dcsimg

Descubra o que fazer agora que passou o Enem

O Enem acabou e agora é hora de pensar onde e o que você quer estudar!

Depois de um ano inteiro se preparando para as provas, imaginando quais assuntos cairiam, treinando o tema da redação, fazendo simulados, encarando tantas horas de aulas… finalmente a maratona do Enem acabou – ou pelo menos a gente pensa que acabou.

Depois que passa o Enem, a maioria dos participantes só quer mesmo é descansar a cabeça e esperar o próximo passo. É que poucos meses depois das provas chegam os processos seletivos que usam a nota do exame para distribuir vagas em faculdades públicas e particulares por todo o Brasil.

Preparar-se bem para essas seleções é fundamental para se dar bem, por isso é bom já começar desde já.

Quer saber como? Descubra a seguir o que fazer agora que passou o Enem, os principais processos seletivos que usam o desempenho no exame e como você pode garantir uma vaga na faculdade daqui a uns meses!

O que fazer depois do Enem?

O Enem normalmente termina em novembro, mas os resultados das provas só saem em janeiro – e muitas vezes apenas na segunda quinzena do mês.

É muito comum pensar que até lá não há muito o que fazer a não ser esperar, esperar e esperar – o que é um engano.

Depois de uns bons dias de descanso (merecidos, aliás), é preciso dedicar um tempo para arregaçar as mangas e retomar os trabalhos.

Nesse período você deve pesquisar com bastante calma, definir as faculdades onde você gostaria de estudar, as duas (ou mais) opções de curso que você faria, qual a saída se o plano A não der certo, esse tipo de coisa.

Estamos falando basicamente de montar uma estratégia para se dar bem nos processos seletivos que acontecerão logo mais.

Essa estratégia vai ajudar você a ter mais foco na hora de encontrar a vaga ideal. Como os processos seletivos são super disputados e com milhares de opções à disposição, isso pode fazer toda diferença.

Veja a seguir como montar a sua!

1. Conheça todos os processos seletivos que usam a nota do Enem

Existem três grandes processos seletivos de âmbito nacional que classificam os candidatos com base na nota do Enem.

Todos eles acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre.

Conheça:

  1. Sisu: Seleciona novos alunos para mais de cem universidades públicas de todo o país. Como já dá para imaginar, é também o mais concorrido de todos. Para entrar na disputa é preciso ter feito o Enem mais recente e não ter zerado na redação. Quanto maior a nota, maiores as chances de passar. O Sisu é o primeiro processo seletivo que abre após a divulgação da nota do Enem. Com ele é possível descolar vaga em grande parte das instituições públicas brasileiras de ensino superior.
  1. ProUni: O Programa Universidade para Todos distribui bolsas de estudos em faculdades particulares. Aqui a concorrência também é alta, e para participar é preciso se encaixar em requisitos de renda e formação escolar. O candidato também precisa ter feito obrigatoriamente o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter tirado zero na redação.
  1. FIES: Concede financiamentos estudantis a juros baixos e prazo longo para pagamento da dívida, que só começa a ser cobrada depois da formatura. O programa exige que os interessados se encaixem em certos perfis de renda familiar. Para participar é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação.

Em âmbito mais reduzido, dentro de cada faculdade, temos o ingresso direto. Nessa modalidade o candidato consegue vaga apenas apresentando a nota que obteve no Enem. Caso tenha o suficiente para passar, já pode fazer a matrícula. É simples, rápido e, na maioria das vezes, gratuito.

2. Defina onde você quer estudar

Depois de conhecer os processos seletivos que usam a nota do Enem, escolha algumas faculdades onde você gostaria de estudar.

Se for participar do Sisu, localize as universidades públicas disponíveis em sua região. Não se esqueça de verificar se a instituição participa do programa e quantas vagas ela oferece por essa via de ingresso.

Se for encarar o ProUni ou do FIES, escolha pelo menos duas faculdades privadas para cada um. Verifique se elas têm o curso que você procura, se têm unidade na sua cidade e se dispõem de boa infraestrutura.

É preciso ter sempre um plano B e um plano C caso os processos estejam concorridos demais ou sua nota não seja suficiente para passar.

Quando começar a busca, considere apenas faculdades bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC) e que sejam bem aceitas pelo mercado trabalho.

Se quiser algumas sugestões, confira a seleção que preparamos para você:

Todas as faculdades da nossa lista também oferecem a modalidade de ingresso direto e têm iniciativas como descontos, convênios e financiamentos sem burocracia.

3. Escolha mais de uma opção de curso

Embora o número de vagas oferecidas nos processos seletivos que usam a nota do Enem seja imenso, é sempre bom ter mais de uma opção de curso na manga, caso aquele que você queira esteja difícil de entrar.

Você pode buscar o mesmo curso em faculdades e turnos diferentes ou mesmo buscar cursos diferentes na mesma instituição.

Por isso, pesquise bem quais outras graduações você gostaria de cursar para não passar sufoco no período da seleção.

4. Não perca tempo tentando calcular a nota nas provas

Se você participou do Enem mais recente, provavelmente deve ter caído na tentação de procurar calcular a nota das provas só com base no gabarito, não é?

Nosso conselho é: desencane.

Não dá para calcular a nota das provas do Enem só com o gabarito. Primeiro porque o MEC tem um sistema de correção totalmente diferente, que leva em conta também os erros e acertos dos outros usuários – além de identificar questões acertadas no chute.

Depois, tem a redação, que é corrigida manualmente por dois avaliadores diferentes.

Então, em vez de quebrar a cabeça com esse cálculo, aproveite o tempo para pesquisar as faculdades e cursos em que você quer entrar!

Veja também:

Descubra por quanto tempo vale o Enem

Já começou a se preparar para os processos seletivos do Enem? Conte para a gente em qual deles você vai participar!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin