar o link das inscrições no site do ENEM.
  • Cadastrar seus dados pessoais no site.
  • Cadastrar a sua ficha de inscrição, escolhendo uma cidade para realizar a prova.
  • Imprimir o boleto a partir do site, esse boleto, no valor de R$ 35,00 ( trinta e cinco reais ) poderá ser pago em qualquer banco ( desde que o banco seja cadastrado no Sistema Nacional de Compensações )
  • Aguardar o recebimento da Confirmação de Inscrição que será enviado pelo Banco do Brasil

Uma vez recebido o comprovante, o aluno está oficialmente inscrito no novo ENEM.

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin