dcsimg

Descubra quais as 10 faculdades mais baratas de SP

Quer pagar menos para estudar em São Paulo? Conheça as 10 faculdades mais baratas do estado!

Faculdades mais baratas de SP

Quando temos que escolher onde estudar, vários fatores são levados em conta: a qualidade da instituição, se fica perto de casa ou do trabalho, se tem o curso dos sonhos e se as mensalidades cabem no orçamento. O preço da faculdade é um dos critérios mais importantes e, muitas vezes, decisivo nesse processo.

Entrar em uma universidade pública certamente é o jeito mais prático de economizar. No entanto, dependendo de onde você mora, os gastos extras com moradia ou deslocamento podem não valer a pena.

Além disso, a oferta de cursos em universidades públicas é bem menor do que em particulares. No estado de São Paulo, para você ter uma ideia, mais de 84% de todos os estudantes de graduação estão matriculados na rede privada.

A boa notícia é que São Paulo tem uma variedade enorme de universidades particulares e é possível encontrar mensalidades mais baratas do que você imagina.

Se você mora em SP, veja essa lista que preparamos com as faculdades mais baratas do estado. Em seguida, confira algumas dicas que poderão ajudá-lo a pagar o curso!

As 10 faculdades mais baratas de São Paulo

Fazer um curso superior em São Paulo não é tão caro como muitas pessoas acreditam. Com um investimento de cerca de R$ 250 por mês é possível encontrar alguns cursos presenciais, entre bacharelados, tecnólogos e licenciaturas.

Listamos a seguir as principais universidades que têm graduações a menos de R$ 300 por mês. Veja onde se localizam e quais cursos estão nessa faixa de preço.

Faculdade Santa Cecília (FASC)

Cidade: Pindamonhangaba

  • Educação Artística
  • Música

Faculdade de Conchas (FACON)

Cidade: Conchas

  • Pedagogia

Faculdade Sumaré (ISES)

Cidade: São Paulo

  • Comunicação Empresarial
  • Desenvolvimento de Aplicações para Web
  • Eventos
  • Geografia
  • História
  • Letras
  • Sistemas para Internet

Faculdade de Americana (FAM)

Cidade: Americana

  • Gestão de Recursos Humanos
  • Letras
  • Logística
  • Produção Publicitária
  • Redes de Computadores

Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (CEUNSP)

Cidade: Itu

  • Processos Gerenciais

Instituto Superior de Educação de Barretos (ISEB)

Cidade: Barretos

  • Letras
  • Pedagogia

Instituto Superior de Educação Campo Limpo Paulista (ISECAMP)

Cidade: Campo Limpo Paulista

  • Física
  • Geografia

Universidade de Santo Amaro (UNISA)

Cidade: São Paulo

  • Geografia
  • História
  • Letras

Faculdade de Ciências Humanas de Cruzeiro (FACIC)

Cidade: Cruzeiro

  • Administração
  • Ciências Contábeis

Faculdade Flamingo (FAFLA)

Cidade: São Paulo

  • Gestão Financeira
  • Marketing

Faculdades a distância mais baratas de SP

Estudar a distância é uma ótima forma de economizar. O ensino a distância (EAD) normalmente é mais barato que um curso presencial. Com o mesmo investimento de até R$ 300 ao mês, o estudante online tem uma oferta de cursos muito maior.

Além de todas as opções citadas acima, é possível encontrar as seguintes graduações EAD em SP custando menos de R$ 300:

  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Artes Visuais
  • Ciências Biológicas
  • Ciências Econômicas
  • Educação Física
  • Filosofia
  • Gestão da Tecnologia da Informação
  • Gestão Hospitalar
  • Gestão Pública
  • Planejamento Ambiental
  • Secretariado
  • Segurança no Trabalho
  • Serviço Social
  • Sistemas de Informação

Você encontrará este preço nas seguintes universidades autorizadas pelo MEC:

Custos extras para fazer uma faculdade em São Paulo

Ao fazer as contas de quanto será gasto por mês com a faculdade é importante considerar outras despesas além das mensalidades. Assim você tem uma ideia mais correta do quanto deve ser investido e evita surpresas no final do mês.

Os principais custos extras para estudar em São Paulo são:

  • Moradia – se for necessário mudar de cidade, coloque na conta os gastos com aluguel, luz, água, gás, mudança, etc.
  • Alimentação – faça uma pesquisa nos restaurantes e lanchonetes próximos à universidade para estimar quanto será gasto com alimentação.
  • Deslocamento – verifique a tarifa de transporte público até a universidade. Se você for de carro, acrescente o custo com gasolina e estacionamento. No caso de curso a distância, verifique quantos encontros presenciais estão previstos em cada semestre e calcule os gastos com deslocamento para estes dias.
  • Material – é importante reservar uma quantia por mês para comprar livros, cadernos e outros materiais. Se você estuda em casa, considere os gastos com computador e acesso à internet.

Descontos, bolsas e créditos estudantis para faculdades de SP

Se a faculdade dos seus sonhos não cabe no orçamento, não desista! Existem diversas formas de economizar nas mensalidades ou conseguir um empréstimo e pagar o curso em parcelas a perder de vista.

Veja quais os principais métodos adotados na maioria das universidades de SP:

ProUni – é o maior programa de bolsas de estudo do Brasil. Com o ProUni é possível estudar de graça em instituições privadas ou pagar apenas a metade do curso.

Para concorrer a uma bolsa é necessário ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. Quanto maior a nota no Enem, maiores as chances de conseguir o ProUni!

O processo seletivo acontece duas vezes ao ano e, além da nota do Enem, o candidato deve atender a requisitos de renda e escolaridade.

As bolsas estão disponíveis em cursos de todas as áreas do conhecimento, tanto presenciais quanto a distância.

FIES – é a linha de crédito estudantil do Governo Federal. Para se inscrever também é necessário ter feito o Enem. No caso do FIES são aceitas as notas de qualquer edição a partir de 2010.

O desempenho mínimo para se inscrever é o mesmo: 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação. Quem financia o curso pelo FIES conta com taxas de juros mais baixas que as praticadas no mercado e começa a pagar a dívida só depois da formatura.

O processo seletivo também acontece duas vezes por ano, logo depois que sai o resultado do ProUni.

Bolsas de instituições privadas – existem diversos programas de bolsas de estudo além do ProUni. Os sites “Quero Bolsa” e “Educa Mais Brasil”, por exemplo, oferecem descontos de até 75% nas mensalidades de vários cursos.

Parcelamentos privados – algumas faculdades oferecem parcelamento facilitado das mensalidades. O contrato é feito diretamente na instituição e os critérios de participação costumam ser menos rígidos do que os requisitos do FIES e do ProUni.

Descontos – praticamente todas as universidades oferecem algum tipo de desconto. Entre os mais comuns estão os abatimentos para quem paga mensalidade em dia ou trabalha em uma empresa conveniada. Vale a pena procurar a instituição de seu interesse e conhecer todas as formas possíveis de desconto.

Veja também:

Descubra quais faculdades oferecem graduação a distância em SP

Quer estudar em SP pagando pouco? Já sabe qual curso escolher? Conte para a gente aqui nos comentários!

Compartilhar
Facebook Twitter Google Linkedin